Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Ciência aprova 'Lei dos 5 Segundos': vale ingerir comida que caiu no chão

Tapa Da Pantera
há 7 meses1.1k visualizações

Sabe aquele pedaço de pizza que caiu no chão com o queijo pra cima? Aquele que você pega rapidinho do chão, dá uma olhada pra ver se tem sujeira e acha que dá pra comer? Pois então… Os cientistas liberaram. Pode comer!!!

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Ciência aprova 'Lei dos 5 Segundos': vale ingerir comida que caiu no chão

A galera chama isso de “Lei dos 5 Segundos”. Há variações, mas não é isso que importa agora. O que interessa é que cientistas britânicos aprovam que é seguro comer algo que caiu no chão, desde que essa coisa não esteja coberta de sujeira e não tenha ficado no chão por muito tempo.

O professor Anthony Hilton, especialista em germes, afirma que esse pedaço de comida que você pegou do chão rapidinho não está 100% livre de risco de alguma contaminação, mas que a chance disso acontecer em tão pouco tempo é bem pequena. Ninguém deve esquentar a cabeça demais com isso.

A Lei dos 5 Segundos foi parte de uma exibição do professor Hilton para crianças chamada “Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática”. Ele enfatizou ainda que germes não são transferidos do chão para um pedaço de comida.

Maaaaaas há quem não goste desse tipo de afirmação!

O Serviço Nacional de Saúde (NHS) da Grã-Bretanha garante que a Lei dos 5 Segundos não é apoiada por nenhum tipo de ciência. O microbiólogo Ronald Cutler fez um teste derrubando pedaços de pizza, maça e torrada com manteiga em diferentes tipos de piso contaminado com uma bactéria chamada escherichia coli. Segundo o Dr. Cutler, todos pedaços recolhidos do chão estavam cobertos de germes. Sim, até os pedaços que foram pegos depois de cinco segundos.

No fim das contas, a experiência do Dr. Cutler não entra em conflito direto com a afirmação do professor Hilton. O que Hilton quis dizer é que na grande maioria dos casos, o risco é bem pequeno e ninguém deveria se preocupar demais com isso. Afinal de contas, qual a chance de você derrubar comida e pegar de volta logo em um chão contaminado com escherichia coli?

Café com biquíni: baristas provocam polêmica em rede americana

Tapa Da Pantera
há 7 meses1.1k visualizações
Café com biquíni: baristas provocam polêmica em rede americana
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Uma rede de restaurantes que servem café da manhã nos EUA apostou em um visual ousado. Suas atendentes trabalham vestindo nada além de biquínis. “A única coffee shop do Arizona com baristas vestindo biquínis”, diz o site da empresa.

O negócio vai bem. Toda manhã, homens fazem fila em frente à loja para comprar café, acompanhamentos e, claro, bater papo com a moças. O problema é que uma parte da sociedade classifica o café como machista. A dona de uma franquia, Carlie Jo (a moça da foto abaixo), que também veste biquíni, diz o contrário: “o objetivo é empoderar mulheres.”

Café com biquíni: baristas provocam polêmica em rede americana

Machista ou não, o café de Carlie Jo segue aumentando sua clientela, inclusive entre casais que, segundo a dona, não têm nada contra os vestes das baristas. Só que polêmica não termina. O prefeito de uma cidade do Arizona onde o Bikini Beans abriu uma filial tenta impor restrições.

O café não pretende recuar e segue firme à risca sua própria política: “uma mulher pode votar, ser gay, ser líder de sucesso em suas comunidades e até se candidatar à presidência. Temos o direito de trabalhar com graça, confiança e dignidade, não importa se é num paletó formal, de bata ou de biquíni.”

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.