YOUTUBE

Um feliz 2018 com as mensagens de fim de ano do YouTube que ninguém vê

Rafael de Pino
Autor
Rafael de Pino

E aí? Gostou de 2017? Foi estranho, né? “Estranho” cabe na vida de todo mundo, não usei a palavra à toa. Se você adorou completamente o ano, tem algum probleminha com avaliação de objetivos. Ou expectativas baixíssimas, praticamente nulas. E se odiou completamente? Vejo o mesmo problema de julgamento. “Estranho” acerta todo mundo.

Um feliz 2018 com as mensagens de fim de ano do YouTube que ninguém vê

Sabe o que é estranho? Gente fazendo vídeo para o YouTube. É a moda. Criança quer ser youtuber, seus ídolos são youtubers.

Velhos, empresas e políticos também querem surfar na crista da onda. E não sabem fazer direito. O que não falta é vídeo estranho na plataforma do Google, vídeo que quase ninguém vê. Há quanto tempo você não escuta o barulho de uma máquina de escrever?

Mas são pessoas, poxa. Tentando e errando? Sim. Mas com a melhor das intenções. Às vezes, tentando repetir o que dava certo no Orkut.

“Mudam-se os anos, mudam-se os capítulos da nossa vida, mas a beleza desta história está nas personagens, como você, que se mantêm sempre presentes iluminando essa jornada. Feliz Ano Novo!” E morre de tédio um millennial.

Poxa, prefeito… Polo da Abercrombie? Muito inverno? E quem não gosta de frio?

Bom… Este é um momento de festa. Mas… O “mas” sempre atrapalha a vida da gente.

Fica ligado, por favor. E a principal mensagem que venho aqui deixar para você:

Nunca… NUNCA acredite em emojis. Feliz ano novo.