Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

5 informações inocentes que podem revelar coisas espantosas sobre você

PrincessButtercup
há 7 meses1.5k visualizações
5 informações inocentes que podem revelar coisas espantosas sobre você
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Nessa era digital que a gente vive, nunca foi tão fácil adquirir informação sobre uma pessoa. E isso, infelizmente, inclui você, eu, todo mundo. É preciso tomar bastante cuidado com que tipo de informação a gente coloca em redes sociais e outros lugares públicos. É assustadora a quantidade de coisa que podem descobrir sobre você baseados em informações aparentemente inocentes. Quer ver?

1. Tecnologia de reconhecimento facial do Facebook à superior à do FBI

Segundo estatísticas divulgadas pelo FBI e pelo Facebook, o software de análise facial da rede social consegue identificar uma pessoa com precisão em 98% das vezes. Enquanto isso, a tecnologia do FBI tem sucesso em apenas 85% dos casos. Sabe por quê? Na maioria dos casos, o FBI só tem uma foto da pessoa em questão. O Facebook sempre tem várias. E é você que coloca essas fotos lá.

2. Comprar cuecas indica o momento da economia

Não é piada. Existe uma relação entre as compras de roupas de baixo masculinas (só as masculinas!) e o momento da economia de um país. Isso acontece porque cuecas são itens nada caros, mas são vistas por homens como aquele tipo de compra que é possível adiar. Ou seja, se o país está em crise, menos cuecas são vendidas.

3. Netflix pode revelar se você é gay

O algoritmo do Netflix levam em conta o que você vê, por quanto tempo e que avaliação você deu para cada filme. Se alguém cruzar esses dados com outros dados (por exemplo: avaliações no IMDb), é fácil identificar alguém e determinar características da pessoa como sexualidade, afiliações políticas e onde moram. Em 2009, um grupo de pesquisadores confirmou essa teoria descobrindo uma série de características de usuários do Netflix. Um desses usuários processo ou Netflix porque os dados revelaram que ela era gay - e ela nem tinha contado à família sobre isso.

4. Beijar o parceiro pode influenciar se você vai morrer num acidente de carro

Parece absurdo, mas pesquisas mostram que homens que beijam suas esposas antes de saírem de casa para o trabalho vivem mais, ganham mais dinheiro e têm 50% menos de chance de morrer em um acidente de trânsito. O que isso quer dizer? Certamente, não significa que beijar o parceiro seja algo mágico que vai melhorar sua vida. Aparentemente, quer dizer justamente o contrário: que beijar o parceiro significa que você está de bem com a vida e vai levar seu dia numa boa, com menos estresse. E isso inclui o trânsito.

5. Tomar cerveja diz que você tem mais chance de fazer sexo no primeiro encontro

Não é questão de preconceito. É, contudo, uma estatística interessante. Segundo o site OKCupid, que analisou dados de seus usuários cadastrados entre homens e mulheres de todas idades e sexualidades, o maior indicativo de sexo no primeiro encontro era responder “sim” à seguinte pergunta: “Você aprecia o gosto de cerveja?” 

Ciência aprova 'Lei dos 5 Segundos': vale ingerir comida que caiu no chão

Tapa Da Pantera
há 7 meses1.1k visualizações

Sabe aquele pedaço de pizza que caiu no chão com o queijo pra cima? Aquele que você pega rapidinho do chão, dá uma olhada pra ver se tem sujeira e acha que dá pra comer? Pois então… Os cientistas liberaram. Pode comer!!!

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Ciência aprova 'Lei dos 5 Segundos': vale ingerir comida que caiu no chão

A galera chama isso de “Lei dos 5 Segundos”. Há variações, mas não é isso que importa agora. O que interessa é que cientistas britânicos aprovam que é seguro comer algo que caiu no chão, desde que essa coisa não esteja coberta de sujeira e não tenha ficado no chão por muito tempo.

O professor Anthony Hilton, especialista em germes, afirma que esse pedaço de comida que você pegou do chão rapidinho não está 100% livre de risco de alguma contaminação, mas que a chance disso acontecer em tão pouco tempo é bem pequena. Ninguém deve esquentar a cabeça demais com isso.

A Lei dos 5 Segundos foi parte de uma exibição do professor Hilton para crianças chamada “Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática”. Ele enfatizou ainda que germes não são transferidos do chão para um pedaço de comida.

Maaaaaas há quem não goste desse tipo de afirmação!

O Serviço Nacional de Saúde (NHS) da Grã-Bretanha garante que a Lei dos 5 Segundos não é apoiada por nenhum tipo de ciência. O microbiólogo Ronald Cutler fez um teste derrubando pedaços de pizza, maça e torrada com manteiga em diferentes tipos de piso contaminado com uma bactéria chamada escherichia coli. Segundo o Dr. Cutler, todos pedaços recolhidos do chão estavam cobertos de germes. Sim, até os pedaços que foram pegos depois de cinco segundos.

No fim das contas, a experiência do Dr. Cutler não entra em conflito direto com a afirmação do professor Hilton. O que Hilton quis dizer é que na grande maioria dos casos, o risco é bem pequeno e ninguém deveria se preocupar demais com isso. Afinal de contas, qual a chance de você derrubar comida e pegar de volta logo em um chão contaminado com escherichia coli?

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.