A sétima arte
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A sétima arte
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A sétima arte
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Claro que “Cinquenta Tons de Cinza” dominaria as indicações ao Framboesa de Ouro

Sheila Vieira
há 2 anos1 visualizações
Claro que “Cinquenta Tons de Cinza” dominaria as indicações ao Framboesa de Ouro
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Dane-se o Oscar! É hora de saber os indicados ao 36º Framboesa de Ouro, a melhor premiação sobre os piores filmes de Hollywood. Três atrocidades do cinema conquistaram seis indicações: “Cinquenta Tons de Cinza”, “O Destino de Júpiter” e “Pixels”. O reboot de “Quarteto Fantástico” também se destacou, com cinco nomeações. Estes quatro filmes e “Segurança de Shopping 2” completam a lista dos longas mais horríveis do ano.

Além de pior filme, “Cinquenta Tons” também tem indicações a pior ator (Jamie Dornan), pior atriz (Dakota Johnson), pior elenco, pior diretor (diretora, no caso: Sam Taylor-Johnson) e roteiro (Kelly Marcel). #EuAchoéPouco para uma história que romanceia uma garota se submetendo a um cara manipulador e possessivo só porque precisa “aceitá-lo como ele é”.

Como todos os super-heróis agora precisam se “reinventar”, a Fox decidiu fazer o mesmo com o “Quarteto Fantástico”, já que estava perto de perder os direitos dos personagens no cinema para a Marvel vender para quem quisesse. O resultado foi um filme catastrófico e sem sentido. Não digo por mim mesma, porque não assisti, mas confio no Chris Stuckmann, minha fonte na internet para filmes geek.

“O Destino de Júpiter” é um filme de ficção científica dirigido pelos irmãos Andy e Lana Wachowski (sim, os que criaram e estragaram Matrix), estrelado por Mila Kunis e Channing Tatum. O índice dele no Rotten Tomatoes (que mede a aprovação da crítica) é de hilários 26%. “Pixels” é um filme do Adam Sandler e “Segurança de Shopping 2” é do Kevin James. É tudo que você precisa saber para entender por que eles estão aqui.

Já a categoria “Framboesa da Redenção” (fica maravilhoso em português) homenageia pessoas que eram figurinhas carimbadas no Framboesa de Ouro, mas agora salvaram suas carreiras. Elizabeth Banks (que dirigiu A Escolha Perfeita 2), o diretor M. Night Shyamalan, Will Smith e Sylvester Stallone concorrem ao prêmio que Ben Affleck ganhou em 2015.

Veja todos os indicados:

Pior filme: Quarteto Fantástico, Cinquenta Tons de Cinza, O Destino de Júpiter, Segurança de Shopping 2, Pixels.

Pior ator: Johnny Depp (Mortdecai), Jamie Dornan (Cinquenta Tons de Cinza), Kevin James (Segurança de Shopping 2), Adam Sandler (Trocando os Pés e Pixels), Channing Tatum (O Destino de Júpiter).

Pior atriz: Katherine Heigl (Home Sweet Hell), Dakota Johnson (Cinquenta Tons de Cinza), Mila Kunis (O Destino de Júpiter), Jennifer Lopez (O Garoto da Casa ao Lado), Gwyneth Paltrow (Mortdecai).

Pior ator coadjuvante: Chevy Chase (A Ressaca 2 e Férias Frustradas), Josh Gad (Pixels e Padrinhos LTDA), Kevin James (Pixels), Jason Lee (Alvin e os Esquilos: Na Estrada), Eddie Redmayne (O Destino de Júpiter).

Pior atriz coadjuvante: Kaley Cuoco (Alvin e os Esquilos: Na Estrada e Padrinhos LTDA), Rooney Mara (Peter Pan), Michelle Monaghan (Pixels), Julianne Moore (O Sétimo Filho), Amanda Seyfried (O Natal dos Coopers e Peter Pan).

Pior remake ou sequência: Alvin e os Esquilos: Na Estrada, Quarteto Fantástico, A Ressaca 2, A Centopéia Humana 3, Segurança de Shopping 2.

Pior elenco: Os Fantásticos (Quarteto Fantástico), Johnny Depp e seu bigode (Mortdecai), Jamie Dornan e Dakota Johnson (Cinquenta Tons de Cinza), Kevin James, seu Segway e seu bigode (Segurança de Shopping 2), Adam Sandler e qualquer par de sapatos (Trocando os Pés).

Pior diretor: Andy Fickman (Segurança de Shopping 2), Tom Six (A Centopéia Humana 3), Sam Taylor-Johnson (Cinquenta Tons de Cinza), Josh Trank (Quarteto Fantástico), Os Wachowskis (O Destino de Júpiter).

Pior roteiro: Quarteto Fantástico, Cinquenta Tons de Cinza, O Destino de Júpiter, Segurança de Shopping 2, Pixels.

Framboesa da Redenção: Elizabeth Banks, M. Night Shyamalan, Will Smith, Sylvester Stallone.

De Dogville a Patricinhas de Beverly Hills: as trilhas sonoras de David Bowie

Sheila Vieira
há 2 anos3 visualizações

Mesmo quem não teve um contato tão próximo com a grande obra de David Bowie pode reconhecer e talvez até cantarolar algumas canções do gênio britânico, muito por conta de sua grande presença nas trilhas sonoras de filmes. Escolhi dez para destacar nesta lista, mas você pode escrever outras que você se lembra nos comentários. ;)

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

“Fashion” em “As Patricinhas de Beverly Hills” (1995)

Bem, eu não esperava por essa, mas a música lançada em 1980 por Bowie toca brevemente neste filme trash-anos-90-hoje-considerado-cult, enquanto a personagem de Alicia Silverstone decide em um programa de computador se a roupa que ela pretende usar no dia está combinando. Você pode ouvi-la a partir de 1:00 neste vídeo:

“Cat People” em “Bastardos Inglórios” (2009)

O início do último capítulo do filme de Quentin Tarantino sobre a Segunda Guerra Mundial mostra a personagem Shoshanna (Melanie Laurent) se preparando para iniciar seu incrível plano de vingança contra os nazistas. A cena definitivamente não teria o mesmo impacto sem a canção de Bowie. “Sempre amei esta música e fiquei decepcionada quando Paul Schrader a usou no filme ‘Cat People’, apenas jogando nos créditos finais. Eu pensei que se eu tivesse aquela música, eu faria uma cena de 20 minutos em torno dela”, afirmou Tarantino.

“Young Americans” em “Dogville” (2003)

Após a experiência, digamos, pesada de assistir ao drama de Lars von Trier, estrelado por Nicole Kidman, o filme acaba com a música de Bowie nos créditos finais. A letra sobre jovens americanos (duh) com sonhos espetaculares e uma realidade dura toca enquanto vemos imagens reais de miséria nos EUA, retratando a hipocrisia do Sonho Americano (na visão do von Trier).

“Heroes” em “As Vantagens de Ser Invisível” (2012)

Uma das músicas mais famosas do músico inglês é peça fundamental nesta comédia dramática adolescente. O trio de amigos principal, interpretado por Logan Lerman, Emma Watson e Ezra Miller, está voltando de uma festa e escuta “Heroes” no rádio, mas não reconhece quem a canta. Na cena mais conhecida do filme, Sam (Watson) senta em cima do carro em movimento e abre os braços enquanto eles dirigem por um túnel. No final (spoilers!), ela descobre que se trata de uma música de Bowie e eles repetem a experiência no túnel.

“Nature Boy” em “Moulin Rouge – Amor em Vermelho” (2001)

A canção que abre o musical com Nicole Kidman e Ewan McGregor é originalmente de Nat King Cole, mas foi regravada diversas vezes, inclusive por Bowie para este filme.

“A maior coisa que você aprenderá/É simplesmente amar e ser amado de volta”.

Várias músicas adaptadas por Seu Jorge em “A Vida Marinha com Steve Zissou” (2004)

É exatamente isso que você leu. Seu Jorge regravou em português 13 músicas de David Bowie, incluindo “Rebel Rebel”, “Life on Mars”, “Starman” e “Changes”, para o filme de Wes Anderson, protagonizado por Bill Murray. Se você quiser ouvir todas, aqui está: 

“Space Oddity” em “A Vida Secreta de Walter Mitty” (2013)

Na verdade, a música é uma espécie de dueto entre Bowie e a atriz Kristen Wigg. Em um momento de indecisão do protagonista, vivido por Ben Stiller, ele imagina a personagem de Wigg cantando a canção. A versão original toca ao fundo enquanto Walter Mitty embarca em um helicóptero com um piloto bêbado.

“Starman” em “Perdido em Marte” (2015)

Pode parecer um clichê, mas a música toca em uma montagem de um lançamento de foguete e nas preparações para uma missão de resgate. Como vocês sabem, o filme venceu o prêmio de Melhor Comédia (RISOS, MESMO) no Globo de Ouro ontem.

“I’m Deranged” em “Estrada Perdida” (1997)

O longa de David Lynch começa e termina com esta música de 1995, composta por Bowie e Brian Eno. No final, só se ouve a voz do cantor nos primeiros versos.

Várias músicas em “Labirinto – A magia do tempo” (1986)

Como sabemos, Bowie atuou em diversos filmes e foi protagonista deste filme de aventura ao lado de Jennifer Connely. Cinco músicas foram escritas para o longa: "Underground", "Magic Dance", "Chilly Down", "As the World Falls Down” e "Within You". Minha preferida é “Magic Dance”, cena em que ele dança ao redor de bonecos-monstros, assistidos por um bebê fofinho:

R.I.P.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar