Pelo mundo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Pelo mundo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Pelo mundo
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Sete destinos europeus baratos, para ignorar o câmbio nessas férias

Pilar Magnavita
há 2 anos5 visualizações

A coisa anda difícil para os viajantes. Está nos jornais, está nos juros do cartão, está no dólar impraticável e está até no passaporte, com o risco de sairmos do Brasil e não poder voltar porque o país acabou. No entanto, viajante que é viajante não se aquieta num lugar só. Faz parte da natureza dessa raça enfrentar qualquer impeditivo para se lançar no mundo! Seja com o euro a R$ 4 ou a passagem aérea por R$ 4 mil: nosso negócio é viajar!

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

A gente sempre encontra saídas para essas situações financeiras. Fora do eixo América Latina, que é um dos melhores lugares para viajar com pouca grana, temos alguns destinos europeus que também valem muito a pena. Com apenas R$ 200 você fica de boa nesses sete países imperdíveis:

#1 Portugal

Sete destinos europeus baratos, para ignorar o câmbio nessas férias

Para conseguir economizar e se divertir em Lisboa é preciso contar com alguns aliados. O principal deles é o Lisboa Card, que pode ser adquirido no aeroporto logo que chegar. Ele dá acesso gratuito a toda a malha de transporte público (ônibus, bondes, elevadores, metrô e o transporte de ida e volta para Sintra e Cascais) e ainda permite entrada livre em muitos monumentos e museus. Em alguns casos, oferece desconto em restaurantes. Como são três dias na cidade, o cartão que cobre 72 horas (39 euros/adulto, 20 euros/criança) é a melhor opção. Comer em Portugal também não é caro. O Taverna Imperial, por exemplo, é um restaurante tradicional e antigo da capital portuguesa, maravilhoso, onde se come uma caldereta de bacalhau por 6 euros. A maior parte dos restaurantes vai cobrar uma média de 12 euros por refeição.

Sugestão de roteiro de 10 dias em Portugal: Lisboa (3), Sintra (1 – Bate-volta a partir de Lisboa), Coimbra (1), Serra da Estrela – Belmonte, Manteigas, Linhares -(1 Bate-volta a partir de Coimbra), Porto (3), Aveiro (1 – Bate-volta a partir de Porto).

#2 Espanha

Sete destinos europeus baratos, para ignorar o câmbio nessas férias

Com exceção de Barcelona, é possível gastar até 40 euros por dia nas cidades espanholas. Os hostals, espécie de pousadinhas, são muito baratos e confortáveis. O Hostal Oliver e o La Jerezana em Madri, por exemplo, têm quartos simples para duas pessoas e com banheiro privativo. Saem por menos de 30 euros nessas duas opções, o casal, com pequenas variações dependendo da época do ano. Ou seja, para quem viaja acompanhado, a diária custa menos de 15 euros por pessoa.

Também é possível achar restaurantes baratos. Sem contar que os bares servem pequenos tapas junto com a bebida pedida. Uma refeição honesta está na casa dos 10 euros.

Sugestões de roteiro 10 dias pela Espanha: Madrid (4), Córdoba (2), Sevilla (3), Granada (2), Toledo (1).

#3 Bulgária

Sete destinos europeus baratos, para ignorar o câmbio nessas férias

Nunca fui a Bulgária, mas meus amigos dizem que é uma viagem imperdível. Gasta-se em torno de 35 euros por dia, entre quartos privativos e coletivos. Esse valor ainda d´apara encaixar uma cervejinha e refeições em restaurantes bons e modestos. Bulgária é um dos países mais antigos do mundo e tem cidades charmosas e que ainda não foram tomadas por hordas de turistas. A moeda lá é o Lev e vale a metade de um euro.

Sugestão de roteiro de 10 dias na Bulgária: Sofia (3 dias), Monastério de Rila (1), Plovdiv (3), Bachkovo (1 dia – Bate volta de Plovdiv), Veliko Turnovo (2).

#4 Romênia

Sete destinos europeus baratos, para ignorar o câmbio nessas férias

Ainda fora da zona euro, a Romênia é muito mais barata do que a Europa Ocidental. Em Bucareste, um bom hotel custa 50 euros o casal. No interior (Transilvânia), a média desce para uns 30 euros. Come-se bem com 13 euros por cabeça. E quem quiser economizar, ficando em pousadinhas mais simples e comendo em restaurantes baratos, pode gastar até a metade. Além da capital, Bucareste, que é super animada e bonita, a Transilvânia é incrível, com seus castelos, paisagens de montanhas e casinhas coloridas. Por lá, circula o Leu, num câmbio de quatro para um euro.

Sugestão de roteiro de 10 dias na Romênia: Bucareste (3 dias), Snagov (1 – No caminho entre Bucareste e Brasov), Brasov (5 dias), Sinaia (1 dia- Bate volta de Brasov), Bran e Rasnov (1 – Bate volta de Brasov), Sighişoara (1 – Bate volta de Brasov), Sibiu ou Cluj-Napoca (2 dias).

#5 Hungria

Sete destinos europeus baratos, para ignorar o câmbio nessas férias

A moeda da Hungria é o florint (HUF) e é desvalorizada em relação ao euro (315 florints dão um euro apenas). E por isso as coisas são bem baratinhas! Em Budapeste vale conferir o distrito judeu e os pubs em ruínas.

