Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

As profissões de maior sucesso no Tinder

Pilar Magnavita
há 2 anos15 visualizações

Quem ainda não desanimou do Tinder já percebeu que existe agora a opção de incluir a profissão no perfil. E a galera pirou com isso. A novidade já vem rolando há três meses e milhões de pessoas aderiram à informação, mostrando que o ganha-pão é informação pra lá de importante.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Os executivos do aplicativo ficaram tão supresos que resolveram divulgar uma lista com as profissões mais curtidas até o momento. É que existe toda uma fantasia em torno de certas ocupações. Tipo: homens pilotos de avião... o que você, amiga mulher, pensa quando eu digo isso? Tom Cruise em Top Gun? Ou aqueles sarados de jaqueta de gola de pelos e um olhar 43, né?! Pessoa comprometida com a pátria, ou melhor ainda, de uniforme... Pois "piloto" é a profissão mais curtida no Tinder nos EUA.

E entre as mulheres? Sabe aquela fantasia masculina de encontrar uma garota bacana, amorosa, carinhosa, que tem prazer em cuidar dos outros, que sabe massagear... e cuidar do corpo? Pois fisioterapeutas são as mais curtidas pelos homens! 

Isso porque as profissões são indicadores de personalidades. As pessoas têm crenças de que uma mulher engenheira, por exemplo, vai ser fria, feia, sem atrativos ou afeto... Preconceito mesmo! E que homens contadores também não são muito interessantes, porque vivem fazendo conta de terno e gravata, trancados numa sala, sem contato com as pessoas. Outro preconceito!

Duvida? Espia só a lista completa, com as profissões que colorem o universo imaginário sensual das pessoas:

As profissões de maior sucesso no Tinder

Homens:

1º) Piloto

2º) Fundador / empreendedor

3º) Bombeiro

4º) Doutor

5º) Personalidade na rádio ou na TV

6º) Professor

7º) Engenheiro

8º) Modelo

9º) Paramédico

10º) Estudante

Mulheres:

1º) Fisioterapeuta

2º) Designer de interiores

3º) Fundadora / empreendedora

4º) Assessoria de imprensa / comunicação

5º) Professora

6º) Estudante

7º) Fonoaudióloga

8º) Farmacêutica

9º) Gerente de mídias sociais

10º) Modelo

#romance #relacionamentos #trabalho #profissão #tinder

Quem pede divórcio é a mulher

Pilar Magnavita
há 2 anos33 visualizações
Quem pede divórcio é a mulher
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Dois em cada três divórcios nos Estados Unidos acontecem por iniciativa das mulheres. E isso não é uma observação simples. É dado oficial, do National Center for Health Statistics, do governo americano. Que informação curiosa, né?! Sempre imaginei que fosse algo meio a meio, de homens e mulheres, mas, aparentemente, o povo feminino anda mais infeliz com os casamentos do que os homens.

Enquanto um homem pode sair de um casamento por causa de falta de intimidade (sexo!), por ter encontrado outra mulher ou porque ele não sente que as necessidades dele já não estão sendo atendidas, uma mulher deixa o casamento por razões muito diferentes.

De acordo com uma matéria do Huffington Post, de agosto de 2015,  o pedido do divórcio tem a ver com a insatisfação do papel da esposa na relação. Isso porque o número de separações em namoros ou em relações longas vem dos dois gêneros: homens e mulheres terminam romances na mesma proporção, o que indica que o pedido de divórcio da esposa não tem a ver com intolerância a dificuldades de viver um relacionamento.

A matéria foi baseada em um estudo da Universidade de Stanford sobre divórcio:

Sabe quais são os motivos de divórcio?

#1 Falta de conexão emocional

Os homens sentem o casamento bom se o sexo está bom. As mulheres geralmente precisam sentir-se emocionalmente ligadas a seus maridos em primeiro lugar. Se na cama a coisa vai bem, mas o maridão não larga o celular depois, não tem jeito: a esposa vai sentir que não há mais vínculos importantes entre eles. Isso porque existe uma necessidade emocional dela para além da física, que precisa ser demonstrada com afeto e, especialmente, conversas. Mulheres precisam de diálogo, maridos! E isso significa ouvir e responder. Os casamentos mais bem-sucedidos mantêm esse elo de companheirismo.

