A sétima arte
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A sétima arte
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A sétima arte
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Filme de Woody Allen com protagonista de ‘Crepúsculo’ abre Festival de Cannes

Sheila Vieira
há 2 anos16 visualizações

É, amigos, parece que o jogo virou, não é mesmo? Kristen Stewart é uma das protagonistas do filme que abrirá o 69o Festival de Cannes, no dia 11 de maio. E o longa em questão é “Cafe Society”, de Woody Allen. O anúncio foi feito nesta terça-feira pelo festival, que acontece até o dia 22 de maio na França.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Filme de Woody Allen com protagonista de ‘Crepúsculo’ abre Festival de Cannes

Eu já havia dito para vocês que Stewart estava dando um upgrade em sua carreira, deixando os dias de expressões de fantasma no passado da saga Crepúsculo e escolhendo filmes independentes. Em 2015, ela se tornou a primeira atriz americana a vencer o César, premiação de cinema mais importante da França, por “Acima das Nuvens”.

Nem era fã da saga Crepúsculo, mas sempre fico feliz quando uma atriz que já foi publicamente execrada consegue dar a volta por cima. E Stewart também é garota corajosa em sua vida pessoal, ignorando as fãs de seu romance ‘perfeito’ com Robert Pattinson para ser ela mesma.

O personagem principal de “Cafe Society” será interpretado por Jesse Eisenberg (meh…), que já trabalhou com Allen em “Para Roma Com Amor” (2012). O filme se passa na Hollywood dos anos 30, quando um rapaz tenta trabalhar na indústria cinematográfica, se apaixona, e se envolve intensamente na vida social dos cafés da época. Steve Carell e Blake Lively também estão no filme.

Filme de Woody Allen com protagonista de ‘Crepúsculo’ abre Festival de Cannes

Aos 80 anos de idade, Allen será o primeiro diretor a abrir Cannes pela terceira vez. O diretor já deu a largada no festival em 2002 com “Dirigindo no Escuro” e em 2011 com “Meia-Noite em Paris”. Aparentemente, o escândalo após a carta em que Dylan Farrow (ex-enteada dele) o acusava de ter abusado sexualmente dela não afetou o prestígio de Allen na indústria. 

#cannesfestival #cannes #kristenstewart #woodyallen #jesseeisenberg #cafesociety

10 filmes que a crítica detonou, mas o público adorou (como Batman vs Superman)

Sheila Vieira
há 2 anos13 visualizações
10 filmes que a crítica detonou, mas o público adorou (como Batman vs Superman)
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Na última semana, escrevi aqui sobre as preocupantes críticas de “Batman vs Superman”, que está com 29% de índice no Rotten Tomatoes, site que mede a popularidade dos filmes entre os críticos. No entanto, o público não poderia se importar menos com a opinião dos jornalistas e foi conferir a batalha entre os dois maiores super-heróis dos quadrinhos nos cinemas. “A Origem da Justiça” arrecadou US$ 424,1 milhões no mundo em sua semana de lançamento.

Não é novidade que críticos e público raramente têm opiniões parecidas. O motivo de esses filmes-pipoca serem feitos é justamente porque, apesar de não serem obras de arte, trazem retorno financeiro para os estúdios. Mas essas apostas acabam muitas vezes produzindo fracassos de crítica e audiência. Este não foi o caso dos filmes a seguir, que são verdadeiras pérolas, mas lotaram muitas sessões pelo mundo:

Piratas do Caribe: No Fim do Mundo (2007)

Índice do Rotten Tomatoes: 45%

Ian Winterton, da Film 4, disse: “Além de algumas risadas, efeitos visuais fantásticos e uma ponta do Keith Richards, isso é túrgido e cansativo”.

Bilheteria mundial: US$ 963,4 milhões (28º em todos os tempos)

Transformers: A Vingança dos Derrotados (2009)

Índice no Rotten Tomatoes: 19%

Mary F. Pols, da Time, escreveu: “O filme é como um encontro entre crianças infernais, quando um grupo de pequenos reduzem sua casa a destroços e fazem inúmeras encenações de guerras barulhentas no chão da sua ala, enquanto você pondera a possibilidade de abrir uma garrafa de vinho”.

Bilheteria mundial: US$ 836,3 milhões (47º em todos os tempos)

O Código da Vinci (2005)

Índice no Rotten Tomatoes: 25%

Amy Nicholson, do I.E. Weekly, publicou: “O que parece crível na página é ridículo na tela”.

Bilheteria mundial: US$ 758,2 milhões (62º em todos os tempos)

A Saga Crepúsculo: Lua Nova (2009)

Índice no Rotten Tomatoes: 29%

Michael Dequina, do Movie Report, escreveu: “A ostensiva heroína Bella é uma co-dependente tão fraca, carente e patética e que causa tanta merda para as pessoas que ela em tese ama, que é difícil ter algum interesse em torcer por ela”.

Bilheteria mundial: US$ 709,7 milhões

Os Smurfs (2011)

10 filmes que a crítica detonou, mas o público adorou (como Batman vs Superman)

Índice no Rotten Tomatoes: 22%

Will Leitch, do Deadspin, deu este pitaco: “Se o seu filho ama isso, seu filho precisa ler um livro, ou até jogar um videogame. Pelo menos dá para diferenciar os personagens no videogame”.

Bilheteria mundial: US$ 563,7 milhões

A Múmia: Tumba do Imperador Dragão (2008)

Índice no Rotten Tomatoes: 12%

Ali Gray, do Shiznit, escreveu: “Reze para que esta franquia esteja morta de vez agora”.

Bilheteria mundial: US$ 401,1 milhões

Velozes e Furiosos 4 (2009)

Índice no Rotten Tomatoes: 28%

Sam Bathe, do Fan the Fire, pediu: “Espero que este seja o último, mas depois do enorme dinheiro que ele já fez nos EUA, não fique surpreso se aparecer um quinto”. Mal sabia ele…

Bilheteria mundial: US$ 363,1 milhões

Quarteto Fantástico (2005)

Índice no Rotten Tomatoes: 27%

Julian Roman, do MovieWeb, publicou: “Quarteto Fantástico’ escolheu muito mal o elenco. É mal escrito, visualmente desinteressante e, pior de tudo, sem graça. O filme se arrasta consideravalmente. Há vários momentos sem nenhuma ação e isso prejudica muito o ritmo do filme”.

Bilheteria mundial: US$ 330,5 milhões

Resident Evil: Recomeço (2010)

Índice no Rotten Tomatoes: 23%

Ben Kendrick, do ScreenRant, opinou: “Mais um filme de zumbis do Resident Evil sem cérebro mas com ação exagerada suficiente para satisfazer o apetite de certos espectadores”.

Bilheteria mundial: US$ 296,2 milhões

Lara Croft: Tomb Raider (2001)

Índice no Rotten Tomatoes: 19%

Chris Stuckmann ponderou: “Lara Croft: Tomb Raider é incrivelmente bobo. Tão bobo, que talvez seja necessário respeitá-lo”.

Bilheteria mundial: US$ 274,7 milhões

PS: você deve estar se perguntando onde estão Star Wars Episódios I e II, Indiana Jones 4 ou Homem-Aranha 3 nesta lista. Por mais que seja um consenso atualmente que estes filmes são ruins, eles tiveram boas críticas quando foram lançados. Talvez seja o peso dos filmes anteriores bons destas franquias.

#films #cinema #movies #boxoffice #rottentomatoes #critics

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar