Fenomenal
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Fenomenal
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Fenomenal
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Modelo mostra método infalível para provar se seios são reais

Tapa Da Pantera
há 9 meses33 visualizações

Cirurgias plásticas atingiram um nível elevadíssimo nas últimas décadas. Há todo tipo de intervenção. A mais comum, porém, continua sendo a colocação de próteses de silicone nos seios. Está cada vez mais difícil saber quem tem prótese e quem tem seios naturais.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Modelo mostra método infalível para provar se seios são reais

Por isso, modelo russa Sveta Bilyalova, famosa por vlog, decidiu revelar um método infalível - segundo ela - para que todo o mundo saiba a diferença. E a única coisa que uma pessoa precisa para isso é um smartphone. Não acredita? Então olha só o vídeo: 

Segundo Sveta, que tem mais de 4,5 milhões de seguidores no Instagram, você vai ver uma luz vermelha brilhando quando os seios tiverem silicone. E tudo que você precisa e apagar a luz e encostar o smartphone na moça.

É claro que tudo fica mais fácil se você tiver uma voluntária disposta a fazer o teste. Não é nada recomendável que você saia por aí apagando as luzes e esfregando o celular nas amigas. Por favor!

Vida eterna no vinil: fábrica promete imortalizar pessoas em LPs

A ideia parece mórbida e, certamente, chega cheia de controvérsias, mas uma empresa britânica promete imortalizar pessoas em discos de vinil - aqueles LPs que sua mãe e seu pai ouviram no passado, sabe?

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Vida eterna no vinil: fábrica promete imortalizar pessoas em LPs

A startup em questão de chama Andvinyly, e o que ela faz é inserir as cinzas da pessoa morta no processo de prensagem do disco de vinil. O que acontece é que as cinzas criam ranhuras e imperfeições no vinil. Segundo a empresa, são essas imperfeições que dão vida para sempre à pessoa que acabou de deixar o plano físico.

Na prática, funciona assim. A pessoa leva as cinzas até a empresa e fornece também uma música para ser gravada no disco, que comporta até 12 minutos de som em cada lado. Há também quem prefira não inserir som e ouvir apenas os chiados - que são as marcas (ou lembranças) do morto no disco.

A empresa faz a gravação, junto com as datas de nascimento na capa e nos adesivos do vinil. E quanto custa isso? O pacote básico sai por 3 mil libras - mais ou menos uns R$ 12 mil. Interessou? É só clicar no link abaixo:

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.