#2 Diferenças sobre finanças

Há quem pense (os homens!) que a falta de grana leva uma mulher a sair de um casamento. Em parte. É verdade que quando o dinheiro não entra mais pela porta o amor sai pela janela. Mas é mais comum elas pedirem divórcio por discordarem do parceiro sobre a gestão dos recursos. Vai imaginar alguns gastos como muito importantes e outros como supérfluos de maneira totalmente diferente do marido. Ou mesmo discordar da estratégia de vida: poupar hoje e fazer uma previdência, gastar para consertar a casa para vendê-la, etc. O ponto é que os cônjuges muitas vezes não veem o dinheiro exatamente da mesma maneira e nem concordam com a estratégia a longo prazo. É importante falar abertamente sobre finanças e chegar a um consenso sobre a melhor forma de gerenciá-las. O que não dá é a inércia.

#3 Um homem que raramente está em casa ou não é envolvido com a família

Quem pede divórcio é a mulher

Essa é clássica! Se o marido é o principal provedor, ele pode acreditar que quanto mais e por mais tempo ele trabalhe, mais dedicação está demonstrando a sua família. Mas se ele trabalha até tarde na maioria dos dias e viaja muito, sua esposa pode começar a questionar se ele realmente se importa tanto assim com ela. Se há crianças envolvidas e o marido nunca está em casa, a esposa pode começar a ressentir-se e achar que estaria melhor sem ele do que no martírio sem ele. Também é comum o camarada estar presente de corpo e não de espírito. E disso a família também se ressente.

#4 Incapacidade para resolver conflitos

Quem pede divórcio é a mulher

Duas pessoas nunca vão concordar o tempo todo. Pelo contrário! É preciso ajustar as diferenças, em vez de tentar evitá-las, fugir ou se recusar a falar sobre os problemas. Mulheres não encaram bem homens que fogem dos problemas e os deixa no colo dela para resolver. De acordo com um estudo da Universidade de Michigan, um padrão particularmente tóxico à relação é quando um cônjuge lida de maneira construtiva tentando calmamente discutir a situação, ouvir o ponto de vista do parceiro, e o outro se retira, se fecha ou não possui maturidade de discutir o assunto como adulto. A melhor maneira de resolver o conflito é manter a calma, ouvir um ao outro e buscar a resolução. E não dar show de sapateado! Deixe isso para as crianças pequenas que ainda não aprenderam a expressar o que sentem.

#5 Comportamento abusivo ou controlador

Quem pede divórcio é a mulher

Em qualquer casamento, além de "nós", é preciso haver um "eu" e "você". Casamentos funcionam melhor quando duas pessoas distintas, com diferentes interesses se unem e encontram um espaço comum. O amor não é controlar o cônjuge. Por exemplo, muitas mulheres gostam de estar perto da família e amigos e caso se sintam isoladas, o conflito irá se estabelecer. A maneira mais simples de manter sua esposa feliz é fazer do seu casamento um lugar seguro para ela estar.

#6 Dupla jornada

Quem pede divórcio é a mulher

Um dos MAIORES motivos para as mulheres atualmente preferirem estar solteiras do que casadas é a dupla jornada. Quanto maior é a preguiça masculina em dividir as tarefas de casa, maior é a probabilidade do divórcio. Com a capacidade de se sustentarem, elas não estão mais levando numa boa ter que chegar do trabalho e cozinhar todos os dias da semana e limpar a casa sozinha, enquanto o maridão vê esporte na TV, joga video-game ou não larga o Facebook. Cada vez mais, as mulheres estão exigindo dos seus companheiros o verdadeiro significado dessa palavra: companheirismo!

Conversem!

#casamento #divórcio #relacionamento #amor #romance #familia

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.