A cidade não para
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A cidade não para
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A cidade não para
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Inclusão no Uber: passageiros relatam experiência com motorista surdo

DeTudoUmPouco
há um ano24 visualizações
Inclusão no Uber: passageiros relatam experiência com motorista surdo
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

O mundo inteiro ainda precisa avançar muito na questão da inclusão de pessoas com deficiência no mercado profissional. Porém, de acordo com o relato de um passageiro no Facebook, o Uber tem dado um passo importante nesta direção.

O passageiro em questão, Rafael Coronel, pegou em Porto Alegre um Uber que tinha um motorista surdo:

“Optamos por usar o Uber para se locomover aqui em Poa (Porto Alegre). Ontem o Marcos Roberto aceitou nossa chamada e quando ele chegou, eu e meus amigos entramos, como sempre, muito descontraídos desejando boa noite, mandando um "e ai marcos", só que nao recebemos uma resposta, então alguem exclamou "Marcos?!" e logo percebi que ele era surdo”.

Com a característica de já ter um caminho definido assim que o cliente pede a corrida, o Uber facilita o trabalho do deficiente auditivo:

“Parei para pensar no que o Uber estava fazendo naquele momento. Não se tratava mais de uma guerra de serviços, não se tratava de uma corrida mais barata ou a experiência do serviço Uber. Se tratava de acessibilidade, inclusão... Cara, o Marcos não precisava ouvir para onde iríamos, o app mostra para ele, conseguem perceber o quão simples foi a solução?”

Alguém poderia ter preconceito com Marcos, mas os passageiros em questão mostraram muito respeito e carinho a ele, segundo Rafael:

“Bom, mesmo ele não podendo se comunicar conosco, fizemos um esforço, no meio da corrida aprendemos com o Google como agradecer em Libras e no fim da corrida todos agradeceram em Libras mesmo e ele retribuiu com corações e um largo sorriso.”

Confira o relato completo:

Ao contrário do que muitos pensam, deficientes auditivos podem sim dirigir. Eles só precisam ter em seus carros um adesivo especial indicando isso, para que os motoristas em volta tenham mais cuidado e não tentem se comunicar com ele ou ela falando.

Inclusão no Uber: passageiros relatam experiência com motorista surdo

Infelizmente, ainda é muito raro ver motoristas com deficiência trabalhando profissionalmente. Além das adaptações que eles precisam fazer, que podem custar caro, ainda precisam enfrentar os olhares estranhos de muita gente. Marcos falou sobre isso ao Extra:

“Já passei por preconceito. Alguns passageiros riem e eu sei que disseram alguma coisa para me provocar, mas não escuto. Fico sofrendo. Mas minha vida melhorou e consigo ajudar minha família com as contas, que são muitas, e estou muito feliz no meu trabalho. Eu amo meu trabalho — conta o motorista, que ainda passa por pequenas “confusões” durante corridas: — Como não escuto, já aconteceu de pegar o passageiro errado e não perceber”.

Mesmo assim, isso não impede que surdos possam ser taxistas. Basta ele ter o aviso e um bloquinho para que o passageiro possa escrever o destino e qualquer outra informação. Em muitos momentos, a boa vontade com pessoas que têm deficiência é tão importante quanto uma estrutura que facilite a vida deles.

#surdez #deficienciaauditiva #uber #taxi #motorista #driver #deafness #deafdriver

Coisas que você não deve falar para alguém que mora na Zona Leste de SP. Nunca.

DeTudoUmPouco
há um ano19 visualizações

Simplesmente não faça isso.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Coisas que você não deve falar para alguém que mora na Zona Leste de SP. Nunca.

1. Você mora na Zona LOST?

Porque seu apê no Morumbi é SUPER CENTRALIZADO.

2. Vai embora pra roça?

Não, querido, a Zona Leste não é só aquele monte de mato que você vê na Ayrton Senna quando está indo para o aeroporto.

3. Tem um filme aqui na Paulista começando em 20 minutos, vamos?

Não sou Voldemort para viajar quilômetros em segundos.

4. Por que ir embora agora? Pega um táxi depois.

Se você me der 70 reais para a corrida, eu pego tranquilamente.

5. Da ZL só conheço bem a Mooca.

A Mooca é aquele primo rico hipster que rejeita os parentes pobres. Diferentões. 

6. Sua festa de aniversário vai ser no Tatuapé? Não vai dar pra ir.

Mas se eu não for no seu aniversário na Vila Leopoldina eu sou preguiçoso, né?

7. O Ibirapuera é o único parque gigante de São Paulo.

Bitch please, o Parque do Carmo é tão grande quanto. E ainda tem o Anhanguera, na Zona Norte, ainda maior.

8. A estação Tatuapé tem dois shoppings? Que desnecessário.

Você claramente nunca andou por lá em feriado. Devia até ter um terceiro.

9. Ele mora lá no final da cidade, em Itaquera.

Coisas que você não deve falar para alguém que mora na Zona Leste de SP. Nunca.

Não ignore o pessoal de Guaianazes e Itaim Paulista.

10. O que você ainda faz na ZL?

Quem disse que é preciso sair?

#zonaleste #SP 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar