O papa é pop
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O papa é pop
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O papa é pop
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Desabafo de Titi Müller contra DJ machista foi a maior atração do Lollapalloza

BingeWatchMe
há 7 meses128 visualizações
Desabafo de Titi Müller contra DJ machista foi a maior atração do Lollapalloza
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Os shows foram legais, não choveu e deu tudo certo no Lollapalloza 2017. Porém, a sexta edição do festival paulistano foi marcada pelo desabafo da apresentadora Titi Müller neste domingo, no canal BIS. Ela tinha a missão de apresentar o show do DJ Borgore (who?), só que o cidadão é um daqueles artistas que se orgulham de ser babacas (cofeminemcof).

Titi não fez a egípcia e explicou ao vivo por que o cara é um machista. Veja:

Para não deixar dúvidas, ela ainda citou um verso de uma de suas músicas (Aja como vadia, mas antes lave a louça) e não aceitou a desculpa de que isso seria um personagem. "Querido, na próxima encarnação invente um personagem melhor", ela disparou. E, para fechar com chave de ouro, ainda deixou claro que queria mandar um "machistas não passarão", mas infelizmente ele ia passar naquele canal.

Em tempos mais sombrios, a apresentadora poderia correr até risco de demissão, mas a Globosat comentou, segundo o blog do Maurício Stycer, que seus funcionários "têm liberdade de expressão e opinião".

Já o ponto fraco do festival foi a participação de Céu no show do Duran Duran. Provavelmente a música mais conhecida do grupo, "Ordinary World", estava indo muito bem até a cantora brasileira entrar no palco para torná-la um dueto. Céu tem uma voz bonita, mas sem a extensão vocal necessária para uma canção tão exigente. 

Juntando isso ao fato de que ela errou a entrada na música, Simon Le Bon harmonizou muito mal com ela (falta de ensaio, provavelmente) e o cantor britânico desafinou na nota mais alta no final (e olha que ele cantou super bem no resto do show), o resultado foi apenas frustrante.

Desabafo de Titi Müller contra DJ machista foi a maior atração do Lollapalloza

Ela tentou.

#lollapalloza #festival #machismo #sexism #DJ #duranduran #céu #musica #music

Vai começar o Lolla! Relembre os shows mais memoráveis do festival no Brasil

BingeWatchMe
há 7 meses87 visualizações
Vai começar o Lolla! Relembre os shows mais memoráveis do festival no Brasil
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Mesmo em tempos de crise, o Lollapalloza conseguiu se consolidar como o segundo festival de música mais importante do país, após o Rock in Rio, mantendo São Paulo no mapa dos grandes eventos deste estilo. Desde 2012, o evento consegue trazer alguns nomes de peso, primeiramente no Jockey, e recentemente no Autódromo de Interlagos.

Neste ano, os headliners são Metallica, The Strokes, Duran Duran e The Weeknd. Para aquecer, vamos relembrar os shows mais memoráveis dos anos anteriores? 

VAMOOOOOOS!

Arcade Fire (2014)

Você pode achar os canadenses hipsters demais, mas é inegável que os caras sabem fazer um show. Um milhão de pessoas no palco, cada uma tocando um instrumento diferente, músicas que demoram 10 minutos, efeitos, luzes e tudo que a gente tem direito. 

Pearl Jam (2013)

A banda de Eddie Vedder nem precisaria se esforçar muito, já que a força dos seus hits já torna qualquer apresentação deles uma experiência transcendental. Mas eles se esforçam e tornam tudo ainda melhor, tocando por mais de duas horas, sem pressa.

Foo Fighters (2012)

Este show foi fundamental para o Lollapalloza se firmar no país. Uma banda com tradição, mas ainda bastante popular, uma energia incrível, um setlist completíssimo e um público em êxtase. 

The Killers (2013)

Esta banda é perfeita para o Lolla, por ter um pé no rock, mas também agradar bastante quem curte pop. Os inúmeros hits cantados a pleno vapor por Brandon Flowers fizeram o Jockey tremer e até quem estava em Osasco provavelmente ouviu a galera cantando "Mr. Brightside".

Robert Plant (2015)

Majestade obviamente tem lugar nesta lista. Quem ama Led Zeppelin teve a chance de ver a lenda pessoalmente e quem não o conhecia teve a oportunidade de aprender um pouco sobre a história do rock.

Smashing Pumpkins (2015)

Sessão nostalgia total para o público do Lolla em 2015, com o show desta banda de rock alternativo que marcou os anos 90. 

Noel Gallagher's High Flying Birds (2016)

Falando em nostalgia, quem não adorou ouvir a versão acústica e lenta de "Wonderwall" na voz mais suave de Noel, além de outros hits do Oasis? Além disso, o roqueiro britânico também mostrou seu ótimo repertório solo para quem não o conhecia.

Florence + The Machine (2016)

Assistir a Florence ao vivo é sempre um momento especial (e muito indie e hipster, mas e daí?). Ela canta absurdos, corre pelo palco como se estivesse na Disney e bota todo mundo no mesmo clima de glitter, flores, incensos e muita brisa.

Ellie Goulding (2014)

Antes que alguém reclame que eu ignorei o pop totalmente, aqui está o show que eu mais gostei deste gênero no festival. Antes de virar uma febre mundial, Ellie mostrou muita energia e simpatia durante uma tarde no festival. Quem assistiu percebeu que logo mais o cachê dela iria aumentar bastante.

Qual show você acha que faltou nesta lista? 

#lollapalloza #festival #music #saopaulo #brasil

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
BingeWatchMe
Equipe Storia Brasil