TV

É 31/12, mas as pessoas estão surtando com uma série documental americana

Sheila Vieira
Author
Sheila Vieira

Se você faz parte da rede social das pessoas que admitem não ter vida social (Twitter), você deve ter se deparado nos últimos dias com tweets sobre a série documental "Making a Murderer", da Netflix. Juntando esse burburinho ao tempo sobrando e à recomendação de uma amiga, decidi ver qual era o ~lance~.

15 horas depois:

E eu não sou a única surtando em pleno 31 de dezembro com esta série. Exemplos:

"Tenho planos para o Ano Novo, mas parte de mim quer sentar no meu sofá e terminar #MarkingAMurderer #obcecada"

"O Ano Novo será ótimo, mas não antes de eu terminar #MakingAMurderer"

"Não durmo há dois dias porque preciso descobrir quem é o 'músico internacional' no juri de #MakingAMurderer"

"O que vou fazer na véspera do Ano Novo? Assistir aos últimos quatro episódios de #MakingAMurderer e deitar na cama às 22h30" 

É 31/12, mas as pessoas estão surtando com uma série documental americana

"Uma olhadinha nas últimas 10 horas da minha vida. Como minha TV ainda está intacta, eu não sei #MakingAMurderer"

E estes são alguns dos surtos pré-31/12:

(Sim, é a atriz Olivia Wilde) - "A série documental do Netflix #MakingAMurderer é forte, devastadora e infuriante. Nosso sistema de justiça está tão tristemente acabado. #façaalgumacoisa"

É 31/12, mas as pessoas estão surtando com uma série documental americana

"Terminei a coisa toda, mas não consigo superar esta cena. #MakingAMurderer"

(Nota pessoal: eu tive ânsia de vômito nesta cena e precisei pausar por uns 20 minutos)

Mas, como sempre, os tuiteiros sempre acham uma maneira de encontrar piadas nas profundezas da escuridão (só quem já assistiu vai entender):

Eu sabia que ela me lembrava alguém...

"Libertem Steven Avery... e qualquer que seja a pessoa que está com ele, tenha um estoque eterno de cuecas boxer em casa"

"Também adorei a performance de William H. Macy como Len Kachinsky"

"Se chama #MakingAMurderer porque faz as pessoas que assistem ficarem tão bravas, que elas querem matar coisas?"

MAS QUANDO VOCÊ VAI EXPLICAR DO QUE SE TRATA, SHEILA?

Agora:

"Making a Murderer" conta a história de um homem de Wisconsin que foi condenado por um estupro nos anos 80 e, após 18 anos preso, teve sua inocência provada e foi solto. Porém, ele voltaria a ser acusado, desta vez de assassinato. E é só isso que você precisa saber antes de assistir à série.

Ou você pode comemorar o Ano Novo, como as pessoas normais fazem!