Wilson Baldini Junior's story
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Wilson Baldini Junior's story
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Wilson Baldini Junior's story
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Você pagaria R$ 40 mil por uma privada?

Os japoneses são sensacionais em todas as invenções. Uma das mais novas é a Neorest 750H Dual Flush T, um vaso com uma vasta lista de funções.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

A tampa se levanta sozinha. O assento é aquecido. 

Logo de cara, um spray de água é atirado nas laterais para que não fique nenhuma sujeira.

Ao final, um bidê automático toma as rédeas de tudo. Um jato de água se encarrega de fazer toda a limpeza para você. Na sequência, é a vez do jato de ar quente para secar toda a área de "trabalho".

A força dos jatos e temperatura do ar e da água podem ser reguladas de acordo com sua preferência.

A descarga ecológica só gasta 4 litros de água, com jato duplo. Para eliminar o mau cheiro, o vaso libera um spray de desodorizador de ar, automaticamente. 

Raios UV ainda prometem fazer a limpeza de partículas invisíveis de sujeira que ficam no vaso.

O custo de tudo isso é de US$ 10 mil (R$ 40,5 mil) .

Se eu tivesse dinheiro, eu comprava. Comprava mesmo.

Nunca julgue as pessoas. Muito menos pela aparência

Nunca julgue as pessoas. Muito menos pela aparência
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

“Senhora, parece que você é perfeitamente saudável. Seria melhor deixar esta vaga para pessoas que são realmente menos afortunadas do que você. Obrigado.” Este foi um bilhete que Cameron McMillin recebeu ao parar seu carro em uma vaga para deficientes.

Utilizando as redes sociais, Cameron disse que chorou muito ao ler o recado e aproveitou para explicar o motivo por ter estacionado seu automóvel naquele lugar.

"“Acho que é minha vez de dizer algo. Olá. Meu nome é Cameron McMillin.

Hoje você me fez chorar, mas tudo bem. Eu gostaria de aproveitar o momento para informar sobre a minha condição médica, chamada síndrome de Ehler Danlos. Esta doença do tecido conjuntivo causa dor nas articulações, nos músculos e em todo o corpo, bem como luxações nos quadris, joelhos, tornozelos e costelas. Também há palpitações, problemas nos órgãos e muito mais.

Você não tem ideia do que eu passo todos os dias.

Sei que me julgou pelo que viu, mas o lado de fora nem sempre denuncia o que há dentro de nós. Meu corpo pode ser fraco, mas eu sou forte.

Da próxima vez, tente conhecer a pessoa antes de fazer comentários como este. Pessoas que têm a síndrome de Ehler Danlos nunca são ouvidas e eu gostaria de mudar isso. Está na hora de ganharmos voz”.

Jamais podemos julgar as pessoas, muito menos pela aparência.

Você leu a pasta de história
escrita por