A sétima arte
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A sétima arte
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A sétima arte
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

"Batman vs Superman" nem estreou e já está sendo detonado pela crítica

Sheila Vieira
há 2 anos38 visualizações

Não está sendo fácil para a DC. A grande aposta da empresa para rivalizar com o tal “mundo cinematográfico” (amando esta expressão) da Marvel parece não ter agradado muito a mídia. “Batman vs Superman: A Origem da Justiça”, que estreia nesta semana, já está recebendo críticas duras dos jornalistas que viram o longa em primeira mão.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
"Batman vs Superman" nem estreou e já está sendo detonado pela crítica

Principal termômetro da opinião dos críticos de cinema, o Rotten Tomatoes dá um índice de 37% de aprovação para o filme, com 106 críticas, baixíssimo até para filmes comerciais. O despretensioso “Deadpool”, por exemplo, tem um índice de 84%. O primeiro filme dos “Vingadores” tem 92% e o segundo, não muito elogiado, 75%.

Ann Hornaday, do Washington Post, escreveu: “Ao invés de escapismo e um entusiasmo sensório, os espectadores se arrastam com protagonistas que fazem careta, são carrancudos e se assustam quando fazem suas coisas de heróis com a mesma determinação sem vida de trabalhadores de meio período fazendo roscas”.

“O estúdio tem, como de costume, implorado e enchido o saco de críticos para que eles não revelem os pontos principais da trama, e eu não sonharia e negar a vocês a magia de descobrir como uma narrativa cinematrográfica pode ser tão estofada e absurda”, opinou A. O. Scott, do New York Times.

Calma, que vai piorar.

“(O diretor Zack) Snyder apresenta sua história dentro do nosso mundo moderno, com a intenção de fazer um tipo de comentário sobre a mídia e a situação geopolítica atual. O que ele conseguiu na verdade foi uma expressão grotesca do vazio moderno”, disse Mike LaSalle, do San Francisco Chronicle.

Para não terminar com um tom tão ruim, aqui vai a palavra de Richard Roeper, do Chicago Sun Times:

“Quando canta, A Origem da Justiça é uma maravilha. Quando se arrasta, ainda tem um visual legal e oferece pistas de que uma cena melhor está por vir”.

Alguns consensos (sem dar muitos spoilers) entre os críticos são que Ben Affleck não decepciona como Batman, até porque seu rival é o insosso Henry Cavill. Já a Mulher Maravilha de Gal Gadot é um ponto positivo e o Lex Luthor de Jesse Eisenberg um porre.

(Nostalgia adequada para o momento.)

A impressão é de que tentaram fazer algo na linha da trilogia do Batman de Christopher Nolan, até contando com a trilha sonora de Hans Zimmer. Filme sério, sem piadinhas e com tom de crítica política e social. Mas, para fazer isso, você precisa de roteiro, direção e atores impacáveis. Ao que parece, "Batman vs Superman" não alcançou este padrão. Os fãs de comics poderão voltar a rir de piadas dos heróis da Marvel em breve.

#batmanvsuperman #DCcomics #marvel #cap3 #wonderwoman #benaffleck #henrycavill

Patinadora que mandou quebrar perna de principal adversária será tema de filme

Sheila Vieira
há 2 anos50 visualizações

Uma das histórias mais loucas do "submundo" olímpico virará filme em Hollywood. A vida da ex-patinadora norte-americana Tonya Harding será contada em longa com Margot Robbie no papel principal, chamado "I, Tonya". Para quem não se lembra, a atriz foi a esposa do personagem de Leonardo DiCaprio em "O Lobo de Wall Street".

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Patinadora que mandou quebrar perna de principal adversária será tema de filme

Se você não sabe desta história bizarra da patinação artística, eu te conto: em 1994, Tonya Harding e Nancy Kerrigan eram grandes rivais nos EUA e se preparam para os Jogos Olímpicos de Inverno. Após uma sessão de treinamento, um homem atacou a perna de Kerrigan com um bastão de ferro.

A intenção era quebrar a perna de Kerrigan, mas ela só se lesionou e competiu nas Olimpíadas. A Federação Americana de Patinação tentou impedir Harding de participar quando ela foi acusada de ordernar o ataque, mas recuou quando ela ameaçou processá-los. A ironia é que Kerrigan acabou ficando com a medalha de prata, enquanto Harding terminou na oitava posição.  

A investigação do caso trouxe à tona que o ataque a Kerrigan foi feito por um homem contratado pelo então marido de Harding e seu segurança. Todos passaram pela cadeia, exceto a patinadora, que fez um acordo para prestar serviços comunitários e pagou multa de US$ 160 mil. Harding e seu então parceiro entraram em conflito e ela chegou a acusá-lo de ameaçar estuprá-la para que ela não desse detalhes do caso ao FBI.

Patinadora que mandou quebrar perna de principal adversária será tema de filme

Mesmo após este caso, a vida de Harding continuou agitada. Ela e seu ex-marido venderam uma fita íntima de ambos para a Penthouse, a ex-patinadora tentou ter uma banda (mas o grupo foi vaiado para fora do palco em sua única apresentação), ser atriz (só participou de um filme) e depois virou lutadora e boxeadora profissional, com relativo sucesso.

Que loucura! Com uma boa direção e interpretação, pode ser um bom filme para exemplificar como o mundo olímpico ultrapassa alguns limites da ética.

#filmes #cinema #olympics #figureskating #tonyaharding 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar