O mundo não é o bastante
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O mundo não é o bastante
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O mundo não é o bastante
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Homem transmite esposa dando à luz no Facebook, achando que só família veria

DeTudoUmPouco
há um ano42 visualizações
Homem transmite esposa dando à luz no Facebook, achando que só família veria
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Mais um exemplo da máxima “aprenda a usar redes sociais antes de usar redes sociais”.

No dia 16 de maio, um homem chamado Kali Kanongata'a transmitiu o parto de sua esposa ao vivo pelo Facebook por 45 minutos. O vídeo, que já foi visualizado mais de 218 mil vezes na rede, despertou uma discussão (como sempre) sobre como as pessoas estão compartilhando mais do que deveriam em seus perfis.

O cidadão revelou nesta quarta à People que jamais imaginava que o vídeo seria público. Sua intenção era apenas mostrá-lo para seus parentes na Polinésia: “Achei que só apareceria para minha família e meus amigos”.

O problema é que a ferramenta Live do Facebook só pode ser usada por fanpages (ele usou a de uma entidade que ajuda) e é bem chamativa. Quando uma transmissão é iniciada, todos os seguidores recebem uma notificação em seus celulares de que ela está sendo feita. por se tratar de um parto, certamente todos ficaram curiosos, mesmo questionando por que ele estava fazendo aquilo.

Ao perceber que a transmissão tinha milhares de espectadores, o papai decidiu aproveitar os minutos de fama e mantê-la. “Há muita coisa negativa no Facebook, então pensei que seria algo positivo. Pensei que, se eu mantivesse a filmagem sem nada impróprio, é algo para deixar as pessoas felizes”, justificou.

“Sei que algumas pessoas estão bravas porque não é um vídeo privado, mas sou da ilha de Tonga e há muito tempo a gente fazia os partos em público. Não fiquei preocupado em esconder nada por causa da nossa cultura. Fazemos isso há anos”, acrescentou.

Imagina se a moda pega! Vai ter transmissão de festa de aniversário, formatura, casamentos e, Deus nos livre, de conteúdos adultos. O problema de transmitir coisas em tempo real é que… muita coisa dá errado nessa vida.

Veja só a TV. Quantas vezes eles realmente passam ao vivo algo que não está exatamente no controle deles? Raramente. Em situações de risco, algo pode dar muito errado e, pronto, está eternizado. Não há chance de esconder ou poupar as pessoas envolvidas.

Então, por favor, não transmita ao vivo o parto da sua esposa. Já basta a tensão real de empurrar um bebê de um útero para o exterior. Não é necessário deixar a mãe preocupada com milhares de pessoas que ela nem conhece vendo esta situação.

PS relevante: em alguns posts do Facebook dele, ele reclama que o serviço social tirou a custódia de alguns dos filhos dele. Eita...

PS não muito relevante, mas colocarei mesmo assim: o cara é transfóbico. Olha só o que ele compartilhou recentemente.

(Entrando em um banheiro perto de você.)

Errrrrr...

#livefacebook #facebook #aovivo #live #birth #parto

Quais são as línguas mais estudadas em cada país? Descubra!

DeTudoUmPouco
há um ano178 visualizações
Quais são as línguas mais estudadas em cada país? Descubra!
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Todo mundo sabe: não tem mais como viver em sociedade sem aprender pelo menos um segundo idioma. Na verdade, claro que tem, mas sua opções profissionais ficam bem mais restritas e você não entende 70% dos memes da internet.

Além disso, um mundo que tem um volume de imigração cada vez mais intenso e comunicação instantânea entre todos os lugares exige das pessoas pelo menos um esforço (e dinheiro). A grande questão é: será que todos os países são ávidos para aprender inglês?

A resposta é nem sempre. Segundo o aplicativo de celular Duolingo, que oferece aulas gratuitas pelo smartphone, o inglês é sim o idioma que o mundo mais tenta aprender. Mas o francês e o espanhol talvez sejam mais fortes do que você imagina.

Veja só o mapa da língua mais estudada em cada país:

Quais são as línguas mais estudadas em cada país? Descubra!

Vamos começar pela nossa área, a América Latina. O inglês é o idioma mais estudado em todos os países, exceto Guiana, Belize, Bahamas, Jamaica e algumas outras ilhas, como Porto Rico, Barbados e Trinidad e Tobago. Por quê? Muito provavelmente porque a língua oficial desses países é o inglês (espanhol também é em Porto Rico) e eles estão cercados de países que falam português ou espanhol. Não deve ser muito fácil.

Os EUA também querem muito aprender espanhol, obviamente pela enorme quantidade de população hispânica no país (em 2014, era 17%). O que chama mais a atenção é o idioma ser o mais procurado pela maioria dos países nórdicos. A exceção é a Suécia, cuja própria língua é a mais solicitada pelos usuários do país, também por conta da crescente população imigrante, incluindo refugiados, que querem se adaptar ao novo lar.

Um caso parecido é o do Canadá, que tem o francês como língua mais procurada. Como sabemos, inglês é francês são os idiomas oficiais do país, mas a nação é de certa forma dividida desta forma. Se um canadense da parte inglesa tiver que viajar para a parte francesa, é bom que ele saiba conversar com seus próprios compatriotas.

Vejamos então o mapa das segundas línguas mais aprendidas em cada país:

Quais são as línguas mais estudadas em cada país? Descubra!

Português, você por aqui! A “última flor do Lácio” não é a língua mais aprendida em nenhum país, mas tem destaque na segunda opção dos estudantes. E isso é responsabilidade de grande parte dos nossos vizinhos, que querem nos entender desesperadamente. Guiana, Peru, Bolívia, Paraguai e Uruguai têm o português em seu top 2. Já os argentinos, sempre DIFERENTÕES, procuram o italiano logo depois do inglês. Faz sentido: aproximadamente 63% dos argentinos são descendentes de italianos.

Curiosamente, os africanos Angola e Moçambique, que têm o português como idioma oficial, também querem aprendê-lo. O motivo é que a língua de nossos colonizadores ainda não é ensinada desde o berço a grande parte da população desses países, principalmente entre as camadas mais pobres. Entender português pode ajudar essas pessoas a ascender profissionalmente e socialmente.

Também podemos notar o quanto o alemão ainda é forte em países do leste europeu. Certamente há um resquício ainda das ocupações nazistas na Segunda Guerra Mundial, que deixaram laços sociais e econômicos duradouros.

E você? Já tentou aprender outras línguas? Quais você gostaria de tentar? Eu, Sheila, acho que tenho um inglês muito bom, mas ainda preciso melhorar o meu espanhol e no futuro partir para o francês, o italiano e, quem sabe, o alemão? É difícil! Mas também um dos aprendizados mais valiosos que podemos ter. Aprender novas palavras, culturas e trocar experiências.

#linguas #languages #idiomas #english #spanish #french #portugues #duolingo

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar