Fenomenal
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Fenomenal
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Fenomenal
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Sexo deixa pessoas mais inteligentes, e é a ciência que diz

Tapa Da Pantera
há 4 meses1.3k visualizações

Você gostou desse título, né? Quem não quer fazer algo prazeroso e ganhar com isso? Parece bom demais para ser verdade e, segundo um estudo das Universidades de Oxford e Coventry, não é ilusão. Logo, você não vai precisar jogar duas horas de xadrez para estimular as células cinzentas e compensar o tempo que passou na cama.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Sexo deixa pessoas mais inteligentes, e é a ciência que diz

Segundo a pesquisa, o sexo deixa, sim, as pessoas mais inteligentes. Especialmente pessoas mais velhas, desde que haja atividade sexual regular. O Dr. Hayley Wright, que liderou o estudo, afirma que relações sexuais têm impacto em funções cognitivas. Mas como ele chegou a esse resultado?

Os pesquisadores entrevistaram 73 pessoas (28 homens e 45 mulheres) com idades entre 50 e 83 perguntando sobre suas atividades sexuais. As respostas incluíram 37 pessoas com relações semanais, 26 com práticas mensais e 10 sem atividade alguma.

A partir daí, as funções cerebrais dos entrevistados foram avaliadas. Com base nisso, os pesquisadores constataram que as pessoas que faziam sexo com mais frequência tiveram resultados, em média, 2% superiores do que os entrevistados que faziam sexo mensalmente e 4% melhores do que os inativos.

O estudo, publicado nos Journals of Gerontology, Series B: Psychological and Social Sciences, concluiu que fazer sexo com frequência tinha mais impacto nos testes de fluência verbal, como dizer o maior número possível de palavras ou animais começando com uma determinada letra. Mas não foi só essa a vantagem. O grupo de entrevistados que mais faz sexo também teve resultados melhores nos testes visuais.

Os pesquisadores ainda não sabem qual a ligação entra a atividade sexual e o poder do cérebro, mas acreditam que o sexo está ligado a produção de hormônios como dopamina ou oxitocina, que transmitem sinais no cérebro. 

Esses são os 10 lugares mais quentes do mundo

Tapa Da Pantera
há 4 meses1.4k visualizações

Se você mora no Brasil, não importa se é no Rio de Janeiro, em Belém, Teresina ou Corumbá, sempre vai ter aquele dia no ano em que você vai achar que mora no lugar mais quente do mundo. Mas já parou pra pensar no que é um lugar realmente quante o ano inteiro? Então olha essa lista!

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

1. Vale da Morte (EUA)

Esses são os 10 lugares mais quentes do mundo

Essa região do estado da Califórnia, chamada de Death Valley no inglês, tem o recorde de maior temperatura do ar já registrada na história: 56,7 graus Celsius durante o verão de 1913 - sim, muito antes do aquecimento global virar assunto. Hoje em dia, a temperatura média (atenção: MÉDIA) no verão fica na casa dos 47 graus.

2. Aziziyah (Líbia)

Esses são os 10 lugares mais quentes do mundo

A cidade, localizada a cerca de 40 quilômetros de Trípoli, é quente. Tão quente que durante 90 anos ninguém imaginou que os 58 graus registrados em 1922 poderiam ser um erro de medição. Só em 2012 é que a falha foi constatada. Hoje, as temperaturas passam facilmente dos 48 graus no verão.

3. Dallol (Etiópia)

Esses são os 10 lugares mais quentes do mundo

Só de olhar a foto, você consegue sentir o calor. Campo hidrotermal com formações de sal, fontes quentes e gêiseres com uma temperatura máxima MÉDIA de 41 graus. Essa média foi registrada de 1960 a 1966, fazendo de Dallol a maior alta média em um lugar habitado deste planeta.

4. Wadi Halfa (Sudão)

Esses são os 10 lugares mais quentes do mundo

Localizada às margens do Lago de Núbia, Wadi Halfa praticamente não vê chuva - o ano inteiro. O mês mais quente é junho, com altas médias de 41 graus. A temperatura mais alta registrada oficialmente foi 53 graus, em abril de 1967.

5. Dasht-e Lut (Irã)

Esses são os 10 lugares mais quentes do mundo

Um platô desértico com a maior temperatura de solo do planeta. Medições feitas de 2003 a 2009 registraram uma temperatura máxima de 70,7 graus. Dá pra entender por que ninguém mora lá.

6. Tirav Zvi (Israel)

Esses são os 10 lugares mais quentes do mundo

Os 54 graus registrados em 1942 são a maior temperatura já vista na Ásia. E não é só a média. Nos anos “fresquinhos”, as altas médias ficam na casa dos 37 graus.

7. Timbuktu (Mali)

Esses são os 10 lugares mais quentes do mundo

Localizada na extremidade sul do Saara, Timbuktu é ainda mais quente no suposto inverno, com médias de 30 graus em janeiro. A maior temperatura registrada lá foi de 49 graus.

8. Kebili (Tunísia)

Esses são os 10 lugares mais quentes do mundo

Uma cidade no meio do deserto, com altas médias ultrapassando os 40 graus no verão. O recorde por lá é 55 graus.

9. Ghadames (Líbia)

Esses são os 10 lugares mais quentes do mundo

Olha a Líbia aparecendo aqui de novo! Ghadames pode não ser Aziziyah, mas lá o pessoal faz cabanas de lama para se proteger do calor. Por ser um oásis, é conhecida como a “pérola do deserto” e tem altas médias de 40 graus. O recorde? “Só” 55 graus Celsius.

10. Bandar-e Mahshahr (Irã)

Esses são os 10 lugares mais quentes do mundo

Essa cidade iraniana tem o segundo maior índice de calor (que combina temperatura do ar e umidade relativa) já registrado: 74 graus, em julho de 2015. A maior temperatura da história lá é 51 graus.  

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.