Pequerruchos
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Pequerruchos
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Pequerruchos
ic-spinner
У каждого есть своя история
Находите лучшие истории и интересных людей. Вдохновляйтесь ими и начинайте писать самостоятельно либо вместе с друзьями.

5 livros infantis sobre respeito ao próximo

Pilar Magnavita
2 года назад653 просмотров
5 livros infantis sobre respeito ao próximo
Рассказывайте о том, что вы любите, вместе с друзьями
Стать соавтором ▸

Pais e mães sabem a batalha que é educar os filhos. Estabelecer com eles um sistema de valores e crenças não lá coisa que um mortal como qualquer um de nós sabe como fazer. A gente sabe que é tarefa hercúlea. Nós mesmo parecemos ter tantas certezas no Facebook, mas na intimidade do lar, quando os pequenos desafiam nossos paradigmas, tropeçamos nos nossos próprios conceitos das coisas. Mas isso é a maravilha de ter um filho: eles nos desafiam a sermos pessoas melhores.

E como podemos estimular ainda mais esse gérmen divino de curiosidade e ânsia por aprender o mundo à volta que habita os coraçõeszinhos desses pequerruchos?

Na minha opinião (acho que um tanto óbvia), o caminho está na educação. O uso de atividades e a introdução de leitura educativa na primeira infância é fundamental para que a criança sustente sob bases positivas e sólidas um adolescente questionador e rebelde, para depois encontrar suas certezas (que têm raízes lá na infância) como um adulto capaz de construir coisas belas ao redor de si. Sim, esse é o objetivo, né?!

Nesse processo, valemos de jogos, brincadeiras, exemplos (principalmente isso!) e livros! Selecionei aqui alguns títulos magníficos, atuais ou não, com histórias maravilhosas (reais ou não) sobre o respeito ao próximo e a importância da convivência pacífica. Cada um tem sua própria faixa etária.

Espia só:

1) Flicts

5 livros infantis sobre respeito ao próximo

Um dos meus autores infantis prediletos, Ziraldo conta a história de Flicts, uma cor que busca seu lugar no mundo. É uma narrativa super sensível e fácil, sobre a serena luta de quem não se sente parte da sociedade e o trabalho resiliente para ser respeitado e reconhecido com igualdade entre os de sua espécie. Indicado para crianças entre cinco e 10 anos, um dos golaços da editora Melhoramentos.

2) O nascimento de Celestine

5 livros infantis sobre respeito ao próximo

Da escritora bela Gabrielle Vincent (1928-2000), criadora da série de álbuns ilustrados Ernest e Celestine, "O nascimento de Celestine" narra a história de como Ernest, um urso solitário e de bom coração, e a ratinha Celestine se tornaram inseparáveis companheiros. A cuidadosa seleção de palavras é realçada por ilustrações singelas a pincel em tons sépia, criando uma atmosfera de lirismo e poesia. É da editora 34, própria para crianças entre 7 e 12 anos. A série Ernest e Celestine" virou animação pelo estúdio 352 e disputou o Oscar de melhor animação em 2014. Perdeu para Frozen (bleh!).

3) Malala. A menina que queria ir para a escola

5 livros infantis sobre respeito ao próximo

É um livro sobre a história da ativista paquistanesa Malala Yousafzai, destinado ao público infantil, da jornalista Adriana Carranca. Ela praticamente escreveu uma reportagem sobre a menina, para uma linguagem que as crianças conseguissem compreender. Papais e mamães mais preocupados com o universo lúdico dos seus pequerruchos podem dar uma conferida, mas de maneira sutil Adriana apresenta os problemas enfrentados por mulheres em culturas de desigualdade de gêneros e a dura realidade do Vale do Swat. A narrativa empodera as meninas e ensina como a coragem é importante para lutar pelos próprios direitos. Indicado para crianças entre 6 e 12 anos. É da editora Companhia das Letrinhas.

4) A Bela Desadormecida

5 livros infantis sobre respeito ao próximo

É a história clássica da Bela Adormecida, mas adaptada para os dias de hoje, com características bem mais reais e feministas. O autor Frances Minters nos apresenta a menina Belinha, que, quando nasceu, foi amaldiçoada por uma bruxa. O feitiço dizia que, ao completar 14 anos, a menina seria picada no dedo e, nesse instante, ela e todos os que estivessem por perto dormiriam um século. Os pais de Bela passaram catorze anos evitando que a filha se aproximasse de objetos pontudos ou cortantes. O livro tem um interessantíssimo plot twist (virada na trama), com a doçura dos contos de fada.

5) Tudo bem ser diferente

5 livros infantis sobre respeito ao próximo

Do escrito Todd Parr e sucesso americano, "Tudo bem ser diferente" mostra que ninguém é igual a ninguém e que isso é normal. A história trabalha com as diferenças de cada um de maneira divertida, simples e completa, alcançado o universo infantil e trabalhando com assuntos que deixam os adultos de cabelos em pé, como adoção, separação de pais, deficiências físicas, preconceitos raciais.  Tudo isso abordado com muita simplicidade e serenidade. Bom livro da Panda Books. Indicado para crianças a partir dos seis anos.

Quer mais opções? O Brasil Post selecionou alguns títulos muito legais para você ler com seus pequerruchos e fazer da hora da história um momento muito legal para transmitir valores importantes na formação do seu filhote.

Picolé de leite materno!

Pilar Magnavita
2 года назад306 просмотров

Nem bem o ano começou e a meteorologia já nos deu uma notícia nada feliz: teremos um verão 4ºC mais quente do que os anteriores. Chega a dar gastura só de pensar em sair do ar condicionado pelos próximos três meses, pelo menos. E se nós sofremos com calor, o que dirão os pequerruchos, sapecas, elétricos, que ninguém ainda descobriu onde fica o (raios!) de botão de "liga e desliga".

Рассказывайте о том, что вы любите, вместе с друзьями
Стать соавтором ▸

Aí vem o santo Catraquinha e nos dá uma ótima dica para os bebês: 

Sim! Picolé de leite. Materno

A novidade não é nova e ganhou o mundo infantil depois dessa matéria do G1, Oh! Espia só:

A administradora Adriana Osshiro resolveu congelar o próprio leite em forminhas de picolé. Segundo ela, seu filhote ficava muito irritado com as cruéis temperaturas que fazem em Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. Gente, meu marido é de Ladário (MS) e confirma que é o inferno na Terra oito meses por ano.

O bebê de Adriana, que tinha oito meses na época, amou a novidade da mamãe. E a onda se espalhou pela região, até ganhar o Brasil inteiro em 2011 com a matéria do G1. A criativa mamãe explica que o geladinho também foi um poderoso aliado na dentição do filho. Aliviava a dor e o nervoso na gengiva.

Essa receita não tem segredo, mamães! Para fazer cada picolé, coloca-se cerca de 50 mililitros de leite em uma forminha caseira já higienizada, própria para o sorvete no palito. Depois disso, é só colocar no congelador. Para retirar o leito do peito, você já sabe, né?! Bombinhas manuais ou elétricas (que são muuuuuuuito melhor) fazem o trabalho limpinho e indolor.

E não precisa se preocupar com a nutrição do seu ou da sua pequerrucha. A enfermeira e especialista em leite materno Paula Serafin, diz que o alimento continua sendo bastante nutritivo.  A nutricionista Elisabete Kamiya, que trabalha no banco de leite do Hospital Universitário em Campo Grande, também achou uma boa ideia e explicou que o leite materno congelado continua com a mesmas propriedades: com carboidratos como lactose e oligossacarídeos, além de gordura, proteínas e vitaminas.

Picolé de leite materno!

Atenção: da mesma forma que há os especialistas favoráveis, há também os que são contra. Não há estudos sobre o tema e por isso, os profissionais da medicina e nutrição infantil não se sentem seguros de recomendar o leite materno que não seja na condição ambiente.

Uma delas é a A pediatra Maria José Guardia Mattar, do Departamento Científico de Aleitamento Materno da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria). Na matéria do UOL, ela diz que não é favorável porque não há evidências de que o picolé de leite materno seja recomendável para bebês. Ela acredita que o calor pode ser abrandado com um banho.

As especialistas no assunto, contudo, dizem que a manipulação do leite deve ser com higiene impecável. Da mesma forma que se resfria o leite materno na geladeira, para dar ao bebê horas depois. O picolé deve seguir padrões rigoros de processo.

Vai testar? Não se esqueça de consultar o pediatra antes.

Вы прочитали историю
Story cover
написанную
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.