Luz e sombra
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Luz e sombra
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Luz e sombra
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

ARTE: para curar a ressaca da alma

Pilar Magnavita
há 2 anos4 visualizações

Tenho a teoria de que 1º de janeiro é o "Dia Mundial da Paz" para que o mundo inteiro fique bem quietinho enquanto curamos aquela ressaca de "virada" do ano, a base de boldo e café. Poucas coisas para mim fazem sentido quanto essa hipótese furada. O bom deste 2016 é que ele já começa numa sexta-feira, o que ainda nos dá dias 2 e 3 de puro descanso e tempo suficiente para renovar o corpo baqueado das festividades.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Sim, é melhor ir com calma. Eu sei que a roupa já não está entrando folgada e eventualmente a segunda-feira, dia 4, vai chegar. E ninguém quer começar o expediente no trabalho com o pé direito enfiado na jaca. Se você ficou na sua cidade, aproveite a agenda cultural local para se renovar. Tão importante quanto curar a ressaca do corpo é curar a ressaca da alma. E poucas coisas alimentam tão bem o espírito quanto a arte. Juro! Ao menos, isso é melhor do que gastar a conta de energia de casa, com ar condicionado e video game ligados.

Para ajudar na programação, a revista Zum, de fotografia, reuniu uma lista de exposições (de respeito!) em São Paulo, Rio, Curitiba, Belo Horizonte e Brasília. Vale conferir!

Destaquei abaixo os que mais me interessaram no eixo Rio-SP:

SÃO PAULO

Instituto Moreira Salles

"Alice Brill: impressões ao rés do chão", até 7 de fevereiro de 2016

Reúne cerca de 90 fotografias, além de documentos como revistas, publicações e outros materiais do olhar de Alice Brill sobre o Brasil nas décadas de 40 e 50. A fotógrafa nasceu em Colônia, na Alemanha, em 1920, e migrou para o Brasil em 1934 com sua mãe, para escapar do nazismo. A curadoria é de Giovanna Bragaglia. A imagem divulgada abaixo (Banca de jornal, Centro. São Paulo, SP - Brasil, c.1953.) faz parte do acervo do IMS (www.ims.com.br).

ARTE: para curar a ressaca da alma

Museu da Imagem e Som

"Azul", até 10 de janeiro de 2016

A mostra apresenta a série de fotos noturnas de Betina Samaia, nas regiões do Rio de Janeiro, Veneza, Monument Valley, Butão, São Paulo, Birmânia, Atacama e Nova York. A técnica de light painting de Betina me lembrou a de Renan Cepeda, para mim um dos maiores fotógrafos brasileiros de arte na atualidade. Consiste em utilizar uma lanterna para iluminar objetos que se quer destacar na foto. Curti muito o resultado da artista! O Museu da Imagem e Som funciona de terça a sexta, das 12h às 22h; sábados, domingos e feriados, das 11h às 21h. A entrada inteira é R$ 10 (http://www.mis-sp.org.br).

ARTE: para curar a ressaca da alma

Apesar de toda imagem exposta receber algum tipo de tratamento (até as de Sebastião Salgado), em geral é muitíssimo pouco para que a técnica utilizada não se estrague. Lembre-se de que o processo também é arte. E o bom fotógrafo nem precisa perder muito tempo no computador corrigindo o que não fez na hora. A light painting faz o efeito de luz no momento do clique!

Pode acreditar, Will!

Pinacoteca do Estado

"Transver – Fotografias feitas por pessoas com deficiência visual", até 3 de abril de 2016

Essa é incrível! A exposição traz fotos de dez alunos do Curso de Fotografia para Deficientes Visuais da Pinacoteca de São Paulo. Uma prova de que fotografia não é o "olhar" do fotógrafo, mas o sentimento que ele deseja expressar por meio do instrumento. Todo processo de captura das imagens foi baseado em experiências sensoriais de tato e audição, com poemas de Manoel de Barros, de trabalhos de fotógrafos contemporâneos e de visitas à Pinacoteca e seu entorno. O resultado é surpreende. A exposição é aberta ao público, de quarta-feira a segunda-feira (novo horário), das 10 às 18h (bilheteria até às 18h) e com ingresso a R$6 (inteira). (http://www.pinacoteca.org.br)

ARTE: para curar a ressaca da alma

Incrível, não?!

RIO DE JANEIRO

Museu de Arte do Rio (MAR)

"A constituição do mundo", até 31 de janeiro de 2016

Um dos espaços mais fantásticos, inaugurados recentemente na Cidade Olímpica é o MAR. Fica na beirada da Baía de Guanabara, em posição contemplativa para o recém inaugurado Museu do Amanhã. A casa entra janeiro com a exposição "A constituição do mundo" (em curso desde setembro) de Evandro Teixeira. O baiano dispensa apresentações. Um dos maiores expoentes do fotojornalismo brasileiro, Teixeira documentou o Brasil com arte, energia e seu sentimento ideológico. As imagens contam os aspectos mais marcantes da trajetória de mais de 60 anos de profissão do fotógrafo. Curadoria de Paulo Herkenhoff e Marcia Mello. O MAR abre de terça a domingo, das 10h às 17h. Os ingressos custam R$ 8. (http://www.museudeartedorio.org.br/)

ARTE: para curar a ressaca da alma

E então? Eu te desafio a sair de casa. Escolha uma das opções e depois me conte o que achou! Vou adorar saber. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.