ARTES

A minha estória.

Victor  Zequi
Author
Victor Zequi

"Me amas?" Ela

"Sim, amo" Ele

"Então casa-te mais eu."

"Não posso".

"Não pode?"

"Não."

"E não pode! Por quê?"

"Não posso. Que amo coisas demais nessa vida para prometer amar a uma só. E já sofro demais sozinho para ter de sofrer por dois. É extenso, e complicado."

"Vocês poetas, sempre confundindo e dificultando as coisas mais ridiculamente simples."

"De fato, é no mais simplório da vida que está toda a beleza; no ridículo, e no seu poder de transformação. Acabei de colocar um ponto-e-vírgula em minha fala."

"Esse negócio de poesia está mexendo com a sua cabeça."

"Ainda bem."