A sétima arte
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A sétima arte
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A sétima arte
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Olivia Wilde é mais uma atriz considerada VELHA para ser par romântico de galã

Sheila Vieira
há 2 anos9 visualizações

Sinceramente, Hollywood, MELHORE.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Olivia Wilde é mais uma atriz considerada VELHA para ser par romântico de galã

Na minha cabeça, você só poderia recusar Olivia Wilde para um papel em caso de loucura absoluta, mas aparentemente Martin Scorcese fez isso em "O Lobo de Wall Street". A atriz de 32 anos revelou em um programa de rádio, de Howard Stern, que foi considerada muito velha para uma certa personagem do filme.

As duas mulheres com papéis de destaque no filme foram pares românticos do personagem de Leonardo DiCaprio: elas foram interpretadas por Cristin Milioti (agora com 30 anos) e Margot Robbie (que tem 25). O longa foi lançado em 2013.

"A coisa mais engraçada que eu ouvi recentemente foi que fui rejeitada para um papel porque era muito sofisticada. E eu pensei 'Ah, isso é legal'. Gostei do feedback. Não consegui o papel, mas sou uma pessoa bem sofisticada. Depois eu descobri que eles realmente disseram 'velha'. Queria fazer uma lista de tradução do feedback que os agentes te dão em Hollywood e o que as opiniões realmente significam", disse a eterna Thirteen, de "House".

Olivia Wilde é mais uma atriz considerada VELHA para ser par romântico de galã

Esta é Margot Robbie, principal mulher de um filme em que mulheres são muito valorizadas. Só que não.

Wilde não é a primeira mulher de mais de 30 anos que ouviu que é "velha" para ser par romântico de um ator mais velho que ela. O caso mais famoso foi o de Maggie Gyllenhaal, que botou a boca no trombone ano passado.

"Tenho 37 anos e me disseram que eu era muito velha para ser o interesse amoroso de um cara de 55. Foi inacreditável para mim. Eu me senti mal, depois fiquei com raiva e por fim dei risada", comentou Gyllenhaal.

Olivia Wilde é mais uma atriz considerada VELHA para ser par romântico de galã

Nem uma das mulheres mais sensuais da história do cinema, Monica Bellucci, escapou dos corneteiros. A italiana de 51 anos foi escalada para ser uma das Bondgirls de "Spectre" (mas a principal era de 20 e poucos...) e Daniel Craig foi questionado sobre James Bond se encantar por uma mulher mais velha. Detalhe: o ator é só três anos mais novo que Bellucci.

"Acho que você quer dizer uma mulher da idade dele. Estamos falando de Monica Bellucci, pelo amor de Deus. Quando alguém como ela quer ser uma Bondgirl, você só agradece pela sorte", disse Craig.

Olivia Wilde é mais uma atriz considerada VELHA para ser par romântico de galã

Um vídeo obrigatório no assunto "atrizes consideradas velhas demais" é o "Last Fuckable Day", do "Inside Amy Schumer", no qual Julia Louis-Dreyfus comemora seu último dia como 'gostosa' junto a Patricia Arquette, Tina Fey e Schumer:

Por fim, deixo a palavra com a Rainha Helen Mirren:

"Tem me deixado louca ver durante a minha carreira atrizes incríveis com suas carreiras diminuindo e desaparecendo, enquanto atores medíocres continuam".

#oliviawilde #maggiegyllenhaal #monicabellucci #aging #hollywood #thewolfofwallstreet

Academia pede desculpas por piada de Chris Rock com crianças asiáticas no Oscar

Sheila Vieira
há 2 anos6 visualizações

A cerimônia do Oscar aconteceu há mais de duas semanas, mas #certaspiadas ainda estão causando polêmica. A Academia se desculpou oficialmente por uma das partes mais bizarras da apresentação de Chris Rock: quando o comediante chamou três crianças asiáticas para serem auditoras dos prêmios, tirando sarro do estereótipo de que na Ásia o trabalho infantil seria comum.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

As desculpas são uma resposta a uma carta formal enviada por 24 membros de origem asiática da Academia, incluindo o duas vezes premiado diretor taiwanês Ang Lee (por “Brokeback Mountain” e “As Aventuras de Pi”) e a atriz canadense Sandra Oh, filha de coreanos e conhecida por ter interpretado Cristina em “Grey’s Anatomy”. O ‘manifesto’ dizia:

“Estamos escrevendo como membros descendentes de asiáticos da Academia para expressar nossa completa surpresa e decepção com o fato de que asiáticos foram um alvo no Oscar, perpeturando estereótipos racistas”.

A carta também destacava que 60% da população mundial é asiática e um potencial público para o cinema.

Por comunicado, a Academia garantiu que “agradece as preocupações apontadas e lamenta por qualquer aspecto da cerimônia do Oscar que tenha sido ofensiva. Estamos comprometidos em fazer nosso melhor para garantir que o material futuro seja mais culturalmente sensível”.

O caso das crianças asiáticas no Oscar ficou mais sério quando a mãe da garota que esteve no palco afirmou que não sabia o conteúdo da piada antes de assinar o contrato pela filha e teria vetado sua participação se soubesse:

“É duro ver fotos da sua filha com aquela cara muito séria no palco associadas com tudo isso. É realmente um balde de água fria em toda a alegria que ela sentiu só por estar ali”, afirmou Laura King.

Na minha visão, zoar crianças de qualquer raça é uma coisa desnecessária. Mas é incrivelmente irônico como uma cerimônia que pretendia defender a diversidade acaba tratando mais da metade da população mundial como robôs que exploram crianças.

#oscars #asians #asianjokes #chrisrock #theacademy

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar