O segundo sexo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O segundo sexo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O segundo sexo
ic-spinner
Hikayeni paylaş
Sevdiğin hikayeleri ve yazarları bul ve takip et. İlham al, sen de kendi hikayelerini yaz. Hikayelerine arkadaşlarını davet et. Paylaş ve tüm dünyaya sesini duyur.

Bebam do próprio veneno: garotas zoam caras que descobriram que assédio existe

Sempre dá para contar com alguma pessoa passando vergonha na internet, não é mesmo?

Sevdiğin konularda arkadaşlarınla işbirliği yap
Bu konuda yazmak ister misin? ▸

O último da vez foi um rapaz que postou no grupo “Te Vi no Mackenzie” (ainda bem que não tinha essas coisas na época que eu estudava), reclamando do assédio que estava sofrendo de um suposto (sim, eu vou usar suposto, já que vocês usam quando é o contrário) grupo de “manja rolas”.

Eis o relato:

Se o que o rapaz disse for verdade, realmente é uma bad que outra pessoa fique encarando o pênis dele. Mas não queira por um momento igualar isso ao assédio que uma mulher sofre, já que no nosso caso há claramente uma intimidação física implícita quando um homem nos assedia.

Se você responder um cara que te assedia, pode ser agredida e parar no hospital. Já os rapazes dos bares do Mackenzie claramente não tiveram esse problema, já que eles acabaram intimidando fisicamente os tais assediadores.

Mas vamos à zoeira, que é a melhor parte. As garotas do grupo aproveitaram a grande oportunidade para trazer à tona as respostas machistas que as mulheres sofrem quando relatam algum tipo de assédio:

Bebam do próprio veneno: garotas zoam caras que descobriram que assédio existe
Bebam do próprio veneno: garotas zoam caras que descobriram que assédio existe
Bebam do próprio veneno: garotas zoam caras que descobriram que assédio existe

Realmente, o jogo virou.

O pior é que certamente os bonitões não estaria reclamando que fossem mulheres dando uma espiada nas partes deles. Isso nunca aconteceria, já que nós temos noção. O que realmente ocorre são caras mostrando o pênis para a gente sem solicitação. O problema é que são homens e, para muitos, é preciso ameaçar gays publicamente para se autoafirmar.

Então, fica a dica para o próximo rapaz que se sentir assediado na balada. Reclame para o segurança da balada, chame a polícia se necessário, mas não fique fazendo publicidade das ameaças de violência que você fez. Isso não faz de você um coitado. Só vai te fazer virar um meme.

E como a uspiana dentro de mim não vai resistir, #ChupaMaquenze.

#assediosexual 

Seleção feminina americana traz discussão da premiação igualitária ao futebol

Será que a conversa sobre premiação igual entre homens e mulheres no esporte vai finalmente sair das quadras de tênis? Se depender da seleção norte-americana feminina de futebol, sim, senhor(a).

Sevdiğin konularda arkadaşlarınla işbirliği yap
Bu konuda yazmak ister misin? ▸
Seleção feminina americana traz discussão da premiação igualitária ao futebol

Cinco líderes da USWNT (United States Women’s National Team) fizeram uma reclamação formal contra a Federação dos EUA por discriminação de salários. Hope Solo, Megan Rapinoe, Alex Morgan, Carli Llyod e Becky Sauerbrunn assinaram o documento questionando o fato de a seleção masculina receber compensação financeira maior por feitos menores.

A reinvindicação será analisada pela Comissão de Oportunidades Empregatícias Igualitárias, do governo federal norte-americano. O advogado da seleção feminina, Jeffrey Kesler, disse ao New York Times que as jogadoras recebem em média 40% do que os jogadores, mesmo com o sucesso consideravelmente maior das mulheres e a maior receita que elas comprovadamente trazem para a Federação.

Solo foi enfática ao defender seu ponto de vista: “Os números falam por si só. Somos as melhores do mundo, temos três Copas do Mundo e quatro medalhas de ouro olímpicas, enquanto a seleção masculina é paga só por participar o que somos pagas para vencer campeonatos de ponta”. Como sabemos, a seleção masculina dos EUA nunca disputou uma semifinal de Copa do Mundo.

No futebol, não há como usar argumentos típicos desta discussão no tênis, como “eles jogam melhor de cinco sets” (sempre esquecem de acrescentar “só nos Slams e na Copa Davis”) ou “os homens geram mais interesse”. É óbvio que a seleção feminina de futebol é muito mais conhecida mundialmente do que a masculina. Landon Donovan não chegou perto do reconhecimento de Hope Solo, mas certamente ele recebeu mais para trabalhar do que a goleira.

Até agora, quem está criticando a postura das jogadoras tem como principal argumento o fato de que a competição entre os homens é muito maior, ou seja, a seleção masculina precisa se esforçar mais. Partindo do princípio de que isso seja verdade, essas pessoas não querem levar em conta que mulheres sempre foram julgadas por escolherem praticar futebol e isso prejudicou e ainda retarda o desenvolvimento da modalidade.

Por mais que o investimento no futebol masculino seja esmagadoramente superior ao feminino (é provável que a menor diferença seja nos EUA, inclusive), o que vemos no geral é um cenário parecido: um grupo de elite e o resto tentando alcançá-lo. Se o futebol masculino fosse tão nivelado por cima assim, não veríamos a Copa do Mundo quase fazendo um revezamento eterno entre Brasil, Itália e Alemanha.

Provavelmente o esporte com a cultura mais machista de todas, o futebol certamente resistirá bastante a qualquer conversa do tipo. Porém, com a plataforma que conquistou mundialmente, através de títulos, a seleção feminina dos EUA pode deixar um legado ainda mais importante.

#soccer #futebol #USWNT #equalpay #igualdadedegênero #genderequality

Hikayeyi okudun
Story cover
tarafından yazıldı
Writer avatar