O segundo sexo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O segundo sexo
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O segundo sexo
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

O que você não deve dizer para uma vítima de relacionamento abusivo

DeTudoUmPouco
há 6 meses62.0k visualizações
O que você não deve dizer para uma vítima de relacionamento abusivo
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Conversar com uma pessoa que é vítima de um relacionamento abusivo é sempre uma tarefa difícil. A pessoa muitas vezes não percebe que está virtualmente presa em uma rede de manipulações e, quando escuta a verdade, entra em estado de negação, sem falar no medo das consequências de desagradar o abusador. Se ela demonstrar que quer ajuda, você também precisa saber o que dizer para não piorar ainda mais a situação. Então ficam aqui as dicas do que NÃO falar se este papo rolar:

"Por que você não larga ele e pronto?"

ORA, ORA, TEMOS UM XEROQUE ROMES AQUI. Meu bem, não é tão simples assim. Quando uma pessoa vive sendo ameçada 24 horas por dia, ela tem medo de contrariar minimamente o parceiro, com medo de ser repreendida, agredida ou até morta. É só conferir o noticiário policial todo dia para ver que é um temor justificado. Se o casal tem filhos, então, o medo da vítima triplica. 

Onde ela vai morar? Como vai se sustentar? O que vai ser da vida dela, já que toda a sua existência gira em volta do parceiro (esta é a maneira mais fácil de identificar relacionamento abusivo, inclusive)? Então não seja o Capitão Óbvio e deixe claro que você entende que sair deste buraco é um processo complicado. Mas também que você estará dando apoio o tempo todo e faça ela entender que continua correndo risco dentro do relacionamento.

"Ele nem te bateu ainda"

POIS É, JUSTAMENTE ISSO QUE ESTAMOS TENTANDO EVITAR. A maioria dos agressores comete violência psicológica e intimida fisicamente a vítima antes de bater. Isso ficou bem claro no caso do Marcos e da Emilly no BBB, inclusive. Portanto, jamais minimize as brigas (geralmente fabricadas pelo abusador para reafirmar seu poder) e as demonstrações de machismo diárias. Temos que parar com essa mania de achar que só quando há um roxo no olho da mulher que a situação deve ser levada a sério. Esta visão só demonstra o quanto a violência doméstica está enraizada na nossa sociedade.

"No fundo, você gosta desse amor bandido"

Ninguém gosta de sofrer, minha gente. Alguém só fica em uma situação horrível porque tem medo de entrar em uma ainda pior. A grande maioria das mulheres ainda é criada para acreditar que está sempre errada, que não é inteligente ou capaz o suficiente, que não consegue viver sem ter alguém para cuidar (no caso, servir). Nem passa pela cabeça delas que é possível estar em um relacionamento em que não haverá cobranças ridículas todos os dias. É como alguém que passa toda a vida em um país em guerra civil e não faz ideia de que existe algo melhor do outro lado da fronteira. Sua função é mostrar este outro lado.

"Vou me afastar de você até você terminar com ele"

Às vezes a gente quer ajudar e acaba só atrapalhando. Você quer forçar a pessoa a tomar uma decisão, fazendo uma chantagem emocional. Ou seja, mais uma das milhões de manipulações pelas quais a vítima passa. Ela tem que se sentir acolhida, não isolada. Entre o incerto e o que ela já tem, ela provavelmente vai escolher o que já tem. E nunca mais vai confiar em outra pessoa para conversar sobre isso.

"Fica queita no seu canto que ele para de te encher"

Eu nem sei o que dizer para alguém que falaria isso. Apenas pare e repense. Na maioria das vezes, a vítima já fica totalmente quieta no seu canto (sem vida) e mesmo assim o desgraçado inventa algum motivo para reafirmar sua superioridade. 

"Não vou me meter, é problema de vocês"

Repetindo: a vítima geralmente permanece no relacionamento abusivo porque não vê nenhum apoio emocional em outras pessoas ou maneira de recomeçar a vida. Não se meter é ajudar a condenar a pessoa ao abuso. Sim, pode acontecer de a vítima te "dispensar" e até te xingar (por estado de negação, medo de te prejudicar ou vergonha), mas ela vai pensar no que você disse e talvez tome um pouco mais de coragem. Pequenos passos, que podem salvar uma vida.

Se você desconfia que uma pessoa é vítima de um relacionamento abusivo, mande para ela este vídeo clássico da Jout Jout. Mais didático, impossível:

Vamos ajudar quem precisa. Um dia, você pode precisar também.

Precisamos parar de fazer 'agachamento' no banheiro público

DeTudoUmPouco
há 7 meses172 visualizações

Tradução livre do texto de Rhianna Helton.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Precisamos parar de fazer 'agachamento' no banheiro público

Mulherada...

Precisamos conversar. Sinceramente, estou cansada. Sei que você está assustada, mas seus medos não têm fundamento. Por favor, por tudo que há de bom e higiênico neste mundo, pare de fazer o que você vem fazendo. Você sabe do que estou falando. Você provavelmente já fez isso alguma vez hoje...

