A sétima arte
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A sétima arte
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A sétima arte
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Presidente da Academia se pronuncia após anúncios de boicotes ao #OscarBranco

Sheila Vieira
há 2 anos5 visualizações

Não está sendo fácil para a Academia...

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Um dia após o diretor Spike Lee e a atriz Jada Pinkett Smith anunciarem que não comparecerão à cerimônia do Oscar neste ano, por conta de atores negros não terem sido indicados pelo segundo ano consecutivo, a presidente da Academia, Cheryl Boone Isaacs, se pronunciou. 

Escrevi sobre o texto de Lee explicando o boicote, mas faltou o vídeo de Pinkett Smith anunciando sua posição (é bem bacana, aliás):

Boone Isaacs (que chamou o Iñárritu de Iñátitu no anúncio dos indicados, foi engraçado) assegurou a comunidade negra em Hollywood que tomará providências para que o grupo de votantes seja mais diverso.  Confira o seu comunicado:

Gostaria de reconhecer o trabalho incrível dos indicados deste ano. Enquanto celebramos seus feitos extraordinários, eu estou com o coração partido e frustrada com a falta de inclusão. É uma conversa difícil, mas importante, e é hora de ter grandes mudanças. A Academia está tomando passos dramáticos para alterar a cara dos nossos membros. Nos próximos dias e semanas, conduziremos uma revisão do recrutamento de membros, a fim de trazer uma necessária diversidade na nossa classe de 2016 e assim por diante.

Como muitos de vocês sabem, implantamos mudanças para diversificar nosso grupo de membros nos últimos quatro anos. Mas a mudança não está acontecendo com a velocidade que gostaríamos. Precisamos fazer mais, melhor e mais rapidamente.

Isso não tem precedentes na Academia. Nos anos 60 e 70, a questão era recrutar membros mais jovens para ela permanecer vital e relevante. Em 2016, a regra é inclusão em todas as suas facetas: gênero, raça, etnia e orientação sexual. Reconhecemos as preocupações muito reais em nossa comunidade e também aprecio todos vocês que me procuraram em nosso esforço avançar juntos."

Nos bastidores, imagino que Boone Isaacs está conversando com todas as celebridades negras, tentando evitar uma reação em cadeia, com grandes personalidades se recusando a ir à cerimônia. Seria um golpe muito forte na Academia. O #OscarSoWhite já é o principal assunto desta temporada de premiações (sim, mais que a expectativa pelo prêmio do DiCaprio) e o apresentador Chris Rock certamente escreverá seu monólogo inicial com base nisso.

Por mais que a Academia tente botar panos quentes, o estrago já está feito, porque não há como "corrigir" os indicados. Chamar celebridades negras para apresentar todos os prêmios seria horrível, reforçando a ideia de que eles são meros coadjuvantes. Os produtores devem estar quebrando a cabeça em algum escritório, tentando pensar em uma solução. 

Spike Lee pretende boicotar o #OscarBranco. Será o único?

Sheila Vieira
há 2 anos2 visualizações

O fato de que todos os atores indicados aos Oscars serão brancos pelo segundo ano consecutivo foi largamente debatido e criticado desde a última quinta-feira. Porém, o primeiro grande ato contra a cerimônia partiu do diretor Spike Lee, que pretende boicotar o evento de 28 de fevereiro.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Em seu Instagram, Lee aproveitou o feriado de Martin Luther King Jr. para declarar sua posição:

"Gostaria de agradecer a presidente (da Academia) Cheryl Boone Isaacs e o conselho de governadores da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas por me premiarem com um Oscar honorário no último novembro. Sou muito agradecido. Porém, minha esposa, Sra. Tonya Lewis Lee e eu não estaremos na cerimônia do Oscar em fevereiro. Não podemos apoiá-la, e não quero desrespeitar meus amigos, o apresentador Chris Rock e o produtor Reggie Hudlin, a presidente Isaacs e a Academia.  Mas como é possível que pelo segundo ano consecutivo todos os 20 indicados nas categorias de atuação sejam brancos? Nem vamos entrar nas outras minorias. Não sabemos atuar? WTF!"

A atriz Jada Pinkett Smith havia tuitado sugerindo que houvesse um boicote em seu perfil no Twitter no sábado. "Nos Oscars, as pessoas de cor sempre são bem-vindas para dar prêmios, até entreter. Mas raramente somos reconhecidos por nossos feitos artísticos. As pessoas de cor deveriam se recusar a participar totalmente? As pessoas só podem nos tratam da maneira que nós deixamos. Com muito respeito em meio a uma grande decepção".

Três atores negros eram fortemente cogitados para serem indicados neste ano: Will Smith, Michael B. Jordan e Idris Elba. Mas todos ficaram de fora da lista final.

Lupita Nyong'o foi a última atriz negra a vencer o Oscar.

Spike Lee também ressaltou que a falta de negros em filmes no geral afeta os resultados das premiações:

"Da maneira que eu vejo, os prêmios da Academia não são onde a verdadeira batalha está. Está nos escritórios dos executivos de Hollywood e das TVs fechadas. É lá que os patrões decidem o que é feito", acrescentou Lee em seu depoimento. "A verdade é que não estamos nestes lugares (onde as decisões são tomadas) e até as minorias estarem, os indicados ao Oscar continuarão sendo Lilly White".

Será que mais personalidades negras vão se juntar ao boicote? 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar