ENTRETENIMENTO

"Manchester À Beira-Mar”

Ricardo Rangel
Author
Ricardo Rangel

"Manchester À Beira-Mar” é um belíssimo filme, e Casey Affleck, um ator fora do comum. A cena em que os casal se reencontra (na foto, com Michelle Williams) é uma maravilha, de tirar o fôlego. Deve ser visto.

O filme tem duas falhas graves. Uma é a câmara lenta, usada com absoluta desfaçatez na agoniante (pelo motivo errado) sequência do velório. Outra é a presença do Adagio de Albinoni na trilha sonora, motivo de vergonha e constrangimento para qualquer sonoplasta que se considere digno da profissão. ("Manchester" ao menos escapa da “noite americana”, isto é, a técnica de filmar de dia usando filtros azuis para parecer que é noite.) Argh.

É enervante que um filme dessa categoria recorra a clichês tão baixos.

Sim, há exceções. “Manchester À Beira-Mar” não é uma delas.

"Manchester À Beira-Mar”