Wilson Baldini Junior's story
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Wilson Baldini Junior's story
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Wilson Baldini Junior's story
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Lugano não pode ser chamado de "Deus" no São Paulo

A falta de ídolos e o péssimo ano de 2015 para os lados do  Morumbi fez a torcida do São Paulo superestimar a contratação do zagueiro Lugano. O uruguaio é o novo "Deus" dos tricolores, que ainda sentem muito a aposentadoria no fim do ano passado do goleiro Rogério Ceni, maior ídolo do clube.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Lugano fez história no São Paulo, ao ganhar títulos importantes, mas como jogador não pode ser colocado, por exemplo, no time do São Paulo de todos os tempos.

É exagerado chamá-lo de "Deus". Se Lugano é "Deus", não consigo imaginar um apelido para Daryo Pereira, também uruguaio e zagueiro, mas anos-luz mais jogador.

Conversando com alguns amigos são-paulinos, alguns apontaram até mesmo Antonio Carlos, que também teve ótima passagem pelo Palmeiras, como um zagueiro de uma geração passada, como melhor do que Lugano.

A verdade é que o futebol passa por séria crise técnica. O São Paulo foi atrás de Lugano; o Flamengo contratou o também veterano Juan, e o Palmeiras tirou o rodado Edu Dracena do rival Corinthians. Resta saber se algum deles vai dar certo.

Haja cofrinho... só a caixa forte do tio Patinhas!

Haja cofrinho... só a caixa forte do tio Patinhas!
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Um empresário de Zhengzhou, província de Henanda, na China, está com um problema no mínimo inusitado: não consegue trocar em nenhum banco 1,5 tonelada de moedas.

Dono de uma lavanderia, o chinês tem espalhadas por campus universitários e aldeias muitas máquinas de lavar que funcionam com moedas. Normalmente, segundo ele, as moedas são trocadas nas próprias universidades sem problemas. Com o período de férias escolares, em menos de 3 meses as moedas se acumularam, e o Sr. Zhang tem em mãos mais de 300 mil yuans, o equivalente a cerca de R$ 184 mil.

Os bancos afirmam que só trocam um máximo de 3.000 moedas por dia. Como se recusam também a converter as moedas em crédito bancário, para que ele possa pagar seus funcionários e a hipoteca, o chinês recorreu à imprensa local para tentar resolver o problema.

Você leu a pasta de história
escrita por