Pelo mundo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Pelo mundo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Pelo mundo
ic-spinner
Hikayeni paylaş
Sevdiğin hikayeleri ve yazarları bul ve takip et. İlham al, sen de kendi hikayelerini yaz. Hikayelerine arkadaşlarını davet et. Paylaş ve tüm dünyaya sesini duyur.

Como transformar sua classe econômica em uma experiência de primeira

Como transformar sua classe econômica em uma experiência de primeira
Sevdiğin konularda arkadaşlarınla işbirliği yap
Bu konuda yazmak ister misin? ▸

O sonho de todo viajante em voos longos é estar numa primeira classe. No máximo, numa executiva. A criatura tem os assentos transformados em cama totalmente reclináveis, grandes TVs, champanhe, refeições extravagantes, sanitários bidé japoneses e lanchonetes no fim do corredor. Mas a realidade é dura, meus caros. Dura e apertadinha! Com as perninhas espremidas entre uma poltrona e outra. E a comida?! Arhg!

Como transformar sua classe econômica em uma experiência de primeira

Mas você sabia que sua experiência na classe econômica não precisa ser miseravelmente penosa? Com um pouquinho de planejamento, criatividade e sorte, você pode melhorar significativamente o seu lugarzinho, a refeição, o ambiente em voo e o prazer de viajar. O Veja como, com as dicas do blog Quartz:

#1 Escolha o melhor assento de economia possível

Sabe como? A maioria dos grandes aviões tem alguns lugares especiais, com um espacinho maior para as perninhas. Algumas companhias já até cobram a mais por isso, mas as que não fazem diferença de preço, há um site maravilhoso para encontrar essas poltroninhas especiais: o SeatGuru, que oferece imagens de assentos de inúmeras companhias aéreas e avaliações de qualidade para os lugares. Isto inclui se um banco tem um excedente (ou falta) de espaço para as pernas, se não há janelinha naquele lugar, se serve para quem é extraordinariamente alto, se tem uma tomada de energia ou quaisquer outras peculiaridades. Sério!

Alexandre Cossenza​ usa muito!

#2 Planejar o ambiente

O segundo passo é planejar o tudo o que vai precisar durante o voo. Para mim, isso significa uma roupa confortável, casaco, meias e uma blusa para calor (talvez chinelos), telefone cheio de música, tablet cheio de filmes, jogos e livros, balas, água, biscoitinho quebra-galho... como se eu fosse uma criança! Certifique-se de levar um BOM fone de ouvido anti-ruído.

#3 Melhore as refeições

Previna-se e previna seu estômago! Algumas vezes a comida do avião é uma grata surpresa, mas isso é tipo nunca, né?! Uma maneira de ter uma boa refeição no voo é gastar um cadinho antes de embarcar comprando algum lanche que você curta: um sanduíche, saladeira, biscoito, pãozinho de queijo... algo que venda já no embarque, sabe?

AH! E evite álcool em voos longos. Você vai desidratar, inchar, talvez até passar mal do estômago. E isso não é legal.

A melhor parte da refeição de classe executiva e primeira classe é sobremesas como o sorvete. Loosho! Leve um micro isopor na mala de mão, porque se tiver um McDonald's ou uma lanchonete no embarque, dá para ir lá e comprar um sundae. Vai dar invejinha nos outros passageiros.

#viagem #viagemcomclasse #avião #voo #classeexecutiva #primeiraclasse

E se a gente pudesse dar a volta ao mundo de trem?

E se a gente pudesse dar a volta ao mundo de trem?
Sevdiğin konularda arkadaşlarınla işbirliği yap
Bu konuda yazmak ister misin? ▸

E seu eu dissesse que sim, a gente pode! Ao menos em tese. E não exatamente a volta ao mundo todo, mas em um bom bocado dele. Elaborado pela única empresa brasileira que trabalha com o booking de viagens de trens, a TT Operadora, o projeto “Volta ao Mundo de Trem” é algo realmente único. São 35 dias, sete trens, três continentes e 15 cidades. O roteiro começa em Lisboa, atravessa a Europa e é interrompido no extremo leste da Rússia (em Vladivostok, aquele território do jogo War, lembram?) para cruzar o Pacífico de avião até os Estados Unidos. A parada final é Nova York. São 18 mil quilômetros sobre trilhos!

E se a gente pudesse dar a volta ao mundo de trem?

O roteiro levou nada menos que dois anos para ficar pronto, segundo os idealizadores. Tudo isso para acertar toda a logística da viagem.

E se a gente pudesse dar a volta ao mundo de trem?

O viajante terá 13 paradas, onde ficará hospedado em hotéis de quatro e cinco estrelas. As cidades são Lisboa, Paris, Moscou, Ekaterimburgo, Novosibirsk, Irkutsk, Khabarovsk, Vladivostok, Vancouver, Kamloops, Lake Louise, Toronto e Nova York.

Na rota, será possível pegar o Trasnsiberiano e passar pelas paisagens dos Montes Urais e o lago Baikal, além do Expresso Paris-Moscou. Todos os trens terão vagões reservados para o grupo do pacote.

A primeira saída está marcada para 24 de agosto, em Lisboa. Os viajantes serão acompanhados por uma equipe composta por um guia turístico brasileiro e guias locais para cada cidade que houver parada.

Sem querer te desanimar, mas já desanimando....

A volta ao mundo de trem na categoria gold sai, por pessoa, 42,920 mil euros, cerca de R$ 190 mil. Já na categoria silver, a viagem custa 39,245 mil euros (R$ 173 mil). Os valores incluem 13 noites de acomodação a bordo dos trens, 20 noites de hospedagem em hotéis, 77 refeições, trecho aéreo da Rússia para o Canadá, jantar de boas-vindas e de encerramento e vários outros serviços. O bilhete aéreo do Brasil até Lisboa e de Nova York para o Brasil não está incluso no pacote. Taxas aeroportuárias, vistos, impostos e seguro de viagem internacional também não fazem parte do pacote.

Ou "seje", amigos... fica no sonho, né?!

#viagem #trem #férias #voltaaomundo

Hikayeyi okudun
Story cover
tarafından yazıldı
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.