Política etc.
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Política etc.
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Política etc.
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Pô, Deltan!

Ricardo Rangel
há 7 meses2 visualizações

Taiana de Souza Camargo, ex-namorada do doleiro Alberto Youssef e ex-capa da Playboy, foi indiciada, no âmbito da Lava-Jato, pelo crime de lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Yousseff deu de presente a Taiana um apartamento em São Paulo, uma sociedade em um restaurante, um BMW e outros mimos, além de quitar diversas despesas cotidianas de Taiana como condomínio e a escola do filho.

Estão dizendo que Taiana era laranja de Yousseff.

Pô, Deltan, tadinha da moça. Libera aí, vai.

Pô, Deltan!

Prioridades insólitas de um país surreal

Ricardo Rangel
há 7 meses32 visualizações

O país atravessa a maior crise política e econômica de sua história e...

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

1) A Justiça discute se as companhias aéreas podem ou não podem cobrar pela bagagem despachada. Responda depressa, o que é mais espantoso, que o Estado acredite que bagagem de avião é problema seu, ou que acredite que existe despacho de bagagem gratuito? (repita comigo, senhor procurador: “não existe bagagem grátis, não existe bagagem grátis, não existe bagagem grátis.”)

2) O Senado discute se a gorjeta do garçon deve ser incorporada à conta ou não. Responda depressa, o que é mais espantoso, que o Estado acredite que gorjeta é problema seu, ou o fato de que essa questão é, mesmo, uma questão? O garçon deixa seu emprego, entra na Justiça do Trabalho pedindo incorporação (e recebimento) das gorjetas passadas ao salário, ganha (!!) e o restaurante não aguenta pagar. Em vez de acabar com Justiça do Trabalho, o governo cria lei sobre gorjeta.

Prioridades insólitas de um país surreal
Você leu a pasta de história
escrita por