Sapo Brothers na Comic Con Experience 20
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Sapo Brothers na Comic Con Experience 20
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Sapo Brothers na Comic Con Experience 20
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Atrasados para o ENEM

Uma das novas tradições brasileiras é o compilado de matérias jornalísticas sobre os atrasados para o ENEM.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Não lembro disso quando as instituições de ensino faziam seus próprios vestibulares, mas provavelmente devia acontecer também...

E não falta a solidariedade e carinho daqueles que se manifestam bondosamente com a frase "bem feito" pra cada notícia sobre alguém que não conseguiu chegar a tempo no local da prova.

Parte desse grupo de incentivadores gostam também de complementar as observações sobre os atrasos dizendo que "quando é pra ir pra um show, até dorme na fila".

Bom, cabe dizer aqui que talvez não sejam as mesmas pessoas que ficam na fila pra ver o Justin Bieber e as que chegam atrasadas no Enem.

Mas eu ainda tenho outro porém sobre a maneira como a prova funciona.

Pra começar, o horário. Fazer uma prova que tem no mínimo 2 horas de duração (mas que é feita pra durar 4) pra começar às 13h é de uma insensibilidade ímpar. Se é preciso chegar uma hora antes do início da prova, isso significa ter que sair de casa antes do meio dia.

Ora bolas... Se pra fazer uma prova precisamos estar descansados e bem alimentados, como faz para almoçar no dia?

Por que não fazer a prova de manhã, por exemplo? Ou começando as 14h, ao invés das 13h?

E como é feita a distribuição de locais de prova? Por que tem gente que precisa pegar ônibus pra ir fazer uma prova que deveria acontecer em TODAS as escolas? Afinal, supostamente, a maioria dos estudantes que estão se formando no colegial almejam o ingresso no ensino superior, não é?

E que fixação é essa por horário, justamente num país em que a única coisa que tem hora certa pra acontecer é desfile de escola de samba?

Isso sem contar em provas invalidadas, em percursos bloqueados nas vésperas da prova - por exemplo, na cidade de São Paulo, não é raro coincindir o dia da prova do Enem com o Grande Prêmio de Fórmula 1 em Interlagos... Que altera o tráfego em algumas regiões e surpreendem os alunos - e que mesmo que tenham ido no final de semana anterior verificar o local do exame, descobrem na hora que é impossível fazer o mesmo trajeto no dia da prova...

É muito fácil apontar e rir dos atrasados, ou assinalar como primeiro grande critério de eliminação a incapacidade de atender o pré-requisito da pontualidade. O difícil é explicar porque tanta importância pra algo que nunca mais será cobrado novamente, exceto, talvez, quando o aluno for destaque de algum carro alegórico.

Atrasados para o ENEM

Uma das novas tradições brasileiras é o compilado de matérias jornalísticas sobre os atrasados para o ENEM.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Não lembro disso quando as instituições de ensino faziam seus próprios vestibulares, mas provavelmente devia acontecer também...

E não falta a solidariedade e carinho daqueles que se manifestam bondosamente com a frase "bem feito" pra cada notícia sobre alguém que não conseguiu chegar a tempo no local da prova.

Parte desse grupo de incentivadores gostam também de complementar as observações sobre os atrasos dizendo que "quando é pra ir pra um show, até dorme na fila".

Bom, cabe dizer aqui que talvez não sejam as mesmas pessoas que ficam na fila pra ver o Justin Bieber e as que chegam atrasadas no Enem.

Mas eu ainda tenho outro porém sobre a maneira como a prova funciona.

Pra começar, o horário. Fazer uma prova que tem no mínimo 2 horas de duração (mas que é feita pra durar 4) pra começar às 13h é de uma insensibilidade ímpar. Se é preciso chegar uma hora antes do início da prova, isso significa ter que sair de casa antes do meio dia.

Ora bolas... Se pra fazer uma prova precisamos estar descansados e bem alimentados, como faz para almoçar no dia?

Por que não fazer a prova de manhã, por exemplo? Ou começando as 14h, ao invés das 13h?

E como é feita a distribuição de locais de prova? Por que tem gente que precisa pegar ônibus pra ir fazer uma prova que deveria acontecer em TODAS as escolas? Afinal, supostamente, a maioria dos estudantes que estão se formando no colegial almejam o ingresso no ensino superior, não é?

E que fixação é essa por horário, justamente num país em que a única coisa que tem hora certa pra acontecer é desfile de escola de samba?

Isso sem contar em provas invalidadas, em percursos bloqueados nas vésperas da prova - por exemplo, na cidade de São Paulo, não é raro coincindir o dia da prova do Enem com o Grande Prêmio de Fórmula 1 em Interlagos... Que altera o tráfego em algumas regiões e surpreendem os alunos - e que mesmo que tenham ido no final de semana anterior verificar o local do exame, descobrem na hora que é impossível fazer o mesmo trajeto no dia da prova...

É muito fácil apontar e rir dos atrasados, ou assinalar como primeiro grande critério de eliminação a incapacidade de atender o pré-requisito da pontualidade. O difícil é explicar porque tanta importância pra algo que nunca mais será cobrado novamente, exceto, talvez, quando o aluno for destaque de algum carro alegórico.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
sapobrothers
Autor dos Sapo Brothers. Quadrinhos, animações etc