Wilson Baldini Junior's story
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Wilson Baldini Junior's story
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Wilson Baldini Junior's story
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Dá um dó ver os campeonatos estaduais de futebol

A cada rodada aumenta a minha tristeza por ver os campeonatos estaduais de futebol. No meio de semana, o Flamengo jogou para menos de duas mil pessoas em Volta Redonda. O São Paulo jogou para um Pacaembu com três mil torcedores.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

O único que se mantém com gente no estádio é o Corinthians, que leva impressionantes 30 mil torcedores por jogo em Itaquera, mas existe um motivo.  O torcedor que vai no Paulista tem preferência na compra do bilhete para a Libertadores. 

Como seria se o time de Parque São Jorge não estivesse na competição sul-americano?

Pior que o público, só o rendimento dos times em campo. Um horror! O Corinthians vence sempre nos últimos minutos, enquanto São Paulo, Santos e Palmeiras vão ainda pior.

Todos vão se classificar para as finais, mas até lá teremos 15 intermináveis rodadas.

O mesmo acontece pelo País todo. Tudo para manter os pequenos clubes em atividade. Algo precisa ser feito para que o Estadual não morre e leve o futebol junto.

A "falsa lenda" de Anderson Silva perde força a cada luta

A "falsa lenda" de Anderson Silva perde força a cada luta
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Nunca achei Anderson Silva o grande lutador que a imprensa ajuda a criar. Afirmou ter tido aulas com o ator/lutador Steven Seagal, disse que aprendeu o chute mais fácil das artes marciais com ele e assim derrubou Vitor Belfort. Depois quis ir para a Olimpíada lutar taekwondo e quase foi execrado pelos praticantes do País.

Na hora de lutar sempre quis parecer Muhammad Ali. Que heresia! Suas esquivas ridículas sempre foram presas fáceis para lutadores de segunda linha.

Agora, aos 40 anos, sem treinar e exibido, foi colocado diante de um rival inexpressivo para obter uma vitória e seguir enganando a maioria ignorante em luta que acompanha o UFC.

Perdeu para o apenas esforçado Michael Bisping com justiça e ainda teve a cara de pau de reclamar dos jurados.

Apesar de a hora de parar ter chegado, os empresários e a imprensa, por causa do dinheiro, vão mantê-lo em ação. 

Haja paciência!!!

Você leu a pasta de história
escrita por