Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

'Abuso de bacon': sueco é preso por gesto racista contra muçulmanos

Tapa Da Pantera
há 7 meses638 visualizações

Aconteceu em um trem de Estocolmo e soa como piada, mas é coisa séria. Muito séria. Um homem foi preso por ofensas racistas após comer bacon diante de mulheres com o rosto coberto que pareciam muçulmanas.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
'Abuso de bacon': sueco é preso por gesto racista contra muçulmanos

O caso já ficou conhecido como “abuso de bacon” porque o cidadão mostrou pedaços de bacon de forma debochada para as mulheres (o islamismo proíbe o consumo de bacon e derivados de porco). Segundo testemunhas, o bacon nem foi o mais grave de sua atitude. Ele também falou palavrões e usou termos racistas ao se dirigir às mulheres.

Segundo o relatório policial, o homem também agiu de forma racista com outra mulher no momento em que descia do trem. Ele foi detido e agora é acusado de ódio racial. 

'Abuso de bacon': sueco é preso por gesto racista contra muçulmanos

O mais louco disso é que não foi - nem de longe - o primeiro caso de “abuso de bacon” ou de preconceito racial envolvendo derivados de porco. Neste ano, um homem britânico foi preso por dizer de forma a agressiva a muçulmanos que fossem comer bacon.

No ano passado, a Associação Muçulmana Libanesa em Sydney, na Austrália, recebeu cartões de natal contendo pedaços de bacon. Em 2015, manifestantes contra a entrada de imigrantes no país sugeriram que a cidade de Gullberg construísse um criadouro de porcos perto de um centro de refugiados para impedir a entrada de muçulmanos.

5 informações inocentes que podem revelar coisas espantosas sobre você

PrincessButtercup
há 7 meses1.5k visualizações
5 informações inocentes que podem revelar coisas espantosas sobre você
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Nessa era digital que a gente vive, nunca foi tão fácil adquirir informação sobre uma pessoa. E isso, infelizmente, inclui você, eu, todo mundo. É preciso tomar bastante cuidado com que tipo de informação a gente coloca em redes sociais e outros lugares públicos. É assustadora a quantidade de coisa que podem descobrir sobre você baseados em informações aparentemente inocentes. Quer ver?

1. Tecnologia de reconhecimento facial do Facebook à superior à do FBI

Segundo estatísticas divulgadas pelo FBI e pelo Facebook, o software de análise facial da rede social consegue identificar uma pessoa com precisão em 98% das vezes. Enquanto isso, a tecnologia do FBI tem sucesso em apenas 85% dos casos. Sabe por quê? Na maioria dos casos, o FBI só tem uma foto da pessoa em questão. O Facebook sempre tem várias. E é você que coloca essas fotos lá.

2. Comprar cuecas indica o momento da economia

Não é piada. Existe uma relação entre as compras de roupas de baixo masculinas (só as masculinas!) e o momento da economia de um país. Isso acontece porque cuecas são itens nada caros, mas são vistas por homens como aquele tipo de compra que é possível adiar. Ou seja, se o país está em crise, menos cuecas são vendidas.

3. Netflix pode revelar se você é gay

O algoritmo do Netflix levam em conta o que você vê, por quanto tempo e que avaliação você deu para cada filme. Se alguém cruzar esses dados com outros dados (por exemplo: avaliações no IMDb), é fácil identificar alguém e determinar características da pessoa como sexualidade, afiliações políticas e onde moram. Em 2009, um grupo de pesquisadores confirmou essa teoria descobrindo uma série de características de usuários do Netflix. Um desses usuários processo ou Netflix porque os dados revelaram que ela era gay - e ela nem tinha contado à família sobre isso.

4. Beijar o parceiro pode influenciar se você vai morrer num acidente de carro

Parece absurdo, mas pesquisas mostram que homens que beijam suas esposas antes de saírem de casa para o trabalho vivem mais, ganham mais dinheiro e têm 50% menos de chance de morrer em um acidente de trânsito. O que isso quer dizer? Certamente, não significa que beijar o parceiro seja algo mágico que vai melhorar sua vida. Aparentemente, quer dizer justamente o contrário: que beijar o parceiro significa que você está de bem com a vida e vai levar seu dia numa boa, com menos estresse. E isso inclui o trânsito.

5. Tomar cerveja diz que você tem mais chance de fazer sexo no primeiro encontro

Não é questão de preconceito. É, contudo, uma estatística interessante. Segundo o site OKCupid, que analisou dados de seus usuários cadastrados entre homens e mulheres de todas idades e sexualidades, o maior indicativo de sexo no primeiro encontro era responder “sim” à seguinte pergunta: “Você aprecia o gosto de cerveja?” 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.