Irã admite que derrubou avião ucraniano e matou 176 pessoas ‘por engano’

 

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, afirmou no último sábado (11) que o avião que caiu na última semana matando 176 pessoas foi derrubado ‘por engano’. O líder do país afirmou que o avião foi confundido com um míssil.

“O inquérito interno das forças armadas concluiu que lamentavelmente mísseis lançados devido a erro humano provocaram a queda horrível do avião ucraniano e a morte de 176 inocentes”.

Nos últimos dias boatos de que o avião teria sido vítima de um míssil estavam sendo divulgadas pela imprensa, entretanto o governo iraniano não havia divulgado nada.

Ministros do país lamentaram o ocorrido, afirmando que foi uma falha humana causada pelo ‘aventurismo norte-americano’. É claro que os Estados Unidos não é uma nação santa, no entanto tentar culpá-los por isso é absurdo.

A aeronave, que seguia para Kiev, transportava 167 passageiros e nove tripulantes de várias nacionalidades, incluindo 82 iranianos, 57 canadenses, 11 ucranianos, dez suecos, quatro afegãos, três alemães e três britânicos. Só imagino como estão as famílias dos mortos ‘por engano’.

O Irã é um país extremista que quebra vários direitos humanos e defendê-lo é inaceitável. No entanto o que fazer quando nenhum dos dois é flor que se cheire?

Essa história ainda terá muitos capítulos, certamente não ficará assim.

00
Mobil uygulamamızı indirdiniz mi? Hemen indir