Pelo mundo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Pelo mundo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Pelo mundo
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

E se a gente pudesse dar a volta ao mundo de trem?

Pilar Magnavita
há 2 anos8 visualizações
E se a gente pudesse dar a volta ao mundo de trem?
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

E seu eu dissesse que sim, a gente pode! Ao menos em tese. E não exatamente a volta ao mundo todo, mas em um bom bocado dele. Elaborado pela única empresa brasileira que trabalha com o booking de viagens de trens, a TT Operadora, o projeto “Volta ao Mundo de Trem” é algo realmente único. São 35 dias, sete trens, três continentes e 15 cidades. O roteiro começa em Lisboa, atravessa a Europa e é interrompido no extremo leste da Rússia (em Vladivostok, aquele território do jogo War, lembram?) para cruzar o Pacífico de avião até os Estados Unidos. A parada final é Nova York. São 18 mil quilômetros sobre trilhos!

E se a gente pudesse dar a volta ao mundo de trem?

O roteiro levou nada menos que dois anos para ficar pronto, segundo os idealizadores. Tudo isso para acertar toda a logística da viagem.

E se a gente pudesse dar a volta ao mundo de trem?

O viajante terá 13 paradas, onde ficará hospedado em hotéis de quatro e cinco estrelas. As cidades são Lisboa, Paris, Moscou, Ekaterimburgo, Novosibirsk, Irkutsk, Khabarovsk, Vladivostok, Vancouver, Kamloops, Lake Louise, Toronto e Nova York.

Na rota, será possível pegar o Trasnsiberiano e passar pelas paisagens dos Montes Urais e o lago Baikal, além do Expresso Paris-Moscou. Todos os trens terão vagões reservados para o grupo do pacote.

A primeira saída está marcada para 24 de agosto, em Lisboa. Os viajantes serão acompanhados por uma equipe composta por um guia turístico brasileiro e guias locais para cada cidade que houver parada.

Sem querer te desanimar, mas já desanimando....

A volta ao mundo de trem na categoria gold sai, por pessoa, 42,920 mil euros, cerca de R$ 190 mil. Já na categoria silver, a viagem custa 39,245 mil euros (R$ 173 mil). Os valores incluem 13 noites de acomodação a bordo dos trens, 20 noites de hospedagem em hotéis, 77 refeições, trecho aéreo da Rússia para o Canadá, jantar de boas-vindas e de encerramento e vários outros serviços. O bilhete aéreo do Brasil até Lisboa e de Nova York para o Brasil não está incluso no pacote. Taxas aeroportuárias, vistos, impostos e seguro de viagem internacional também não fazem parte do pacote.

Ou "seje", amigos... fica no sonho, né?!

#viagem #trem #férias #voltaaomundo

Temos mais um motivo para ir à Cidade Imperial em abril: uma feira literária

Pilar Magnavita
há 2 anos4 visualizações
Temos mais um motivo para ir à Cidade Imperial em abril: uma feira literária
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Acordei nesta manhã com uma linda notícia: Petrópolis realizará a primeira feira literária da Região Serrana do Rio, no Museu Imperial, entre 15 e 17 de abril. A intenção do Instituto Oldemburg de Desenvolvimento e do Museu, organizadores do festival, é reunir autores nacionais para debates do universo literário brasileiro atual nos diferentes estilos.

Viva!

Temos mais um motivo para ir à Cidade Imperial em abril: uma feira literária

A Flisi vai receber autores nacionais como a escritora Nélida Piñon, que abrirá os debates na estreia do evento. E, no terceiro dia, quem dará o tom das atividades é o dramaturgo Aguinaldo Silva, com o debate na mesa “A pesquisa histórica na dramaturgia”.

Temos mais um motivo para ir à Cidade Imperial em abril: uma feira literária

A expectativa dos organizadores é atrair profissionais literários e visitantes de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro para a Cidade Imperial. Serão organizadas pequenas feiras gastronômicas no centro da Cidade Imperial e curtas apresentações teatrais públicas.

Quem estiver procurando hospedagem no centro da cidade, recomendamos o Solar do Império, com diárias que beiram os R$ 600, mas que incluem um luxo só!

Temos mais um motivo para ir à Cidade Imperial em abril: uma feira literária

Também há o Grande Hotel Petrópolis, a poucos metros do Museu Imperial e com diárias a partir de R$ 350. Muito bem avaliado pelos visitantes cariocas.

Temos mais um motivo para ir à Cidade Imperial em abril: uma feira literária

http://grandehotelpetropolis.com.br/

Também recomendo a Pousada Monte Imperial, localizada em uma subida atrás do Museu e que é muito charmosinha. As diárias beiram os R$ 400, mas as acomodações e serviços são muito bons. Vale o preço para um fim de semana delicioso.

Temos mais um motivo para ir à Cidade Imperial em abril: uma feira literária

Há outra, dos mesmos donos, na Avenida Köeler, bastante central e sem necessidade de carro, também na faixa dos R$ 400.

Temos mais um motivo para ir à Cidade Imperial em abril: uma feira literária

E não posso me esquecer do concorridíssimo Casablanca, com hospedagem AO LADO do Museu Imperial (Casablanca Imperial)...

Temos mais um motivo para ir à Cidade Imperial em abril: uma feira literária

 ... um mais econômico no centro à Rua Dezesseis de Março (Casablanca Palace), e também na Avenida Köeler (Casablanca Koeler).

Temos mais um motivo para ir à Cidade Imperial em abril: uma feira literária

Para os viajantes que abrem mão do luxo, recomendamos o Hostel Petrópolis, no centro e um pouco mais distante do Museu. Diárias a partir de R$ 150 no fim de semana.

Temos mais um motivo para ir à Cidade Imperial em abril: uma feira literária

E o Hostel 148, por preços módicos, no centro também, com uma boa caminhadinha até o Museu. O povo jovem gosta muito! Mas a hospedagem não aceita menores de 18 anos.

Temos mais um motivo para ir à Cidade Imperial em abril: uma feira literária

Agora é só fazer a reserva!

Quer mais dicas sobre a Cidade Imperial? É só clicar no link:

#viagem #riodejaneiro #feiraliterária #flisi #serrafluminense #regiãoserrana #petropolis #petrópolis #livros #circuitoliterário

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.