YOUTUBE

YouTube brasileiro perde o guerreiro Érico Graça

Rafael P. P.
Author
Rafael P. P.

“Fala aí, galera! Tá tudo sussa?” Se você é novo no YouTube ou não joga Hearthstone, é muito provável que não conheça esse bordão e, portanto, não tenha conhecido Érico Graça. Ele foi o criador do canal TudoSussa, um vlog inspirado nos pioneiros do ramo, PC Siqueira e Felipe Neto. Lançou seus primeiros vídeos no começo de 2011, quando o público do YouTube começava a se formar e já estava ávido por conteúdo semelhante ao dos ídolos que tinham acabado de nascer.

YouTube brasileiro perde o guerreiro Érico Graça

Érico, o cabeludo de preto ao centro, com expoentes da "segunda geração" do YouTube BR - (reprodução do Facebook)

Érico era do Rio de Janeiro e trabalhava com internet, mas nunca na frente das câmeras. PC e Felipe Neto inspiraram a migração. Logo nos primeiros cinco vídeos, lançados em fevereiro de 2011, alcançou a marca de 130 mil visualizações, o que foi impressionante para um iniciante.

Neste vídeo que gravou em um dos primeiros encontros de youtubers no Rio, organizado por Marcos Castro no fim de 2012, é possível ver diversas carinhas bastante conhecidas hoje em dia. Ironicamente, seria o penúltimo vídeo do TudoSussa. O último, lançado um ano depois, no fim de 2013, era uma especulação sobre a volta do canal, que nunca ocorreu.

O “cabeludão do YouTube” nunca teria, como vlogueiro, o sucesso que pretendia. Mas encontrou-o na comunidade do Hearthstone, jogo que virou sua obsessão pessoal e do qual foi um dos principais divulgadores no Brasil.

O canal de games de Érico Graça, o TheOneGames, foi criado em setembro de 2011, ainda durante a existência do TudoSussa. Nasceu da paixão que ele tinha por World of Warcraft, o WoW, jogo que tinha parado de jogar para se dedicar aos vlogs. Fez vídeos de diversos outros jogos, mas encontrou-se mesmo com o Hearthstone, um jogo de cartas virtual baseado nos personagens de WoW. Jogando Hearthstone, Érico ficou longe do “grande público” do YouTube. Mas, para os fãs do game, virou um mito, o “ÉriGOD”, e viajou o mundo a convite da Blizzard.

Infelizmente, foi também essa a comunidade que acompanhou de perto sua luta contra o câncer. Desde o primeiro de alguns tumores que teve na coluna, Érico Graça dava depoimentos sobre o ocorrido em vlogs, que acabariam por formar uma playlist no canal. Mostravam sua batalha pessoal, sem magos e outras figuras mitológicas, mas com um herói dedicado. Só fazia esses vídeos com o intuito de explicar o motivo de dias sem lançar gameplays. Eram várias lançados por dia, e não dava para sumir sem dar explicações. Mesmo internado ou com dores, nunca deixava de publicar no TheOneGames. 

Dois anos depois do primeiro diagnóstico, a doença provocou sua internação derradeira. Na semana passada, em um de seus últimos posts no Instagram, mostrou aos fãs o presente que recebeu da Blizzard, enviado ao hospital. No último fim de semana, a “mãe do melhor jogador de Hearthstone do Brasil” usou o perfil de Érico no Facebook para dar a má notícia aos fãs.

YouTube brasileiro perde o guerreiro Érico Graça

Pelo Twitter, alguns de seus velhos companheiros de YouTube prestaram homenagens, como Leon Martins, do Coisa de Nerd, Eduardo Benvenuti, o BRKsEDU, e Marcos Castro. Os fãs de Hearthstone e o próprio perfil oficial do jogo no Brasil organizaram suas mensagens de saudade sob a hashtag #éricoislegendary. Desejo força aos fãs e aos familiares.