Fenomenal
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Fenomenal
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Fenomenal
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Conheça o rio na Nova Zelândia que ganhou direitos iguais aos de humanos

Tapa Da Pantera
há 7 meses94 visualizações

A Nova Zelândia é um país fora de série. O povo é amigável, a natureza é privilegiada, o clima é delicioso e não falta o que fazer por lá. E eles ainda respeitam mais a cada dia que passa o povo maori - a tribo polinésia que foi a primeira a habitar o país.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Conheça o rio na Nova Zelândia que ganhou direitos iguais aos de humanos

Em 2017, esse respeito ganhou uma dimensão inédita. Após 140 anos de reivindicações de uma tribo maori na ilha do norte (a Nova Zelândia é composta de duas ilhas), o Rio Whanganui recebeu os mesmos direitos legais que um ser humano tem no país.

A notícia é estranha para a maioria dos habitantes do planeta, mas não é assim que o povo maori vê as coisas. O rio é essencial para as pessoas que vivem em suas margens. A lei é uma extensão oficial de um ditado da comunidade local, que diz, em maori: Ko au te awa. Ko te awa ko au”, que quer dizer “eu sou o rio, o rio sou eu.”

A assinatura da lei foi motivo de festa para o povo maori que compareceu ao parlamento. Após a leitura da legislação, o grupo festejou com um canto local.

A lei não é apenas simbólica. Na prática, ela cria um sociedade limitada que será administrada em benefício do rio. Os membros da sociedade terão, por lei, a obrigação de agir em benefício do Rio Whanganui.

Mistério da mente: estudo mostra que cérebros funcionam após a morte

Ainda hoje, é um dos maiores pontos de interrogação do mundo médico. Como funciona o cérebro humano após a morte? Um novo estudo jogou luz nessa questão e apontou que a atividade cerebral continua por mais de dez minutos após a morte de uma pessoa.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Mistério da mente: estudo mostra que cérebros funcionam após a morte

A pesquisa foi realizada por médicos da Universidade de Western Ontario, no Canadá. Entre as descobertas, os Drs. constataram “descargas de ondas Delta após o término dos batimentos cardíacos e da pressão arterial sanguínea.” 

Segundo o estudo, apenas uma das quatro pessoas observadas mostrou a misteriosa atividade cerebral após a morte. Na maioria dos pacientes, a atividade cerebral parou antes que o coração parasse de bater.

Mistério da mente: estudo mostra que cérebros funcionam após a morte

No entanto, cada um dos cérebros se comportou de maneira diferente após a morte. Isso deixa o cenário ainda mais nublado, já que não se sabe o propósito dessa atividade. Os pesquisadores afirmam que não se pode tirar muitas conclusões de uma amostra tão pequena, mas declaram que essa atividade cerebral não foi um erro no processo - todos seus equipamentos funcionavam perfeitamente durante a pesquisa.

Até então, pesquisadores pensavam que quase toda atividade cerebral terminava em um surto misterioso que ocorria cerca de um minuto após a morte. Porém, esses estudos eram baseados no comportamento de ratos - não havia referência semelhante com humanos. O mistério, então, continua. O que acontece com corpo e mente após a morte? Ainda há muito a descobrir.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.