Política etc.
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Política etc.
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Política etc.
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

O dilema de Dilma

Ricardo Rangel
há 7 meses25 visualizações

O processo de impugnação da chapa no TSE é fonte de enorme sofrimento para Dilma.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Dilma, naturalmente, quer o que é bom para ela mesma, mas, dado o profundo rancor que sente por Temer, prejudicar o presidente é tão importante quanto.

O dilema de Dilma

São dois objetivos mutuamente excludentes: 1) para ser absolvida, tem que provar que sua campanha não recebeu recursos desviados, mas, neste caso, ele é absolvido e cumpre o mandato. 2) para derrubar Temer, a chapa tem que ser impugnada, o que implica ela mesma ser condenada e cassada  — para piorar, Temer não perde os direitos dele, recorre ao STF, e, provavelmente, cumpre o mandato. 

Qual a melhor linha para Dilma? Tentar salvar-se, e ajudar Temer, ou tentar prejudicar Temer e perder-se? Ou tentar um meio-termo que pode ser a pior das hipóteses? Dilma está como o sujeito a quem o gênio da lâmpada concede um desejo, mas alerta que seu maior inimigo receberá a mesma coisa em dobro.

Dilma nem sabe pelo que torce. Mas se retorce de ódio e angústia.

Lula candidato pode ser uma boa

Ricardo Rangel
há 7 meses26 visualizações

Anteontem, com amigos, comentava-se que uma eventual prisão de Lula causará uma comoção nacional, com a esquerda, histérica, enxergando uma conspiração, reclamando que a prisão teria sido orquestrada para impedir sua eleição etc., e fazendo esforços para fazer de Lula uma vítima da direita reacionária e um mártir. Enfim, uma brigalhada muito ruim para o país.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Lula candidato pode ser uma boa

Um dos comensais comentou que o ideal para o Brasil seria que Lula fosse candidato a presidente e perdesse: depois disso, sua prisão não causaria maior comoção. O problema, claro, seria o risco de ele ganhar (afinal, Lula é o primeiro colocado nas intenções de voto), o que seria uma catástrofe para o país.

Mas, com 44% de rejeição, Lula é o candidato mais detestado do Brasil — sua rejeição chegou auge logo após a condução coercitiva: 57%. Lula é réu em cinco processos, e, de hoje até a eleição do ano que vem, é praticamente certo que seja condenado na maioria. Se uma condenação tende a ter um impacto muito maior do que uma condução coercitiva, que dirá várias?

Lula candidato, estranhamente, pode acabar sendo bom para o Brasil.

Você leu a pasta de história
escrita por