Após apelo do prefeito, Museu desiste de homenagear Bolsonaro em NY

Após apelo do prefeito, Museu desiste de homenagear Bolsonaro em NY

Politica
Coleção Politica
Após apelo do prefeito, Museu desiste de homenagear Bolsonaro em NY

O Museu de História Natural da cidade de Nova York desistiu de sediar o evento onde Jair Bolsonaro receberia a honraria de “Pessoa do ano”. Após uma série de protestos de cientistas e pesquisadores, a decisão foi tomada, segundo eles, o presidente brasileiro é uma ameaça ao meio ambiente. De Blasio, prefeito da cidade foi fundamental nesse cancelamento.

A apelação para que o evento no Museu fosse cancelado foi unânime, estudantes, estudiosos, pesquisadores, e diversos membros do Museu e da sociedade pediam que o local não sediasse esse evento, segundo eles, Bolsonaro é o “presidente fascista do Brasil”.

De Blasio, prefeito de Nova York deu entrevista para uma rádio local onde afirmou que desejava que o Museu cancelasse o evento, o político afirmou que Jair Bolsonaro é um “ser humano perigoso”. Em apenas um dia, um abaixo assinado para que o evento não ocorresse já possuía mais de 500 assinaturas.

O museu lançou o pronunciamento: “Com respeito mútuo pelo trabalho e metas de cada uma de nossas organizações, concordamos em conjunto que o museu não é a melhor localização para o jantar de gala da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. Este evento tradicional vai ocorrer em outro local, na data e na hora originais”.

Embora o Museu de História Natural tenha cancelado o evento, ele ainda irá acontecer, porém em um local ainda não definido.

Seja o primeiro a curtir!

Comentários

avatar

As pessoas também curtiram

500x500
500x500