Pequerruchos
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Pequerruchos
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Pequerruchos
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Insubstituível: mãe ainda é quem mais influencia o filho a ler

PrincessButtercup
há um ano210 visualizações

A pesquisa do IBOPE não deixa dúvida: no Brasil, a mãe ainda é quem mais influencia uma pessoa a ler. O estudo, chamado Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, foi feito a pedido do Instituto Pró-Livro e registrou que 33% dos entrevistados aprenderam a gostar de ler por influência de alguém. Do total, 11% desses leitores adquiriram o hábito da mãe ou de uma “responsável do sexo feminino”.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Insubstituível: mãe ainda é quem mais influencia o filho a ler

A pesquisa também fornece números preocupantes sobre os hábitos de leitura do brasileiro: 44% da população não leu nenhum livro nos últimos três meses, 74% não comprou livro algum e 30% nunca comprou um livro. Nunca é tarde para ajudar a mudar esses números, então que tal lembrar alguns dos livros mais populares e recomendáveis para crianças?

1. O Pequeno Príncipe

As lições de vida do autor francês Antoine de Saint-Exupéry também emocionam os adultos, mas fazem crianças pensar desde cedo.

2. Livro de Histórias

Traz “Chapeuzinho Vermelho”, “Os três porquinhos”, “João e o pé de feijão” e outros contos que nunca envelhecem. Só histórias clássicas!

3. A Bolsa Amarela

Leitura obrigatória. O livro de Lygia Bojunga Nunes traz temas sobre conflitos de infância e faz com que os baixinhos aprendam desde cedo a encarar diferentes assuntos. 

Insubstituível: mãe ainda é quem mais influencia o filho a ler

4. O Homem que Amava Caixas

De Michael Stephen King, vem com desenhos leves e trata do relacionamento entre pais e filhos. Conta a história de um homem apaixonado por caixas e por seu filho, mas que não sabe como dizer ao garoto que o ama.

5. Por Favor, Obrigado Desculpe

Mostra que aprender boas maneiras pode ser divertido. De Becky Bloom e Pascal Biet.

6. Ou Isto Ou Aquilo

Um clássico de Cecília Meireles, com poemas sonoros e que lembram músicas de ninar, trava-línguas e outros recursos da língua portuguesa. Fala dos sonhos e fantasias do mundo infantil.

7. Reinações de Narizinho

Todo adulto já ouviu falar do Sítio do Picapau Amarelo, de Monteiro Lobato, então sabe do encanto das histórias de Narizinho, Emília, Pedrinho, Dona Benta e cia.

Insubstituível: mãe ainda é quem mais influencia o filho a ler

8. O Menino Maluquinho

O clássico de Ziraldo é alegra e ensina a criança que é possível ser feliz e transformar sonhos em realidade em qualquer situação.

9. O Ursinho Apavorado

“Um livro de dobraduras não muito apavorante”, como diz a capa, diverte e surpreende crianças com a história de um ursinho que acordou assustado no meio da noite por causa de um barulho horrível.

10. Onde Vivem os Monstros

Ganhou fama recente porque foi transformado em filme, mas o livro foi escrito em 1963. Conta a história de Max, um menino que se transporta para uma ilha onde vivem os monstros. O livro de Sendak trata de obediência e rebeldia, que ganham vida com os monstros mais fofos que você vai conhecer.

Pesquisa revela os nomes das crianças mais levadas

PrincessButtercup
há 2 meses1.5k visualizações

A um tempo atrás, um colega de trabalho chegou felicíssimo e contou que seria pai de um menino que se chamaria João Gabriel. Lindo nome! De anjo! Minha amiga não perdeu tempo. Virou-se para mim e cochichou:

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

"Vai ser um capeta."

Ela, que também era mãe de um Gabriel, sabia bem o que dizia por pura observação empírica. Esse nome angélico compõe uma lista negra de nomes de crianças levadas. E quando digo "levadas", são levadas mesmo! Do tipo que põem os poucos cabelinhos do Papa em pé: misturam suco em pó no bebedouro da escola, colocam sabão no chafariz da praça, pintam o cachorro com canetinha, entalam a cabeça numa panela de pressão ou, como já testemunhado também, levantam-se no meio de um casamento para morder a bunda da noiva porque (segundo o pequeno meliante) "parecia algodão doce".

Pesquisa revela os nomes das crianças mais levadas

Eu, na época, não sabia que minha amiga tinha tanta razão quanto a esse negócio de nomes. É que a empresa School Stickers, de adesivos, certificados e cartões didáticos para escolas, fez uma pesquisa com 60 mil crianças em 10 mil colégios nos Estados Unidos para descobrir quais nomes são mais comuns entre as crianças levadas e as bem-comportadas. Pasmem vocês: não é que eles encontraram um denominador comum?! Quer dizer... alguns denominadores comuns.

Pesquisa revela os nomes das crianças mais levadas

A empresa deu adesivos de comportamentos para as crianças e monitorou o comportamento delas, com base nos próprios registros das etiquetas: se não fizeram muita bagunça em sala de aula, se fazem os deveres passados, entre coisas assim. No fim das contas, chegaram a uma conclusão:

--> Joseph, Cameron, William, Jake e Joshua eram os mais rebeldes. Ou seja, eram os mais questionadores, mais ousados e arteiros.

Entre as mocinhas mais danadas: Ella, Bethany, Eleanor, Olivia e Laura que, certamente, precisam de um esforço redobrado no comportamento em dezembro para ganhar presentes de Papai Noel.

Pesquisa revela os nomes das crianças mais levadas

No Brasil, há um pesquisa semelhante. Maria Vicentina do Amaral Dick, da Universidade de São Paulo, é especialista em onomástica (estudo dos nomes próprios) e antroponímia (o estudo dos nomes de pessoas). Ela fez algo parecido, que resultou numa lista com 20 nomes de pequerruchos sapecas que o Portal Raízes preparou:

Top 10 das meninas danadinhas:

#1 Alice

A origem do nome Alice é grega e significa verídica, autêntica, a verdadeira.

#2 Sofia

A origem do nome Sofia é grega e significa sabedoria.

#3 Beatriz

A origem do nome Beatriz é do latim. Significa bem-aventurada ou aquela que faz os outros felizes.

#4 Laura

A origem do nome Laura é do latim. Significa coroa de folhas de louro.

#5 Júlia

A origem do nome Julia é italiana. Significa cheia de juventude.

#6 Ágata

O nome Ágata significa Bem.

#7 Gabriela

A origem do nome Gabriela é do hebraico e significa enviada de Deus, força de Deus.

#8 Rafaela

A origem do nome Rafaela é do hebraico e significa curada por Deus.

#9 Sara

A origem do nome Sara é do hebraico Sarah e significa princesa.

#10 Ana

A origem do nome Ana é do hebraico. Significa cheia de graça, que tem compaixão, clemência.

Top 10 dos meninos danadinhos

#1 Victor

A origem do nome Victor é do latim e significa vitorioso.

#2 Artur

A origem do nome Artur é celta. Arth-wr, o nobre, o generoso.

#3 Gabriel

A origem do nome Gabriel é do hebraico. Significa enviado de Deus ou força de Deus.

#4 Bernardo

A origem do nome Bernardo é teutônica. Significa forte como um urso.

#5 Guilherme

A origem do nome Guilherme é teutônica. Significa o que protege, o protetor.

#6 Pedro

A origem do nome Pedro é do aramaico. Significa Pedra ou Rocha firme.

#7 Miguel

A origem do nome Miguel é do hebraico. Significa aquele parecido, mas não igual a Deus.

#8 Gustavo

A origem do nome Gustavo é sueca e significa bastão de combate ou cetro do rei.

#9 Henrique

A origem do nome Henrique é do teutônico Heinrik, que significa príncipe poderoso ou senhor do lar.

#10 Rafael

A origem do nome Rafael é do hebraico Rephael que significa curado por Deus ou Deus curou.

----------

Por Pilar Magnavita

#nomes #nomesdebebe #criançaslevadas #educação #pequerruchos

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.