Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Nós, que não sonhamos

PrincessButtercup
há um ano222 visualizações

O que podemos aprender com Leicester City

Nós, que não sonhamos
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Talvez você tenha ouvido alguns nomes novos no campeonato inglês, de um tal Leicester City (pronuncia-se "léster"). Nomes de jogadores que foram considerados demasiado pequenos ou demasiado lentos para outros grandes clubes. N'Golo Kanté, Jamie Vardy, Wes Morgan, Danny Drinkwater, Riyad Mahrez. Pessoas que não sonharam chegar aonde chegaram, ao levar o time a um empate com o grande Manchester United (campeão da Premier League 13 vezes) no 1º de maio. Mais ainda: não sonharam em levar o caneco do campeonato inglês, graças ao 2 a 2 entre Tottenham e Chelsea, no dia posterior.

Um time pequeno, que contratou o experiente Claudio Ranieri com o único objetivo de manter o Leicester na Premier League. Não só manteve, como fez história dos Foxes (como são conhecidos) com o primeiro título deles na Liga, desde a primeira partida do campeonato inglês em 1992. 

A garra dos caras em campo levou a torcida adversária a ovacionar o Leicester na saída do time. Não ficaria surpresa se fizessem um filme sobre eles.

E o que podemos aprender com os Foxes?

#1 Seja determinado

O Leicester City ficou conhecido nesta semana pela persistência obstinada, perseguindo a vitória com unhas e dentes, mesmo que as chances pesassem terrivelmente contra eles. Se você realmente acredita que você está fazendo a coisa certa, persista e melhore no que puder melhorar. Domine o campo, seja na mesa de trabalho ou o estúdio onde você produz, esteja lá sempre conquistando teu prêmio.

#2 Aprenda a trabalhar com o que tem

Em vez de tentar jogar da mesma forma que os grandes times, os Foxes levaram a Premier League com as estratégias que se adequam com a própria equipe. A mesma receita de sucesso aplica-se para o resto de nós . Seja o que for que você já faz bem, é provável que seja sua maior vantagem. Portanto não mude. Apenas melhore!

#3 Um dia de cada vez

Parte do sucesso dos Foxes veio por tratar cada jogo como cada vitória a ser perseguida. Um passo de cada vez. Eles não se deixaram levar pelos revezes de cada partida. Nem se ficaram displicentes com a perspectiva de sucesso. Batalhas são ganhas com pequenas conquistas. Paciência e resiliência.

#4 Encontre seus apoiadores

As pessoas sábias se cercam por aqueles que querem o melhor para elas. Estão com aqueles que as apoiam, seja nas palavras ou em gestos. Isso é importante: estar ao lado dessa galera, que te levanta e te leva para frente. E até clientes chatos, muitas vezes, fazem esse papel sem quem você se dê conta.

#5 Trabalhe com as pessoas certas

É preciso saber escalar o time, escolher as pessoas certas para realizar bem as coisas e se dar bem com a equipe, é claro! Nem sempre a pessoa mais qualificada é um bom profissional: as atitudes contam. O grupo precisa funcionar como um todo! E nem sempre o talento ou o currículo de alguém fará isso acontecer. É aquela história: a união faz a força.

----------

Por Pilar Magnavita

#carreira #profissão #leicestercity #premierleague #dicasdecarreira

Eles iam comprar um iate, mas acabaram pagando a faculdade de 26 crianças

PrincessButtercup
há um ano174 visualizações
Eles iam comprar um iate, mas acabaram pagando a faculdade de 26 crianças
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Faltavam duas semanas para o Natal, e faltava pouco para um casal da Califórnia alcançar a quantia que precisava para comprar um iate. Marty Burbank, 51 anos, e sua esposa, Seon Chun-Burbank, 43, se conheceram em um barco, ficaram noivos em outro barco e se casaram em um iate. Fazia todo sentido do mundo finalmente adquirir uma embarcação própria. Seria um iate dos sonhos.

Naquele dia, porém, o pastor fazia um sermão sobre sacrifício, e o casal mudou de ideia. O advogado e a doutora em educação, que vinham fazendo trabalho voluntário em uma escola de ensino fundamental, então, deixaram de lado o sonho de velejar. Impressionados com a dedicação da escola em preparar seus alunos para o futuro, principalmente porque o local atende criança de famílias de baixa renda, Marty e Seon tomaram uma decisão: usariam todo dinheiro poupado para pagar o ensino universitário de todas 26 crianças matriculadas no jardim da infância daquela escola californiana.

“Eu achei que o que aquela escola estava fazendo na preparação dos meninos para a faculdade era muito empolgante, mas dinheiro era um problema em potencial. Cancelei os planos de comprar o barco até que essas crianças tenham sua educação. Se eu ganhar na loteria, talvez compre um barco”, diz o advogado.

Marty Burbank já fez as contas e estima que, contando a inflação até lá, custará cerca de US$ 1,1 milhão para financiar todas as crianças em dois anos de faculdade comunitária e outros dois anos dentro de universidades no estado da Califórnia.

Eles iam comprar um iate, mas acabaram pagando a faculdade de 26 crianças

O casal sabe os benefícios que a educação de nível superior dará às crianças. Tanto Mary quanto Seon foram os primeiros de suas famílias e conseguirem diplomas universitários, e ambos tiveram ajuda financeira. Marty foi auxiliado pelas forçar armadas, e sua esposa, nascida na Coreia do Sul, recebeu ajuda de uma tia. “Sem ela, tenho 100% de certeza que não estaria aqui e não seria como sou hoje. Nem todos precisam fazer faculdade, mas o ensino superior dá muitas oportunidades e abre muitas portas”, conta Seon.

A única exigência feita pelo casal é que os alunos lhes enviem, a cada ano, um desenho ou uma redação sobre o que significará para eles completar o ensino superior e ter um diploma universitário. “Quero que as crianças imaginem como suas vidas serão como formandos. Quero que elas visualizem a cada ano o quanto suas famílias se orgulharão”, diz Marty.

----------

Por Pilar Magnavita

#gente #histórias #caridade #altruísmo

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.