Quarto para duas pessoas em hotel básico: 52 euros

Refeições em restaurante simples: 7 euros

Transporte público: 5,32 euros

Principal atração paga (Bastião dos Pescadores): 2,26 euros

Total por pessoa: 40,58 euros por dia

Sugestão de roteiro de 10 dias pela Hungria: Budapeste (5 dias), Lago Balaton (2), Esztergom (2), Szentendre (1).

#6 República Tcheca e Eslováquia

Sete destinos europeus baratos, para ignorar o câmbio nessas férias

Esses dois países já foram um só por um período. Compartilham culturas, têm idiomas semelhantes e são interessantes e baratinhos. E são lugares ideais para tomar muita cerveja. A moeda na República Tcheca é a Coroa Tcheca: cada euro dá 24 coroas. A Eslováquia já adotou o euro. Nos hotéis nos dois países gasta-se cerca de 35 euros o casal por dia e a comida, cerca de 10 euros.

Sugestão de roteiro de 10 dias pela República Tcheca e Eslováquia: Bratislava (2 dias), Devín e Trencin (1 dia), Praga (4 dias), Cesky Krumlov (2 dias), C. Budějovice (1 dia).

#7 Grécia

Sete destinos europeus baratos, para ignorar o câmbio nessas férias

País da zona euro. Ainda! E um dos lugares mais belos no mundo, na minha humilde opinião. Não foi à toa que os gregos inventaram um panteão de deuses para explicar tanta belezura num lugar só. Dá para alugar um apartamento excelente no coração de Atenas por 50 euros a diária e gastar uns 7 euros em uma refeição popular.

Não se engane: dessa lista aqui é o país mais caro. é o país mais caro, mas dá para fazer com até 55 euros por dia. É preciso evitar os meses de julho e agosto e abrir mão de ilhas caras, como Mykonos. E, ainda, reservar tudo com muita antecedência. Mas tudo isso vale a pena. A Grécia é incrível, seu povo simpático, comida deliciosa e preços que cabem sim no bolso dos econômicos.

Você pode pegar mais dicas com o 360Meridianos:

#viagem #viagembarata #destinoseuropeus #roteirodeferias

O maravilhoso mundo do Airbnb dos milionários

Pilar Magnavita
há 2 anos2 visualizações

Que rico não se mistura, isso a gente sabe. Por isso vários tomam remédios contra a solidão. Para eles há uma gama de serviços e até de redes sociais exclusivíssimos, que somente quem é do círculo seleto tem passe livre para transitar. Mas o que a gente não sabia era da existência de um tipo de Airbnb só para os milionários. Isso é a novidade! Ao contrário do site popular no nosso meio mais humilde, o Home requer que o usuário tenha uma propriedade tipo... mansão trilhardária para poder se hospedar em outras mansões do mesmo naipe.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

O Home é um clube privado para proprietários de casas de luxo, com padrões igualmente de qualidade. Estamos falando aqui de serviço de concierge, mordomos e todo tipo de criadagem no valor do aluguel. A ideia é fazer um clubinho de swing de casas e ninguém se sente temeroso de ver a propriedade arruinada porque sabe que os membros que são hóspedes também serão anfitriões. Essa é a regra!

Dá para alugar um chalé de sete quartos, na humildade, para uma estadia tranquila e super bucólica na Inglaterra...

O maravilhoso mundo do Airbnb dos milionários

Ou levar as crianças para a Disney e ficar hospedado numa casinha simplória junto a um lago, apenas para garantir o conforto da família depois de dias inteiros de muita atividade. Essa piscina, aliás, é fundamental para relaxar depois de um dia assim.

O maravilhoso mundo do Airbnb dos milionários

E é absolutamente impossível ir à França e não ficar hospedado em um château de 13 quartos do século XVI, inteiramente reformado, em Crozon su Vauvre, no coração do país. Uns minutinhos só de distância de Paris, de helicóptero. Dá para ir fazer compras e voltar sem problemas. Só não vou me hospedar lá porque a agenda já está cheia com outros compromissos em outros lugares do mundo. Tipo Petrópolis, no Rio de Janeiro.

O maravilhoso mundo do Airbnb dos milionários

Há sempre outras opções na França, para outros gostos também. Como esse petit château de Monferrier em St. Geyrac, na Aquitânia. Um mimo!

O maravilhoso mundo do Airbnb dos milionários

Mas estamos pensando nessa simplória casinha em Loggos, na Grécia. Mais pelo lance da praia particular, porque não curtimos muito paparazzi. Por isso saímos do Leblon há um par de anos. Nesse cafofo rústico, temos seis quartos para nosso descanso, com muita privacidade e conforto.

O maravilhoso mundo do Airbnb dos milionários

É claro que Turks and Caicos também pode ser uma excelente opção, até com mais opções de entretenimento! Não seria mal se hospedar numa casinha de praia simples, de apenas quatro suítes, para momentos particulares de descanso e lazer, com deck privativo sobre o mar e piscina.

O maravilhoso mundo do Airbnb dos milionários
O maravilhoso mundo do Airbnb dos milionários
O maravilhoso mundo do Airbnb dos milionários

É que nem todo mundo gosta de praia. E nem todos curtem essa atmosfera da Perugia, no norte da Itália. Alguns acham monótono demais.

O maravilhoso mundo do Airbnb dos milionários

Mas é claro que sempre teremos Paris!

O maravilhoso mundo do Airbnb dos milionários
O maravilhoso mundo do Airbnb dos milionários

#milionários #viagem #primeiraclasse #destinos #alugueldetemporada

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.