Luz e sombra
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Luz e sombra
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Luz e sombra
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Uma dica simples vai fazer você sair muito melhor nas selfies

PrincessButtercup
há 7 meses873 visualizações
Uma dica simples vai fazer você sair muito melhor nas selfies
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Quantas vezes você já fez uma selfie, olhou o resultado e pensou “essa pessoa mal parece comigo!”? Pois é, acontece com todo mundo, e com mais frequência do que você imagina. A culpa não é sua. Quer dizer, é um pouquinho. Na verdade, a responsabilidade por essa distorção é das lentes dos smartphones. A sua parcela de culpa existe porque você nunca aprendeu a lidar com essas lentes. Mas isso vai acabar agora!

É o seguinte… Existe um negócio chamado distância focal, que é a distância entre o centro da lente e onde ela está focada. Ou seja, seu rosto vai aparecer diferente na foto dependendo da distância entre você e a câmera. O segredo é saber especificamente no seu smartphone a distância ideal para a selfie.

Uma dica simples vai fazer você sair muito melhor nas selfies

Não dá para listar aqui as distâncias focais de todas as lentes de todos os aparelhos vendidos no mundo, mas é importante que você saiba um conceito básico: quanto mais perto das bordas da foto, é maior a chance de uma parte do seu corpo ficar distorcida naquela foto. 

Um exemplo: se sua testa ficou muito perto da borda superior da tela, é certeza que você vai ficar testudo na selfie. O que fazer? Estique mais o braço, aumente a distância entre você e a câmera e… coloque seu rosto no meio de tela. Não importa se você quer uma imagem só do seu rosto. Você pode cortá-la depois. O essencial é que você fique o mais longe e o mais centralizado possível. Na colagem acima, a foto da direita é que foi produzida com maior distância entre pessoa e câmera. Além disso, note como o rosto do cidadão está centralizado na imagem.

Então é isso: 
Mais perto e menos centralizado = distorção e cara de desenho animado
Mais longe e no centro = foto real e mais atraente. 

Sem mistério, certo?

Ele diz que fotografa deuses e registra imagens incríveis com uma técnica rara

PrincessButtercup
há 7 meses748 visualizações

O japonês Nobuyuki Kobayashi fala para quem quiser ouvir: “Eu faço retratos de deuses.” Não, não é piadinha nem metáfora. Seu trabalho é inspirado pela crença do xintoísmo de que tudo na natureza contém um deus. O resultado, de fato, é fantástico. As imagens abaixo são prova disso.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Ele diz que fotografa deuses e registra imagens incríveis com uma técnica rara

Kobayashi diz que sua técnica envolve paciência e respeito. Segundo ele, “se há um deus ali, ele pode sentir algo como ‘não me importo de ser fotografado por esse cara’ “.

Ele diz que fotografa deuses e registra imagens incríveis com uma técnica rara

Nascido em 1970, o japonês se mudou para os EUA, onde aprendeu a técnica do “processo platina” de impressão, que permite tons mais escuros.

Ele diz que fotografa deuses e registra imagens incríveis com uma técnica rara

Sobre seu processo de escolha de locais para fotografar, Kobayashi diz que segue caminhando até encontrar um lugar que atrais suas emoções. “Sinto que não sou eu que encontro lugares para fotografar, mas sou levado até lá por esses lugares.”

Ele diz que fotografa deuses e registra imagens incríveis com uma técnica rara

Kobayashi revela suas fotos em papel Hosokawa, que é raro e fabricado da mesma maneira desde 1642. Ele afirma que faz isso para dar uma identidade japonesa ao seu trabalho.

Ele diz que fotografa deuses e registra imagens incríveis com uma técnica rara

Após comprar o papel, Kobayashi deixa ele secando por três a cinco anos (!!!). Só depois disso é que fica pronto para impressão.

Ele diz que fotografa deuses e registra imagens incríveis com uma técnica rara

Kobayashi usa uma câmera com um formato pouco usual: 8x10. Assim, suas fotos saem quase quadradas. 

Ele diz que fotografa deuses e registra imagens incríveis com uma técnica rara

Uma exibição dos trabalhos de Kobayashi está atualmente na Galeria Sway, em Londres. Ela se chama “Portraits of Nature: Myriads of Gods” (Retratos da Natureza: Miríades de Deuses).

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.