MÚSICA

Feliz 42º aniversário para uma grande vocalista que deveria ser mais celebrada

Sheila Vieira
Author
Sheila Vieira
Feliz 42º aniversário para uma grande vocalista que deveria ser mais celebrada

Pela capa desta história "Pop music" já dá para perceber que eu sou muito fã de Spice Girls. Elas me ensinaram a valorizar amizades mais que os "crushes" (Wannabe), a mandar a real com os boys (Say You'll Be There), a agradecer minha mãe por tudo (Mama), que "muita coisa de algo é ruim" e "muito de nada é tão ruim quanto" (Too Much), que "você tem que chegar ao topo sem perder sua alma (e o controle)" (Who Do You Think You Are), que é importante deixar o trabalho e se divertir às vezes (Stop), a entender que certas pessoas saem da sua vida por seus próprios motivos e você deve ter orgulho de tudo que fizeram juntos (Goodbye)...

Enfim, elas foram parte fundamental da minha formação como pessoa. Por isso, não poderia deixar de registrar o aniversário de 42 anos da Melanie C, minha Spice favorita e uma uma grande vocalista, que deveria ser mais reconhecida como tal.

Recentemente, a Sporty Spice cantou "Too Much" em versão acústica em uma das rádios da BBC e foi absolutamente lindo:

Aproveitarei a oportunidade para lembrar outros momentos em que a Mel C me comoveu cantando.

Bom, começando com a escolha óbvia. "Viva Forever" não seria o clássico do pop que é não fosse pelos dificílimos floreios que Mel faz no clímax da música. Já tentei alcançar a mesma nota no "Viva foreveeeeeeeeeeeeeeeeer" e nunca cheguei perto (duh, minha voz é péssima e nunca fui treinada para isso). O falsete no refrão final (com a voz grave de Mel B no fundo) também me arrepia toda vez que eu escuto esta canção.

Quase todas as Spice Girls cantam bem nesta música (sorry Geri), mas a parte da Mel C na ponte (a parte diferente da música antes do terceiro refrão) é tão poderosa!

Sempre curtia quando Mel C e Mel B se juntavam para cantar o hino rock feminista das Eurythmics. O grave e o agudo das Mels se completavam perfeitamente.

SWING IT, SHAKE IT, MOVE IT, MAKE IT, TRUST IT, USE IT, PROVE IT, GROOVE IT

Esta música é maravilhosa, mas o final faz dela perfeita.

Apesar de ter feito este terceiro álbum com muita má vontade, Mel C tem alguns dos seus melhores vocais nele. Esta balada-para-Geri depende muito das notas altas da Sporty.

YES I SWEEEAAR! Novamente, transforma algo ótimo em perfeito.

A música começa com Mel cantando grave, tem como ápice uma nota altíssima e longa e termina com ela cantando o refrão em tom grave de novo. Azamiga até mandam bem, mas não dá para competir.

Vamos para a carreira solo então! 

Por mais que eu goste da maioria dos álbuns solo da Mel, confesso que as harmonias das Spice ajudavam os grandes momentos da Sporty a terem destaque. Mas adoro a maneira que ela passa a emoção desta música.

Na minha opinião, este é o melhor vocal da carreira dela. Boa parte em falsete e os melismas agudíssimos no final (imagino que alguns foram com efeitos de produção). Além disso, a canção é belíssima.

Continuarei honrando seu legado nos karaokês na vida, Mel!