CURIOSIDADES

Como usar redes sociais durante a crise política sem ser idiota ou ficar doido

Sheila Vieira
Author
Sheila Vieira

Não é fácil, mas é possível. Você precisa ter a mesma determinação de quando está fazendo sua atividade física favorita. Se for sedentário, de quando está fazendo maratona de série no Netflix.

Como usar redes sociais durante a crise política sem ser idiota ou ficar doido

1. Não deixe o Facebook aberto o tempo todo. Sempre vai ter algum post que vai te revoltar e despertar sua vontade de iniciar uma treta às 17h59, quando você estava já arrumando suas coisas para ir embora. “Ah, mas eu preciso saber o que está acontecendo”. Use o Twitter, bem mais rápido para isso. Determine um intervalo para checar as postagens de uma em uma hora. Tente aumentar este intervalo se possível.

2. Não fique compartilhando TODOS OS POSTS COM OS QUAIS VOCÊ CONCORDA. Sinceramente, isso é muito irritante. Você faz um dilúvio redundante na timeline alheia claramente só porque quer mostrar que não é um alienado(a) que está por fora dos acontecimentos. Todo mundo sabe qual é a sua posição. Poucos se importam. Pare.

3. Não fique trocando de avatar toda hora. Isso é coisa de adolescente fã de boyband. Nada contra, mas você já passou dessa fase.

4. Se tiver alguém na sua timeline muito louco da droga (ou da cabeça), que já está naquele nível de compartilhar informação falsa, só postar com CAPSLOCK ou glorificar violência, pare de seguir. Não é o mesmo que desfazer a amizade, a pessoa não vai te confrontar. “Mas eu quero saber o que todo mundo está falando”. Se é algo previsível, que não te acrescenta, por quê? Pare de masoquismo.

Como usar redes sociais durante a crise política sem ser idiota ou ficar doido

5. Fique à vontade para postar algo que não seja sobre a crise. Como disse anteriormente, as pessoas morrem de medo de passar a impressão de que são alienadas. Não entre nessa. O mundo continua girando, as Kardashians continuam postando no Instagram e a Champions League e a Libertadores estão rolando normalmente. “Mas vão ignorar totalmente o post”. Complete as lacunas: F___-S_.

6. Não tenha medo de silenciar grupos de whatsapp. Se o conteúdo estiver muito tenso, lotando sua tela inicial de notificações e sua galeria de fotos de memes, silencie o grupo por um tempo. Se te perguntarem por que você parou de postar, diga que está “evitando falar sobre política”. No Brasil, falar que não gosta de política pega bem (não deveria, mas o lado bom é que serve como desculpa). Porém, se é um grupo de pessoas X que nunca te interessaram, saia e diga que o “clima ficou muito pesado”.

7. Reativar sua conta de Twitter exige interação. Você decidiu que o FB está insuportável e quer se informar pelo Twitter. A primeira coisa que você tem que fazer é seguir mais pessoas. Quem fica muito tempo sem entrar lá geralmente segue pouca gente, daí a timeline não anda e a coisa fica parada. Veja quem seus amigos tuiteiros estão seguindo e dando RT frequentemente. Inicie conversas, dê RT com comentários, interaja. Caso contrário, você vai ficar entediado rapidamente e voltar para o FB.

8. Por fim, não se sinta mal por rir dos memes! Sério: antes fazer e rir de piadas do que ficar batendo em gente com opinião diferente na rua. É um tempo de vida gasto de forma muito mais produtiva.

#crisepolítica #redessociais #socialmedia #facebook #twitter