Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

7 motivos para você ter menos amigos

PrincessButtercup
há 8 meses3.8k visualizações

Festas com dezenas de pessoas, posts com centenas de curtidas nas redes sociais, milhares de mensagens de feliz aniversário. Hoje em dia, todo mundo quer ter muitos amigos - ou, pelo menos, mostrar que tem muitos amigos. Mas será que a fórmula é essa? Mais é sempre melhor? 

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
7 motivos para você ter menos amigos

Muita gente acha que não, e um estudo da Universidade de Oxford mostrou resultados interessantes recentemente: mulheres precisam do telefone, enquanto homens precisam de um bar para manter a amizade. Quando mudam de cidade, o ciclo de amizades diminui em 40%. E será que isso é ruim? Ser popular costuma ser sinônimo de sucesso, mas há vários motivos para a gente considerar o contrário…

1. Poupa dinheiro

Menos amigos significa menos presentes de aniversário, menos festas, menos jantares em restaurantes e menos presentes de casamento. É inegável que sua conta bancária vai sentir a diferença - de uma maneira positiva.

2. Você sabe seu papel

Quando você é adulto, os relacionamentos mudam. Não é só uma questão de gostar da outra pessoa. É questão de conhecê-la, de ser familiar. Você sabe que papel vai exercer naquele ciclo de amizades, e isso vai ser suficiente. É por isso que não havia dois Chandlers em Friends.

3. Menos papo furado

Conhecer gente nova significa um monte de papo furado até estabelecer uma amizade que dispense isso. Manter velhos (e poucos) amigos dispensa essa parte longa e vazia de um relacionamento. Ninguém gosta de papo furado, conversa de elevador, etc. e tal. E sejamos sinceros: na maioria dos casos, essas conversas terminam com você louco para incluir uma terceira pessoa que te salve daquele papo.

4. Você ouve menos

Não há nada de errado em dedicar seu tempo aos problemas de um amigo. Mas adicionar amigos significa passar mais tempo ouvindo sobre os problemas e sonhos dele. E quando você tem muitos amigos, essa parte da sua vida vai tomar um tempo precioso - que você precisaria para si mesmo.

5. Você mantém uma rotina

Trabalho e trânsito já ocupam muito do seu tempo no dia a dia, certo? Então tente não adicionar outros hábitos que lhe tomem mais tempo ainda. A rotina com os (poucos) amigos atuais já deve ser o bastante. Encontre seu grupo, encontrem algo que vocês gostam de fazer juntos e façam isso sempre. É saudável para todos.

6. Você não vai parecer uma aberração no Facebook

Quando alguém entra na sua página e vê 5 mil amigos, o que isso quer dizer sobre você? Ninguém tem 5 mil amigos. Quem vê isso tem uma grande chance de pensar uma de duas coisas: ou você é sociopata ou você não tem nenhum amigo de verdade. E nenhum dos dois casos é bom para sua imagem, né?

7. Tempo

No fim das contas, mais amigos significa mais tempo dedicado a eles (afinal, é o que bons amigos fazem) e menos para você mesmo. Se você tem um grupo menor e mais seleto deles, sobra mais tempo para correr atrás dos seus próprios objetivos e realizar coisas. Pense nisso.

Genes da infidelidade? Só os homens têm, diz a ciência

Tapa Da Pantera
há 8 meses305 visualizações

Um número que assusta: de modo geral, 1/4 das pessoas casadas são infiéis. A informação é da antropóloga e pesquisadora de comportamento humano da Universidade Rutgers, Helen Fisher. Mas por que isso, hein?

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Genes da infidelidade? Só os homens têm, diz a ciência

Segundo a especialista, algumas pessoas traem como desculpa para deixar as parceiras atuais. Outras só querem se sentir mais especiais, mais atraentes. Os motivos, enfim, são variados. Inclusive genéticos.

Segundo biólogos suecos, o rato da pradaria, único roedor monogâmico, não tem um gene particular que influencia no hormônio antidiurético. Este, por sua vez, atua no comportamento social e na motivação sexual. 

Os homens com este gene, também apelidado de “gene da infidelidade”, tiveram mais crises no casamento durante o período em que foram estudados. Homens sem este gene foram mais fiéis. E mulheres não têm este gene.  

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.