Cocaína em frutos do mar?

Pode parecer loucura, mas essa notícia chocante infelizmente é verdadeira e tem servido como alerta a muita gente que consome frutos do mar. Sim, foi encontrada cocaína e outras drogas ilícitas em frutos do mar retirados dos oceanos do Reino Unido. Quer saber mais? Veja aqui.

Frutos do mar encontrados com cocaína?

Cientistas do Reino Unido estavam fazendo uma pesquisa nos crustáceos de Suffolk quando encontraram cocaína e outras drogas ilícitas, além de pesticidas proibidas, nesses animais. A pesquisa tentava mostrar a exposição de animais como o camarão

Gammarus pulex
de água doce em relação aos produtos micropoluentes, como os que acabamos de citar.

Quais os impactos na vida marinha?

Thomas Miller, pesquisador do King’s College em Londres, fala que, apesar de as drogas ilícitas e outros agentes estarem em baixas concentrações, isso não exclui um perigo para as espécies marinhas. É sabido que casos como esse podem trazer preocupação ambiental e até mesmo à vida selvagem.

A causa para o aparecimento de fármacos como valium e xanax, além da cocaína, cetamina e pesticidas, pode se dar pelo simples descuido de descartar essas substâncias por algum ralo. Esses itens então são levados aos mares e lá podem afetar os rios e a vida animal, caso apareçam em maior quantidade.

Quais os impactos na vida humana?

Pelo fato de ter sido encontrado apenas vestígios dessas drogas nos crustáceos, ou seja, doses que, a princípio, parecem insignificantes, dá a entender que o consumo desses crustáceos contaminados não será tão maléfico.

Entretanto, faz-se presente dois alertas: o fato de que é possível que daqui a alguns anos a dosagem dessas drogas esteja mais intrincada aos rios e à vida marinha e que não sabemos até que ponto as substâncias, que hoje os pesquisadores chamam de “vestígios” podem fazer mal a longo prazo. Ainda é preciso realizar estudos sobre o assunto.

0