O mundo não é o bastante
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O mundo não é o bastante
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O mundo não é o bastante
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

As 10 coisas mais idiotas que Trump tuitou desde que ganhou a eleição

DeTudoUmPouco
há um ano16 visualizações
As 10 coisas mais idiotas que Trump tuitou desde que ganhou a eleição
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Muita gente achava que Donald Trump mudaria sua linguagem e postura depois de ter sido eleito para a presidência dos EUA. Afinal, não teria como continuar se comportando como um troll raivoso na posição de presidente-eleito, certo? 

ERRADO.

Trump continua sendo Trump e os próximos 10 tweets provam isso:

"Nossa, o NY Times está perdendo milhares de assinantes por causa da cobertura inverídica e muito pobre do 'fenômeno Trump'".

Daí o NY Times mostrou provas de que as assinaturas do jornal/site aumentaram significativamente neste ano. 

"O elenco e os produtores de Hamilton, que eu escuto que é uma peça superestimada, deveriam se desculpar imediatamente a Mike Pence pelo seu comportamento terrível".

Pessoas vaiaram o vice-presidente-eleito e o elenco fez um discurso pedindo para que ele governe para todos os americanos. E o playboy acha que isso demanda uma desculpa. Imagine o dia que ele for vaiado e xingado por um estádio inteiro, que nem acontece no Brasil (com quem não foge dos estádios, no caso).

"Assisti a partes do Saturday Night Live ontem à noite. É um programa totalmente parcial e favorável a um lado - nada engraçado. Tempo igual para nós?"

Alguém precisa avisá-lo de que "tempo igual" só vale para época de eleição.

"Cancelei o encontro de hoje com o decadente NY Times quando os termos e condições da reunião foram mudados no último momento. Nada legal."

O NY Times disse que Trump queria ouvir as perguntas antes da entrevista começar. Depois de ser exposto, o presidente-eleito aceitou a entrevista.

"Fidel Castro está morto!"

Uma das personalidades mais importantes do século XX morre e você não tem nada de relevante para falar sobre isso. Só um ponto de exclamação. Aquele filho dele que dormiu durante o discurso da vitória poderia ter tuitado isso.

"Além de ter vencido no Colégio Eleitoral de lavada, eu ganharia no voto popular se você tirasse os milhões de pessoas que votaram ilegalmente".

O sistema é fraudado, mas ele não vê nenhum problema em aceitar o resultado do sistema fraudado, porque foi favorável a ele. Certo.

"Não há dúvida de que ele houve fraude de votos e a favor da Corrupta Hillary".

Para tentar consertar, ele deu RT em uns trolls falando que a fraude foi só a favor de Clinton.

"A CNN está tão envergonhada de seu total (100%) apoio a Hillary Clinton, e mesmo assim perdeu de lavada, que eles não sabem o que fazer".

Fica a dica: total = 100%

"Ninguém deveria poder queimar a bandeira americana. Se queimarem, deveria ter consequências: talvez perder a cidadania ou um ano na cadeia!"

Será que já contaram para ele que não é o presidente que faz leis com uma canetada com base em cinco segundos de reflexão sobre o assunto?

"O ISIS está reivindicando crédito pelo terrível ataque com facas na Universidade Ohio State por um refugiado somali que não deveria estar em nosso país".

Um dia vão avisá-lo que o ISIS reivindica até um espirro, se for na cara de um americano ou francês.

E teremos pelo menos mais quatro anos pela frente. #força

#politics #politica #trump #USA #EUA #twitter #socialmedia

Alec Baldwin imitando Donald Trump está salvando este ano de merda

BingeWatchMe
há um ano16 visualizações
Alec Baldwin imitando Donald Trump está salvando este ano de merda
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Sério: 2016 não está sendo fácil. David Bowie, Ali e Ana Rickman, entre outros gênios, morreram, a política brasileira parece um livro de realismo mágico e, bem, Donald Trump teve por um tempo chances reais de ser presidente dos EUA. Portanto, pequenas coisas como o mascote Vinícius vestido de Gisele Bundchen ou a imitação de Trump por Alec Baldwin salvam a nossa vida.

Muitos comediantes já tentaram captar a essência de Trump, mas nenhum deles fez com que o próprio candidato respondesse bravinho.

"Assisti ao trabalho de atirador do SNL em mim. Hora de aposentar este programa sem graça e entediante. A imitação de Alec Baldwin é muito ruim. Eleição armada pela mídia!"

Sim, o Trump parece um moleque de 12 anos escrevendo. Pior: ele apresentou o programa há um ano quando, aparentemente, ele não achava a atração sem graça e entediante.

Baldwin começou a irritar Trump nesta encenação do primeiro debate:

Depois ele voltou para se "desculpar" pela apologia ao assédio sexual que fez em um áudio resgatado de 2005.

E para o segundo debate, no qual Trump "perseguiu" Hillary pelo palco.

Agora a gente se pergunta: por que a imitação de Baldwin é tão maravilhosa e incomodou tanto o magnata? A resposta não é tão difícil: o ator mostra Trump não como um cara irreverente e bonachão, mas como um burro que não consegue emendar duas frases seguidas que façam sentido, e que reage de forma infantil quando é contrariado. Baldwin e os roteiristas do SNL mostraram Trump como um fracassado. E obrigada por isso.

PS: Kate McKinnon segue divina como Hillary.

LIVE FROM NEW YORK IT'S SATURDAY NIGHT

#TV #SNL #trump #baldwin #debates #humor 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar