Pelo mundo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Pelo mundo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Pelo mundo
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Viena: o melhor lugar do mundo para se viver

Pilar Magnavita
há 2 anos5 visualizações
Viena: o melhor lugar do mundo para se viver
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Viena. Capital da Áustria, lar de 1,8 milhões de pessoas e eleita a cidade com maior qualidade de vida no mundo, de acordo com a pesquisa 18th Mercer Quality of Lifedo instituto de pesquisa Mercer. O estudo, realizado anualmente, pesquisou 39 aspectos como condições econômicas, sociais, saúde, educação, habitação e meio ambiente de 230 cidades no mundo e é usado por grandes empresas para avaliar onde devem localizar e quanto eles devem pagar pessoal.

Viena continua o seu reinado na primeira posição para a qualidade de vida, seguida (no mapa abaixo) de Zurique (Suíça), Auckland (Nova Zelândia) e Munique (Alemanha) . A quinta melhor cidade, Vancouver (Canadá), tem os níveis de qualidade de vida mais alto na América do Norte. E você achando que era Nova York, hein?!

Viena: o melhor lugar do mundo para se viver

A lista das piores cidades do mundo para se viver, no ranking da Mercer, é encabeçada por Bagdá (Iraque). Mais até do que Damascos (Síria), que é o 7º pior lugar para morar. Bangul (República Central Africana), Sana'a (Iêmen), Porto Príncipe (Haiti), Khartoum (Sudão) e N'Djamena (Chad) separam a capital síria da cidade iraquiana.

Se bateu aquela vontade de morar em Viena, mas isso ainda não deu pra ti, então, ao menos, prepare-se para uma viagem bacana! A passagem aérea pode até pesar no orçamento, mas com um pouquinho de planejamento, dá para ir e curtir muito essa cidade tão linda, que só o passeio de tomar café na cidade é considerado um patrimônio cultural da humanidade pela Unesco! É verdade, gente!

Para muitos visitantes, as atrações de Viena são a história fascinante, que está visível só de caminhar pelo centro da cidade, passando pela catedral Stephansdom e o palácio Hofburg, e ao longo da avenida Ringstrasse. Como a maioria dos museus, igrejas e lojas estão dentro dessa área, vale a pena descobrir esses locais a pé com um par de pausas entre em um dos inúmeros cafés de rua.

Passear ao longo da avenida Ringstrasse, a partir Staatsoper (Ópera de Viena) para Rathaus (Prefeitura), é uma das melhores maneiras de entender o status de Viena antes da queda do império austro-húngaro em 1918. Ele reflete a posição de Viena, na época, como um dos maiores e mais importantes capitais do mundo. A capital do império era o centro cultural e científico do mundo, na segunda metade do século XIX. Há poucos traços medievais que restaram.

Na Ringstrasse, que circunda toda a parte central (Belo Horizonte até que tentou fazer isso, mas não deu muito certo), é possível conhecer a Ópera de Viena, o museu de artes Kunsthistorisches, o Parlamento, o teatro Burgtheater, a Prefeitura Rathaus, a Universidade de Viena (localizado em frente das poucas seções da muralha original da cidade).

Viena: o melhor lugar do mundo para se viver

A Ópera de Viena é lindíssima e vale ir a uma apresentação porque só os melhores do mundo se apresentam lá.

Viena: o melhor lugar do mundo para se viver

Vale a pena se hospedar nessa região mais central. Hotéis como o Ibis Wien City e o Schani Wien costumam ter bons preços de diárias e um bom serviço.  E é claro, por um preço bom também há o Hilton Vienna Danube Waterfall, às margens do Danúbio.

Viena: o melhor lugar do mundo para se viver

O rio, aliás, é um dos charmes da cidade. Há a possibilidade de fazer um passeio pelas águas vienenses, a bordo de um dos inúmeros barcos de passeio sobre o Danúbio. As atrações são lindas! Especialmente para os amantes da estética e arquitetura.

Viena: o melhor lugar do mundo para se viver

Lugar incrível, não?!

Viena: o melhor lugar do mundo para se viver

#viagem #viena #europa #qualidadedevida

Como transformar sua classe econômica em uma experiência de primeira

Pilar Magnavita
há 2 anos4 visualizações
Como transformar sua classe econômica em uma experiência de primeira
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

O sonho de todo viajante em voos longos é estar numa primeira classe. No máximo, numa executiva. A criatura tem os assentos transformados em cama totalmente reclináveis, grandes TVs, champanhe, refeições extravagantes, sanitários bidé japoneses e lanchonetes no fim do corredor. Mas a realidade é dura, meus caros. Dura e apertadinha! Com as perninhas espremidas entre uma poltrona e outra. E a comida?! Arhg!

Como transformar sua classe econômica em uma experiência de primeira

Mas você sabia que sua experiência na classe econômica não precisa ser miseravelmente penosa? Com um pouquinho de planejamento, criatividade e sorte, você pode melhorar significativamente o seu lugarzinho, a refeição, o ambiente em voo e o prazer de viajar. O Veja como, com as dicas do blog Quartz:

#1 Escolha o melhor assento de economia possível

Sabe como? A maioria dos grandes aviões tem alguns lugares especiais, com um espacinho maior para as perninhas. Algumas companhias já até cobram a mais por isso, mas as que não fazem diferença de preço, há um site maravilhoso para encontrar essas poltroninhas especiais: o SeatGuru, que oferece imagens de assentos de inúmeras companhias aéreas e avaliações de qualidade para os lugares. Isto inclui se um banco tem um excedente (ou falta) de espaço para as pernas, se não há janelinha naquele lugar, se serve para quem é extraordinariamente alto, se tem uma tomada de energia ou quaisquer outras peculiaridades. Sério!

Alexandre Cossenza​ usa muito!

#2 Planejar o ambiente

O segundo passo é planejar o tudo o que vai precisar durante o voo. Para mim, isso significa uma roupa confortável, casaco, meias e uma blusa para calor (talvez chinelos), telefone cheio de música, tablet cheio de filmes, jogos e livros, balas, água, biscoitinho quebra-galho... como se eu fosse uma criança! Certifique-se de levar um BOM fone de ouvido anti-ruído.

#3 Melhore as refeições

Previna-se e previna seu estômago! Algumas vezes a comida do avião é uma grata surpresa, mas isso é tipo nunca, né?! Uma maneira de ter uma boa refeição no voo é gastar um cadinho antes de embarcar comprando algum lanche que você curta: um sanduíche, saladeira, biscoito, pãozinho de queijo... algo que venda já no embarque, sabe?

AH! E evite álcool em voos longos. Você vai desidratar, inchar, talvez até passar mal do estômago. E isso não é legal.

A melhor parte da refeição de classe executiva e primeira classe é sobremesas como o sorvete. Loosho! Leve um micro isopor na mala de mão, porque se tiver um McDonald's ou uma lanchonete no embarque, dá para ir lá e comprar um sundae. Vai dar invejinha nos outros passageiros.

#viagem #viagemcomclasse #avião #voo #classeexecutiva #primeiraclasse

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.