A sétima arte
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A sétima arte
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
A sétima arte
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Quando Tarantino, Ridley Scott e Iñárritu fazem uma mesa-redonda, você assiste

Sheila Vieira
há 2 anos12 visualizações

Se você entende inglês, claro. Infelizmente, o vídeo não tem legendas.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Quando Tarantino, Ridley Scott e Iñárritu fazem uma mesa-redonda, você assiste

Em toda temporada de premiação, a Hollywood Reporter chama os principais diretores, atores e roteiristas para mesas-redondas, e esses vídeos são obrigatórios para qualquer pessoa que gosta de cinema. 

A mesa de diretores deste ano reúne Quentin Tarantino (Os Oito Odiados, que deveria ser Os Oito Odiáveis), Ridley Scott (Perdido em Marte e vários filmes épicos que você ja viu), Alejandro González Iñárritu (O Regresso, que deve dar a Leonardo DiCaprio seu primeiro Oscar), Tom Hooper (A Garota Dinamarquesa e vários filmes britânicos que você já viu), Danny Boyle (Steve Jobs) e David O. Russell (Joy - O Nome do Sucesso).

É triste que uma mesa como essa ainda seja composta 100% por homens brancos? Sim. Mas pelo menos há um latino, o mexicano Iñárritu, que destoa deliciosamente dos colegas com sua fala animada e da maneira extremamente prática que Scott encara a profissão.

Tarantino começa a discussão com uma pergunta válida: os diretores estão dando ao público filmes bons o suficiente para convencer as pessoas a saírem de casa e pagarem um ingresso caro para o cinema, quando há tanto conteúdo disponível em plataformas digitais? 

Eu destacaria também o momento em que Iñárritu descreve por que DiCaprio é um ator acima da média e Hooper contando a história de quando Helen Mirren o fez perceber que ele estava mais preocupado com uma tomada legal do que com a verdade da personagem.

Mas, sim, o apresentador é irritante e faz interrupções desnecessárias.

O vídeo com os roteiristas, incluindo Amy Schumer (Trainwreck) e Aaron Sorkin (Steve Jobs) também já está disponível no canal da Hollywood Reporter:

Eu não fazia ideia de como o especial de fim de ano de Star Wars era ridículo

Meu relacionamento com Star Wars sempre se restringiu a ter visto os filmes e sonhar em poder apagar os episódios I e II da memória. Por este motivo, a descoberta do MARAVILHOSO Especial de Fim de Ano da saga, que foi ao ar na TV em novembro de 1978, provocou a maior crise de riso que tive nas últimas semanas. Fiquei sabendo que isso existia neste vídeo do crítico de cinema Chris Stuckmann:

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

A premissa do negócio é: a família do Chewbacca queria que ele voltasse para casa para comemorar o "Dia da Vida" (LOL). Então vemos ele e Han Solo (sim, o Harrison Ford aceitou participar disso) viajando (usaram várias tomadas do longa), enquanto os parentes de Chewie urram em casa e os telespectadores não entendem nada. 

Luke Skywalker conversa pelo Skype do universo de Star Wars com eles, com Mike Hamill atuando após ter um quilo de base aplicado em sua cara e falando em direção à câmera.

Depois, o filho de Chewbacca assiste a um holograma de bailarinos (!!!!!!!!!!!!!!):

Ainda vai piorar! A esposa de Chewie assiste a um programa de culinária.

ISSO É STAR WARS OU RÁ-TIM-BUM????

Se você imaginava que este negócio era besta para chamar o público infantil, fica difícil justificar a cena na qual um Wookiee senta em uma cadeira especial e começa a ver uma mulher falando sacanagens e cantando sensualmente.

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Depois tem uma banda aleatória de rock tocando e stonetroopers invadem a casa da família do Chewbacca, mas Solo chega para o resgate.

APRENDE, ROMÁRIO!

E eles se abraçam.

Tudo está resolvido, então é hora de juntar todos os personagens, certo?

E COLOCAR A CARRIE FISHER PARA CANTAR UMA MÚSICA DE PAZ.

E sim, este Especial de Fim de Ano ainda é melhor que os episódios I e II.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar