A sétima arte
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A sétima arte
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A sétima arte
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Não faz sentido reclamar do Joseph Fiennes interpretando Michael Jackson

Sheila Vieira
há 2 anos6 visualizações

O novo bafafá do mundo do entretenimento é a descoberta de que o ator Joseph Fiennes, que você conhece de “Shakespeare Apaixonado”, interpretará Michael Jackson em um filme para a TV britânica.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Um ator branco fazendo um papel de um negro?

Não exatamente.

Não faz sentido reclamar do Joseph Fiennes interpretando Michael Jackson

O filme em questão se passa em 2001 e é baseado em uma “lenda urbana” que virou matéria da Variety: que MJ, Elizabeth Taylor e Marlon Brando fizeram uma viagem de carro de Nova York a Ohio (queriam chegar à Califórnia) logo após os atentados de 11 de setembro.

POIS É.

Mas, voltando à questão da raça, todos sabemos que Jackson tinha uma aparência branca nesta época. O cantor tinha vitiligo em um estágio bem avançado, fato provado em sua autópsia, e cobria as partes ainda negras de seu corpo com roupas, luvas e maquiagem.

Porém, isso levanta a questão: quem seria escalado para interpretar o Rei do Pop em uma biografia que cobrisse todas as partes de sua vida?

Isso sim seria complicado.

Haveria a possibilidade de contratar dois atores, um para cada “fase”, mas seria estranho. Mesmo um intérprete que tivesse vitiligo provavelmente não teria a mesma aparência que o cantor. A outra solução seria maquiar o rosto de um ator branco ou negro.

Sem dúvida, maquiar um ator branco para que ele parecesse negro seria mais problemático, já que esse procedimento já foi feito muitas vezes sem necessidade (quando bastava apenas procurar um negro adequado para o papel) e virou até uma expressão: “blackface”. No caso de um ator negro que fosse maquiado para ser branco, seria mais parecido com o que realmente aconteceu com Michael Jackson e mais um “acessório” junto às perucas e próteses nasais necessárias para retratar o período anos 90 e adiante.

Então, enquanto não há planos de uma super biografia cinematográfica de Michael Jackson, deixemos Joseph Fiennes em paz.

Não faz sentido reclamar do Joseph Fiennes interpretando Michael Jackson

OH WAIT! Esse é o Ralph.

#film #TV #michaeljackson

Site faz pôsteres honestos dos filmes candidatos ao Oscar

Sheila Vieira
há 2 anos8 visualizações

Só li verdades.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Falta um mês e um dia para o Oscar e a discussão sobre o #OscarsSoWhite está bombando, mas a melhor da semana veio do site Shiznit, que montou pôsteres 'honestos' sobre os filmes indicados. Acima vemos o exemplo de "Steve Jobs", que virou "O Filme Bom de Steve Jobs, Não Aquele do Ashton Kutcher".

Curiosamente, há críticos de cinema dizendo que a proximidade de lançamento entre o longa "Jobs" (2013) e "Steve Jobs" acabou prejudicando o último, de qualidade bem superior. Voltando ao tema da falta de minorias representadas nas premiações (e nos filmes), vamos ao pôster de "Brooklyn":

"'A América Dá Boas-Vindas aos Imigrantes Brancos'. Ela pode ficar. Mas os morenos? Não muito"

Ainda não vi este filme, mas PLAU!

Hora de "Mad Max: Estrada da Fúria":

"Mario Kart Edição Apocalíptica: Uma Longa Perseguição de Carros. E é Incrível pra C******)"

Realmente, não é uma trama das mais complexas. Mas tem a Charlize Theron como uma mulher poderosa que sabe se defender e é tão protagonista quanto Tom Hardy. E o visual é lindo, a edição é perfeita e tem algumas das melhores cenas de ação dos últimos tempos. Dou apoio ao hype.

"Estrelando Ator Corajoso Que Ficou Um Pouco Com Frio e Comeu Carne: Estuprado por um Urso: A História de Leonardo DiCaprio. O Que For Necessário para Ganhar o Oscar"

Calma, o DiCaprio não foi estuprado por um urso. Foi um boato que circulou antes da estreia do filme. Mas já estou preparando o estômago para assistir a "O Regresso". #nojinho

Hora de "Ponte dos Espiões", de Steven Spielberg:

"Tom Hanks é a Única Razão para Você Ver Isso: Um Filme Chato de Steven Spielberg. Filme De Espiões Sem As Cenas de Ação: Bond Foi Ruim, Mas Pelo Menos Teve Perseguições em Carros"

Realmente, esse filme é um porre. Só o Mark Rylance (indicado ao Oscar de coadjuvante) salva. Como está concorrendo a Melhor Filme, enquanto "Steve Jobs" ficou fora, é algo que não vou entender.

Também não colocaria "Perdido em Marte" na lista, mas valeu só por este pôster:

"Tragam Matt Damon Para Casa... De Novo. O Resgate do Astronauta Ryan"

Viva a repetição de fórmulas em Hollywood! Falando nisso:

"Star Wars: Episódio IV De Novo"

Realmente é uma nova versão de "A Nova Esperança", mas com uma mulher e um negro como protagonistas (chupa, Oscar) e um vilão mais vulnerável do que Darth Vader. E não é uma atrocidade, como os episódios I e II. Vamos parar de reclamar com a barriga cheia.

E, finalmente, "O Quarto de Jack":

"Merda, isso é sombro. 'Você Foi Fritzleado'. Baseado em uma Realidade Realmente Horrível"

Ok, contexto. O filme conta a história de uma menina que foi sequestrada por um homem e mantida em cativeiro por anos, período em que engravidou e teve um filho. Josef Fritzl foi um dos monstros que fizeram isso na vida real.

Mas não é um filme tão deprimente, por incrível que pareça. É mais uma história de superação. 

Você pode ver o resto dos pôsteres honestos aqui:

#cinema #film #oscars #posters

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar