Vai, planeta!
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Vai, planeta!
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Vai, planeta!
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Amor platônico: um filho do machismo

Quebrando o Tabu
há 8 meses242 visualizações

Por Maria Goretti Nagime

Amor platônico: um filho do machismo
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

 

Vocês conhecem a origem do termo "Amor Platônico"?

Platão escreveu um diálogo chamado "O Banquete".

"O Banquete", em resumo, fala de uma festa na casa de um sujeito chamado Agatão. No dia seguinte todos estavam de ressaca. Pausânias, amante do dono da festa, sugere que ao invés de beberem mais, falassem sobre a definição de amor.

As mulheres não participavam desses diálogos. Aliás, as mulheres não tinham voz. Não eram consideradas seres pensantes, dotadas de intelecto. E é nesse contexto que Sócrates fala da definição de uma mulher sobre o amor.

E quem era essa mulher? Diotima de Mantineia, uma sacerdotiza que vivia isolada.

Chamam a atenção dois pontos nessa historinha:

1- Diotima não estava presente. Tratava-se de uma sacerdotiza, de corpo intocável, longe, no templo. Essa valia como dona de um discurso.

2- Essa mulher não aparece falando. A fala dela foi feita através de um homem.

Nessa fala de Sócrates, Platão conclui que o que se ama é somente aquilo que não se tem e não temos como desejar aquilo que temos. Eros, o amor, teria justamente a natureza da falta.

E é daí que surge o conceito de "amor platônico", do velho machismo que idealiza a mulher distante e pura e não a considera humana, com pensamentos e vontades. Você ama a mulher que não pode tocar. O consentimento dela ferraria tudo.

“Quando fotos de uma mulher nua vazam, todos ficam felizes. Quando uma mulher decide compartilhar fotos do seu próprio corpo, todos se revoltam contra ela. A nudez só é legal quando a mulher não consente porque a cultura do estupro é real.”  - Renata Pereira Amorim

7 exemplos de tolerância ao redor do mundo

Quebrando o Tabu
há 8 meses342 visualizações

Por Fábio Chap

O mundo anda muito atribulado, muito intolerante. Que tal, então, a gente apreciar alguns belos momentos de tolerância pra dar aquela recarregada na alma?

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

 

1 - Cada vez mais igrejas têm acolhido a comunidade LGBT em seus templos. Já sabe quais igrejas são essas? Clique aqui para descobrir: http://super.abril.com.br/historia/gay-tambem-e-crente/

7 exemplos de tolerância ao redor do mundo

 

2 - Nesse vídeo, palestinos beijam judeus. Homens beijam mulheres. Mulheres beijam homens. Mulheres beijam mulheres e homens beijam homens.

 

3 - Homens de diversas nacionalidades jantam no escuro sem saberem a origem uns dos outros. O resultado é surpreendente.

 

4 - Estra freira está fazendo uma releitura feminista da bíblia. Inclusive, confira uma entrevista com essa mulher maravilhosa aqui nesse link: http://azmina.com.br/2016/07/a-freira-catolica-que-esta-fazendo-uma-leitura-feminista-da-biblia/

7 exemplos de tolerância ao redor do mundo

 

5 - Ex-policiais fumam maconha (talvez pela primeira vez), descobrem que não é nenhum bicho de sete cabeças e passam uma mensagem importante à sociedade:

 

6 - Ele foi preso por assassinato. Quem o ensinou sua primeira e maior lição de amor da vida foi a família de sua vítima:

 

7 - Deivid teve o celular roubado e decidiu fazer diferente: não permitiu que o garoto fosse linchado pela população e ainda ofereceu uma oportunidade de emprego ao menor que o roubou:

7 exemplos de tolerância ao redor do mundo

https://www.facebook.com/deivid.domenico/posts/1195941547088146

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
quebrandootabu
Por um mundo mais inteligente e menos careta.