Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Gente
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Suavidade sem fronteiras: mexicano cria marca Trump de… papel higiênico!

Tapa Da Pantera
há 5 meses1.7k visualizações

“Trump Paper: este, sim, apoia os imigrantes”. É com esse rótulo que um empresário mexicano espera acertar dois alvos com um tiro só: criticar a política migratória de Donald Trump e lucrar com a venda de papel higiênico em seu país.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Suavidade sem fronteiras: mexicano cria marca Trump de… papel higiênico!

Antonio Battaglia pensou em todos detalhes antes de registrar a marca. Até o logo faz piada com o penteado peculiar do presidente americano na letra “T”. O produto chegará às lojas mexicanas dentro de alguns meses.

O slogan da campanha publicitária já está pronto: “suavidade sem fronteiras”, um jogo de palavras com a polêmica ideia de Donald Trump de erguer um muro na fronteira entre Estados Unidos e México, fazendo o país vizinho pagar pela obra.

Suavidade sem fronteiras: mexicano cria marca Trump de… papel higiênico!

E o slogan nem é a única piada com a política de Trump. O verso da embalagem mostra uma pilha de rolos, enquanto o mascote afirma “este é o muro que vamos pagar.” Nas letras minúsculas, uma mensagem: “uma porcentagem da receita com este produto será destinada ao apoio dos irmãos nessa comunidade.”

Segundo Battaglia, o produto é uma resposta social e pacífica para que ninguém fique calado. Ele acredita que o povo mexicano não pode se silenciar diante de Trump. Além disso, o empresário diz que buscava um produto que o consumidor visse e dissesse “está a um preço razoável e tem uma causa social, então vou comprá-lo porque apoia uma causa justa.”

Suavidade sem fronteiras: mexicano cria marca Trump de… papel higiênico!

Ela saiu com 52 caras em um ano e agora dá 3 dicas excelentes pra quebrar o gelo

Tapa Da Pantera
há 5 meses1.1k visualizações

Entre 2011 e 2012, Emyli Lovz (pelo menos é esse o nome que ela usa profissionalmente) saiu 101 vezes com 52 homens diferentes. Era uma tentativa “científica” de abordar amor e romance, ela diz. Hoje, ela é uma dating coach, uma dessas pessoas que ajudam outras a encarar encontros e relacionamentos. E Emyli fez um texto para o Business Insider com três dicas essenciais para quebrar o gelo naquela primeira saída com uma pessoa.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Ela saiu com 52 caras em um ano e agora dá 3 dicas excelentes pra quebrar o gelo

1. Faça um aquecimento

Emyli fala de um encontro como um atleta fala de uma competição. É preciso se preparar, “aquecer”. Ela sempre recomenda que seus clientes façam uma espécia de “aquecimento social” antes de um encontro. Isso pode ser uma visita a um café para bater um papo com o barista ou ir ao mercado e puxar assunto com o caixa. É importante sair de casa pelo menos uma hora antes de um encontro. Isso ajuda a acalmar e faz você entender que conversar com uma pessoa nova não é nada assustador - não importa o tamanho de sua timidez.

2. Faça uma atividade como quebra-gelo

No seu encontro #53, Emyli participou de uma aula de jiu-jitsu com o rapaz que ela conheceu no OKCupid. Em cinco minutos de aula, os dois já estavam com o sangue bombando, liberando endorfina e - importante - em contato físico. De cara, os dois estavam rindo e se divertindo, sem precisar passar pelo “protocolar” café ou barzinho com aquele papo furado de quebra-gelo. Logo, o conselho é esse: não se feche a atividades como uma aula de dança ou uma corridinha como primeiro encontro.

3. Seja honesto

No encontro número 59 dos 101, Emyli precisou lidar com um rapaz que chegou atrasado e fez um esforço enorme para ser sarcástico e engraçado. E ficou chato. De modo geral, não é nada recomendável usar sarcasmo no primeiro encontro. Primeiro porque passa insegurança. Além disso, você não sabe como o outro vai reagir. E ninguém não precisa ser comediante para impressionar o outro, né?. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.