PARE. DE. AGACHAR. PARA. FAZER. XIXI. NO. BANHEIRO. PÚBLICO.

É inútil. É nojento. Você está espalhando mais germes. Pare.

Médicos concordam comigo. O CDC (Centro de Controle de Doenças dos EUA) concorda comigo. Todos os vigilantes sanitários do planeta concordam comigo. Você não enxerga que está estragando tudo para a gente? Fazer xixi no assento da privada em um banheiro público é o novo grande erro dos costumes do mundo e a Claudia Matarazzo vai me apoiar nessa. Não é só nojento, é mal educado com a próxima pessoa que vai usar o banheiro e com a pessoa que vai limpá-lo. Seja consciente. Pense em como suas ações afetam os outros e sente sua bunda.

Vamos esclarecer algumas coisas:

NÃO. Você não pode pegar uma DTS de um assento de privada. Elas se chamam doenças sexualmente transmissíveis por um motivo. Elas são transmitidas sexualmente.

E NÃO. Não acredito que ainda precisamos falar sobre isso, mas você não pode ficar grávida sentando em um banheiro unissex.

Na verdade, você sabe qual é a melhor proteção existente para evitar germes do assento da privada? O seu próprio cofrinho! Isso mesmo. O grande design do seu corpo te dá a melhor barreira quando se trata de proteção contra demônios dos assentos.

Precisamos parar de fazer 'agachamento' no banheiro público

Surpreendentemente, os assentos são provavelmente as coisas mais limpas do banheiro. Sem zoeira. Há mais coliformes fecais na lixeira do que no assento, sem falar no lugar em que você abre a porta, e nem me fale no chão!

Toda vez que você se agacha para fazer xixi, você não está só urinando na privada, mas também no chão, que nem uma louca - sim, você faz isso, você sabe que faz, porque tem tanto controle sobre a direção da sua urina nesta posição quando um elefante bebê chacoalhando a água do seu corpo. E se você é alguém que agacha, provavelmente é alguém que usa o pé para dar descarga.

Pare um pouquinho para pensar em todas as coisas que o seu sapato está adicionando a uma descarga já contaminada. Agora pense na próxima pessoa que vai usar aquele banheiro. E se ela é uma criança? É provável que ela use a própria mão para dar descarga, ao invés do pé, porque suas pernas não são muito longas. Agora pense nos germes que você colocou na mão dela: basicamente todas as coisas nojentas que vivem na sola do seu sapato. Viu o círculo vicioso? E se *SOCORRO* esta menininha não lavar as mãos depois de encostar na descarga na qual você pisou?

Contaminação. Epidemia. Apocalipse zumbi. Entendeu?

O verdadeiro vilão com que precisamos nos preocupar são nossas mãos e como lavá-las. Se você é uma pessoa adulta que ainda se recusa ou se esquece de lavar as mãos após usar o banheiro, eu sinceramente não vou conseguir lidar com você. Nem sei por que você está autorizado a mexer em um computador.

Lave. Suas. Mãos. Sei que você está cansado de cantar uma musiquinha por 20 segundos para se livrar adequadamente daqueles germes. Então tenho uma ideia: cante o início de "Jolene", da Dolly Parton!

1. O mundo precisa de mais Dolly Parton.

2. "Jolene" é uma música maravilhosa.

3. A Dolly Parton provavelmente ia rir muito disso.

Sim, algumas bactérias que causam doenças existem em assentos de privadas, como a estreptococo, a estafilacoco ou a E. coli. Mas elas estão em vários outros locais: balcões de cozinha, buchas de lavar louça e computadores, às vezes em quantidades enormes. Se suas mãos usam tudo isso, o que é bem provável, estão repletas de bactérias.

Em suma, o único jeito provável de contrair algo horrível de um assento de privada é se você já tem alguma ferida aberta na sua bunda. Se este é o caso, por favor, amiga, agache. Só limpe as coisas depois! O que me traz para a maior ferramenta de salvação, que toda mulher (e homem) precisa carregar consigo.

Lencinhos umedecidos

Precisamos parar de fazer 'agachamento' no banheiro público

Velho conhecido de babás e pais, os lencinhos umedecidos salvam a nossa vida quando se trata de limpeza e prevenção de germes. Você pode limpar o assento antes de sentar - tirando a necessidade de agachar - e também pode se limpar depois (tanto as mãos quanto as ~partes~). E ainda há muitas opções biodegradáveis, para aliviar sua preocupação com o ambiente. E se você realmente precisar agachar, seja legal e limpe o assento depois. É dureza repetir isso para mulheres adultas que sabem ler, mas... se o seu xixi espalhar como um chafariz, seja uma linda e deixe tudo limpo.

É simples assim! 

Confira o texto original:

#banheiro #mulheres #higiene #saúde

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar