Camelô carioca procura senhora que pagou balas de R$ 2 com nota de R$ 100

Na semana passada um Camelô do Rio vendeu balas para uma senhora na Zona Oeste, o valor do produto era R$ 2, mas a cliente deu uma nota de R$ 100. Phelipe Guimarães percebeu que a mulher se enganou quando foi contar seu dinheiro mais tarde e publicou uma mensagem nas redes sociais tentando achar a senhora.

O caso ocorreu no último dia 10, e hoje (16) a publicação já ultrapassou os 5 mil compartilhamentos. “Ela me deu o que parecia ser uma nota de R$ 2. Coloquei na bolsa, como sempre faço. Quando parei para contar meu dinheiro, fui ver que a nota não era de R$ 2, mas de R$ 100, toda dobrada”.

Phelipe descreve a cliente como “uma senhora de cabelo ruivo, com uma tatuagem de borboleta na mão, de cor branca” e trazia “uma bolsa de onça”. Embora ainda não tenha encontrado a mulher, ele se vê surpreso com a 

repercussão.
 

“A minha intenção só foi achar a senhora, mas tomou uma proporção gigantesca. Todos na rua falam comigo, tiram fotos... mas até agora eu não achei”

O ambulante assumiu ter uma situação financeira delicada, ele foi demitido no fim do último ano e desde então trabalha vendendo doces durante o dia e como chapeiro em uma lanchonete durante a noite.

Phelipe conta que consegue cerca de R$ 1800 por mês, a conta para sustentar a família. Recentemente ele ainda foi assaltado e perdeu o dinheiro que iria pagar a escola dos filhos.

“Eu queria devolver aquilo que não é meu. Ela me ajudou, comprando o doce, mas deu o dinheiro que era dela”

00