Desabafos aleatórios
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Desabafos aleatórios
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Desabafos aleatórios
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

9 dicas para lidar com a maldita insônia no meio da noite

DeTudoUmPouco
há um ano37 visualizações
9 dicas para lidar com a maldita insônia no meio da noite
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Você até consegue dormir na hora que gostaria, mas sempre que acorda e olha o relógio… TRÊS DE MEIA DA MADRUGADA. Pior: só volta a dormir depois de umas duas horas rolando na cama pensando em como você vai passar o dia inteiro com cara de personagem do “Walking Dead”.

Acredite: a insônia de meio de noite é bem mais comum do que a que impede a pessoa de dormir totalmente. Quem demora muito para se render aos braços de Morfeu geralmente sofre com estresse e ansiedade. Porém, quem dorme na hora certa e acorda no meio da madrugada pode ter outros problemas, como apneia do sono, dores crônicas ou refluxo gastroesofágico. Já quem acorda com vontade de urinar com frequência pode ter alguma alteração relacionada ao trato urinário ou sistema reprodutivo.

Se você percebe que está acordando durante a noite com frequência e não sabe como resolver o problema, aqui vão algumas dicas preciosas de médicos especialistas em sono:

1. Não tente compensar a noite ruim com sonecas durante o dia ou indo para a cama mais cedo ainda no dia seguinte. Não funciona e você só vai confundir ainda mais o seu corpo. É melhor simplesmente ingerir cafeína durante o dia para ficar acordado e tentar dormir na hora certa novamente depois.

2. Tenha cortinas escuras. Se você demorar para dormir de novo, é bem provável que precisará de todos os segundos disponíveis para compensar durante a manhã. Então tenha uma cortina que mantenha o seu quarto o mais escuro possível, para que você só acorde com o despertador mesmo. Sua persiana cinza não será suficiente.

3. Se precisar ir ao banheiro, ligue no máximo um abajur. Uma luz forte, como a da geladeira, geralmente baixa os níveis de melatonina, o hormônio que regula seu relógio biológico.

4. Se estiver totalmente acordado e sabe que vai demorar muito tempo para dormir de novo, faça alguma atividade para não ficar rolando na cama desesperado. Mas tem que ser algo relaxante, como ler, escrever ou tricotar. Evite luzes fortes, como celular e computador.

5. Usar óculos escuros para ver TV à noite. Às vezes há um programa ou jogo bem tarde que você simplesmente não pode perder. Solução: assista com lentes escuras, para o seu organismo não ficar totalmente ligado.

6. Não coma quando acordar de madrugada. Bate aquela vontade de visitar a geladeira, mas as consequências são péssimas: você vai demorar mais para dormir de novo e pode ter refluxo gastroesofágico, quando o ácido clorídrico sobe para o esôfago, causando ânsia de vômito e enjoo.

7. Não olhe para o relógio quando acordar. Fazer a velha matemática do “tenho só X horas para acordar” só vai aumentar a sua ansiedade e retardar ainda mais o sono.

8. Vá para o seu quarto só na hora de dormir. Esta é bem importante. É compreensível que a gente queira ir direto para o quarto após um longo dia de trabalho, mas pense que o seu corpo já é um pouco confuso quando se trata de entender em qual hora do dia você está. Tente “adestrá-lo” para que ele entenda que, quando você deita, é hora só de dormir.

9. Se nada disso funcionar, procure um médico. As causas da insônia podem ser psicológicas, neurológicas ou um sintoma de algum problema físico. Ouça seu corpo e veja se é melhor tentar um urologista/ginecologista, nefrologista ou gastroenterologista antes. Porém, se o único sintoma é a falta de sono, é melhor procurar um neurologista, psicólogo ou psiquiatra. Ansiedade é muito mais comum do que imaginamos. É melhor encarar o problema e resolvê-lo do que passar anos sofrendo.

#sono  #sleep #ansiedade #anxiety #insonia #insomnia 

Foto de deficiente visual olhando o celular virou piada porque nós somos burros

DeTudoUmPouco
há um ano86 visualizações

Melhorem!

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Foto de deficiente visual olhando o celular virou piada porque nós somos burros

Nós ainda somos muito ignorantes quando o assunto é deficiência física. Achamos que tudo é 8 ou 80: alguém que perde a visão enxerga tudo preto, quem precisa de cadeira de rodas não sente nada abaixo da cintura, etc. E isso faz com que a gente ache estranhas coisas que não deveriam ser.

Uma foto viralizou na internet recentemente de um cara no metrô com a bengala branca, típica dos deficientes visuais, mexendo em seu smartphone. A legenda era “o zap faz milagres” (vocês entenderam, né? Hah!).

Algo semelhante aconteceu no começo de maio, quando um rapaz cadeirante que participava do revezamento da tocha olímpica caiu e conseguiu se levantar sozinho para voltar à cadeira. Idiotas disseram que o Rio 2016 havia pago um ator para fingir que era deficiente.

O atleta em questão, João Paulo Nascimento, teve que postar um vídeo explicando que ele tinha as pernas desalinhadas, com os pés afastados, e por isso tinha dificuldade para caminhar.

O deficiente visual no metrô ainda não se manifestou, mas algumas pessoas nas redes sociais vieram fizer o óbvio: nem todos eles perderam 100% da visão. “As pessoas que têm baixa visão não são cegas. Elas têm limitações severas de visão, mas ainda possuem um resíduo visual que as permite ter certa independência. No entanto, muitas vezes elas precisam usar a bengala. Eu e muitas outras pessoas temos baixa visão, e a piada disseminada com esta foto nos ofende, além de expressar a ignorância das pessoas sobre a baixa visão”, escreveu Fernanda Shcolnik em sua página.

A Organização Mundial da Saúde classifica os tipos de deficiência visual em seis grupos:

a) leve perda de visão, ou próximo da visão normal

b) baixa visão moderada

c) grave deficiência visual

d) baixa visão profunda

e) quase total deficiência visual

f) total deficiência visual (nenhuma percepção de luz)

Cerca de 285 milhões de pessoas são deficientes visuais no mundo. Destas, 39 milhões são cegas. Ou seja, a maioria delas tem algum tipo de percepção de luz. Vamos nos informar um pouco antes de acusar alguém de fingir uma deficiência? Obrigada.

#disabilities #deficienciafisica #facebook #rio2016 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar